*Destaque Crossovers Linha 2018 Preços Volvo

Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

Volvo-XC60-2018-2 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

O Volvo XC60 2018 já está disponível para o mercado brasileiro em três versões. O novo utilitário-esportivo, que inclusive já está sendo oferecido para clientes PCD (Pessoas com Deficiência), conta com uma gama composta por três versões, com preço inicial de R$ 239.950.



Ele desenvolve 258 cavalos de potência e 35,7 kgfm de torque e trabalha juntamente com um câmbio automático de oito marchas e tração nas quatro rodas. As três configurações do novo Volvo XC60 2018 (Momentum, Inscription e R-Design) serão equipadas com o motor 2.0 litros T5 Drive-E de quatro cilindros a gasolina, com turbocompressor e injeção direta de combustível.

Volvo-XC60-2018-3 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

Volvo XC60 2018 – detalhes

Como destaque, o novo Volvo XC60 2018 traz um visual mais moderno, que segue boa parte das linhas do modelo topo da gama XC90. Se sobressai o conjunto óptico totalmente em LED, capô longo, para-lamas alargados, vincos de linhas ascendentes nas laterais e lanternas em formato de “L” na traseira.

O Volvo XC60 2018 será equipado de série com faróis Full LED com nivelamento automático e auto-direcional, sistema multimídia com navegador GPS, Apple CarPlay e Android Auto, monitoramento da pressão dos pneus, alerta de mudança de faixa, sistema de proteção em saída de estrada, sistemas de proteção contra impactos laterais e lesões na coluna cervical e alerta de colisão frontal.

Há também o serviço Volvo On Call de segurança, proteção e conveniência, com assistência 24h, auxílio de emergência e localização, em caso de roubo ou furto. Este recurso possibilita ainda, por meio do aplicativo no smartphone, controlar o nível de combustível, trancar e abrir as portas e climatizar a cabine a distância.

volvo-xc60-2018-5-1 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

As versões Inscription e R-Design agregam o sistema City Safety, que opera quando o sistema de frenagem automática não consegue evitar uma colisão em potencial, em velocidades entre 50 e 100 km/h. Há também Mitigação de Pista Oposta (Oncoming Lane Mitigation), que ajuda o motorista a evitar colisões com veículos que se aproximem vindo da pista contrária, e Sistema de Informação de Ponto Cego (Blind Spot Information System), que avisa o motorista sobre a presença de veículos no seu ponto cego.

Atual crossover mais vendido da Volvo (com mais de 1 milhão de vendas no mundo e 18 mil exemplares emplacados no Brasil), o XC60 acaba de chegar a sua segunda geração no mercado brasileiro. O modelo intermediário e o topo de linha oferecem ainda abertura e fechamento elétrico da tampa do porta-malas ao passar o pé sob o para-choque.

Volvo XC60 2018 – novidades

O Volvo XC60 2018 tem um aspecto mais robusto e sofisticado, empregando diversos melhoramentos em termos estéticos, mas pouco fluido. Os faróis full LED com luzes diurnas em “T”, preenchidas com diodos emissores de luz, são conhecidas como “Martelo de Thor”. Na traseira, as lanternas de LED possuem formato de “L”, reforçando a imagem da marca sueca. Baixo, largo e com aparência bem resistência, o estilo amplia a impressão de segurança do SUV médio nórdico.

No interior, o modelo preza pelo acabamento mais refinado. Além disso, o crossover médio premium sofreu um aumento de 9 centímetros na distância entre-eixos, aumentando o espaço para as pernas dos ocupantes do banco de trás. Há ainda equipamentos como o sistema de entretenimento Sensus Connect, dotado de tela sensível ao toque de nove polegadas, comandos de voz, Android Auto e Apple CarPlay.

Outra novidade do novo Volvo fica por conta da nova plataforma  modular SPA (Scalable Product Architecture), a mesma dos carros da série 90 (XC90, S90 e V90). No conjunto mecânico, há um propulsor 2.0 litros T5 turbo a gasolina, que consegue desenvolver 257 cavalos de potência e 35,7 kgfm de torque, disponível entre 1.500 e 4.800 rpm, associado a uma transmissão automática de oito marchas e tração nas quatro rodas.

A partir de 2018, o Volvo XC60 2018 contará também com o modelo D5 turbodiesel e o T8 híbrido, reforçando a gama de opções de motores do utilitário esportivo, que pela primeira vez ganhará uma versão híbrida, pois a diesel fez parte recentemente da última geração do modelo.

Volvo-XC60-2018-Brasil-18 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

Volvo XC60 2018 – versões

Volvo XC60 Momentum 2018
Volvo XC60 Inscription 2018
Volvo XC60 R-Design 2018

Volvo XC60 2018 – equipamentos

O Volvo XC60 2018 é equipado de série com faróis Full LED com nivelamento automático e auto-direcional, sistema multimídia com navegador GPS, Apple CarPlay e Android Auto, sistema de proteção em saída de estrada, monitoramento de pontos cegos e tráfego lateral, alerta de mudança de faixa, monitoramento da pressão dos pneus, sistemas de proteção contra impactos laterais e lesões na coluna cervical e alerta de colisão frontal.

Há também o serviço Volvo On Call de segurança, proteção e conveniência, com assistência 24h, auxílio de emergência e localização, em caso de roubo ou furto. Este recurso do Volvo XC60 T5 2018 possibilita ainda, por meio do aplicativo no smartphone, controlar o nível de combustível, trancar e abrir as portas e climatizar a cabine a distância.

Há também Mitigação de Pista Oposta (Oncoming Lane Mitigation), que ajuda o motorista a evitar colisões com veículos que se aproximem vindo da pista contrária, e Sistema de Informação de Ponto Cego (Blind Spot Information System), que avisa o motorista sobre a presença de veículos no seu ponto cego. As versões Inscription e R-Design agregam o sistema City Safety, que opera quando o sistema de frenagem automática não consegue evitar uma colisão em potencial, em velocidades entre 50 e 100 km/h.

Atual crossover mais vendido da Volvo (com mais de 1 milhão de vendas no mundo e 18 mil exemplares emplacados no Brasil), o XC60 acaba de chegar a sua segunda geração no mercado brasileiro. O modelo intermediário e o topo de linha oferecem ainda abertura e fechamento elétrico da tampa do porta-malas ao passar o pé sob o para-choque.

Volvo XC60 2018 – preço

Volvo XC60 Momentum 2018: R$ 239.950
Volvo XC60 Inscription 2018: R$ 259.950
Volvo XC60 R-Design 2018: R$ 269.950

volvo-xc60-2018-8-1 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

Volvo XC60 2018 – motor

O motor Drive-E faz parte da família Volvo Engine Architecture, lançada em 2013 como substituição aos motores Ford e também aos mais antigos da fabricante sueca. Com blocos de três e quatro cilindros, feitos em alumínio. Com turbo e injeção direta de combustível, o propulsor é muito eficiente, utilizando intercooler ar-água e conversor catalítico reverso, bem como recirculação dos gases de escape (EGR), medidas para reduzir a emissão de poluentes.

A linha VEA começa pelo T3 1.5 de três cilindros, que equipará o XC40 a partir de 2018. Este motor será o menor da gama com 156 cv, que ainda tem outro 1.5, mas este com quatro cilindros e entregando 122 ou 152 cv. Fora estes, o motor Volvo Drive-E 2.0 com gasolina ainda possui versões de 190 cv para o T4, 254 cv para o T5 e 320 cv para o T6. Além disso, existe o T8 Twin Engine, que é híbrido plug-in. A Volvo testou um propulsor Drive-E 2.0 com três turbos, sendo um deles elétrico. Este conseguiu 454 cv, mas o projeto não foi adiante por causa do foco em carros elétricos e híbridos plug-in.

Com diesel, o VEA Drive-E é oferecido apenas com 2.0 litros, entregando 150 cv, 190 cv ou 225 cv. No entanto, existe uma opção com sistema Power Pulse, que consiste em um acumulador de pressão – ar-comprimido – para injeção dentro da câmara da combustão, aumentando a taxa de compressão e reduzindo a emissão de CO2. Assim, são acrescentados 10 cv, totalizando 235 cv. Além de câmbio manual de seis marchas, a Volvo atualmente utiliza câmbio automático de oito marchas da Aisin, além de caixa automática de origem Ford com seis marchas.

No Volvo XC60 T5 2018, a marca reservou a versão mais atual, que entrega 254 cv e 35,7 kgfm. No ano de 2018, o modelo deverá receberá uma versão diesel, D5. Esta chegará com motor Drive-E 2.0 entregando 225 cv, mas sem o sistema Power Pulse. Ele deverá chegar com transmissão automática de oito velocidades e mais tração integral nas quatro rodas. Além disso, a Volvo promete uma versão T8 Twin Engine, que entrega até 407 cv de forma combinada, baixíssimo consumo e emissão de poluentes bem reduzida, com possibilidade de rodar com emissão zero por poucos quilômetros.

Volvo-XC60-2018-Brasil-1 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

Volvo XC60 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final

Volvo XC60 T5 2018 – 6,8 segundos e 220 km/h

Mais eficiente e com uma performance melhor, o Volvo XC60 T5 2018 vai de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos e máxima de 220 km/h ante os 6,9 segundos e 210 km/h do antigo, que era bem mais leve, mas tinha motor 2.0 da Ford.

Dócil, macio e silencioso. Com torque começando em 1.500 rpm, o propulsor logo mostra disposição invejável para um 2.0 a bordo de um utilitário esportivo de porte e peso consideráveis. Equipado com a transmissão automática Aisin de oito velocidades, o Drive-E 2.0 responde muito bem ao acelerador e pede mudanças na casa dos 2.000 rpm no uso urbano. Sempre cheio quando precisa, o motor garante uma condução prazerosa na cidade, sobrando para o SUV nórdico.

Mantendo rotações até abaixo de 1.500 rpm sem emitir sinais de fraqueza, oriundos do temível “turbo lag”. No entanto, se a ideia é realmente saltar na frente, pode-se esperar uma boa arrancada entre 3.000 e 4.000 rpm. Nas saídas rápidas, uma subida repentina até os 2.500 rpm é suficiente para deixar os motoristas do cotidiano um pouco mais atrás.

No modo Sport, as respostas são mais agressivas e a rotação elevada nos faz lembrar dos já desatualizados motores 2.0 aspirados, mas apenas nesse detalhe, pois o Volvo XC60 T5 2018 anda como se fosse um V6. Além disso, a boa relação de marchas do Aisin, que mesmo no modo Drive, garante uma resposta surpreendente quando exigido.

Na cidade, com todo esse peso e usando o modo Eco, focado na eficiência energética, o SUV fez ótimos 9,8 km/litro. Algo bem superior aos 6,8 km/litro do antigo. Pena o câmbio não ter paddle shifts na versão Inscription, primazia da R-Design, mas ainda assim nem é necessário buscar a alavanca para mudanças manuais.

Em realidade, esse resultado é o mesmo obtido no XC60 R-Design com motor 2.0 da Ford e câmbio de seis marchas. Na estrada, a nova geração com o Drive-E conseguiu também bons 10,2 km/litro, igualmente utilizando o modo Eco. Não incomoda o bolso, mas poderia ser melhor.

O modo Comfort já é indicado mais para o cotidiano, quando se tem que sair rápido em algumas situações ou mesmo vencer subidas íngremes com mais desenvoltura, mas nada que não se faça no Eco. Nesse caso há sim diferença na resposta e no consumo, que aumenta pelo corte de força. Deve-se lembrar que entre este e o modo Comfort, durante uma condução sem pretensões esportivas ou em velocidade de cruzeiro sem alterações de velocidade, eles se aproximam muito e pouca diferença na performance é notada.

O Volvo XC60 2018 tem respostas mais ágeis no modo Dynamic, pois o sistema altera vários parâmetros da condução, deixando o carro mais nervoso. Não há mudança no painel quando muda de configuração e nem é necessariamente obrigatório mudar o câmbio para Sport para perceber um aumento na agilidade.

Mas de volta à estrada, o Volvo XC60 2018 em sua versão T5 Inscription anda muito bem. Retomadas rápidas e sem esforço demasiado, permitem ultrapassagens seguras e um bom cruzeiro elevado com rotação em 2.000 rpm a 110 km/h. Mas de volta à estrada, o Volvo XC60 2018 em sua versão T5 Inscription anda muito bem. Tudo com acústica apurada e sem que o motor seja exigido demais.

No modo Sport e com a função Dynamic, o Volvo XC60 T5 2018 proporciona altas velocidades com conforto e controle total. A dinâmica de condução é excelente, com direção elétrica leve o suficiente e bem direta, passando confiança e conforto ao motorista. Na frente o conjunto é o McPherson com braço superior e molas com amortecedores telescópicos. Não há câmaras pneumáticas na traseira como no XC90 Inscription e, para falar a verdade, nem mesmo há molas helicoidais, pelo menos não na traseira.

No eixo traseiro, a suspensão possui uma curiosidade. Além das duas balanças de alumínio e dos vários braços estabilizadores, há dois amortecedores e um feixe de molas de um tipo de polímero amarelo, que une as duas rodas. O conceito é semelhante ao usado pelo finado Fiat Mille, por exemplo.

Esse conjunto mecânico é comum dos demais modelos da plataforma SPA quando sem a suspensão a ar. Os freios são muito bons e garantem paradas bem agressivas com segura e sem desequilíbrio do conjunto. Isso também em boa parte por conta do conjunto de suspensão bem estável e ao mesmo tempo muito confortável.

Além disso, dá ao Volvo XC60 2018 bom controle em curvas e desvios rápidos, mantendo uma neutralidade importante para um carro desse porte. Mesmo em lombadas, depressões, buracos ou elevações exageradas no piso, o conjunto se mostra muito macio e em nenhum momento bate no fim do curso.

A gestão de força do conjunto motor/câmbio/diferenciais com o trabalho da suspensão, dá ao modelo um bom comportamento no fora de estrada no modo Off-Road, quando o utilitário esportivo modula bem as forças nos dois eixos, lendo cada roda durante o processo e garantindo tração, controle e segurança na medida suficiente. O controle de cruzeiro adaptativo a bordo é outro recurso bom, mas o controle direcional chama atenção pela precisão, mesmo com faixas de rolamento quase apagadas.

Mas o Pilot Assist vai até 130 km/h de limite, o sistema agora permite rodar tanto na cidade quanto na estrada sem as mãos no volante, mas apenas por alguns segundos, pois um alerta sempre pede que o motorista toque a direção para manter-se alerta. Recomenda-se extrema cautela com essa tecnologia, especialmente em estrada com ondulações grandes, mesmo dentro do limite da via e em reta, pois tivemos que corrigir algumas vezes. Mas ainda não estamos num nível de automação elevado, pois a velocidade não varia sem um veículo na frente e nem há uma atenção quanto às curvas feitas em velocidade elevada.

Volvo-XC60-2018-Brasil-3 Volvo XC60 2018: detalhes, fotos, motor, consumo, preço

Volvo XC60 2018 – consumo

Cidade

Volvo XC60 T5 2018 – 8,4 km/litro na gasolina

Estrada

Volvo XC60 T5 2018 – 10,2 km/litro na gasolina

O consumo do Volvo XC60 T5 2018 tem um bom consumo, especialmente na cidade, onde um veículo de quase 2,2 toneladas. Na estrada, o crossover supera a geração anterior, que tinha consumo abaixo de 10 km/litro, mesmo sendo mais de 200 kg mais leve.

Volvo XC60 2018 – manutenção e revisão

O custo de manutenção do Volvo XC60 T5 2018, o custo de manutenção até 60.000 km, incluindo seis revisões, é de R$ 10.544. O valor muito elevado, mesmo para um SUV premium. E mais, as revisões são feitas a cada 10.000 km ou seis meses, um período muito curto também. Velas de ignição, óleo lubrificante, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, correia em “V” e correia dentada.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.0

10.000 km

R$ 949

20.000 km

R$ 1.849

30.000 km

R$ 949

40.000 km

R$ 2.349

50.000 km

R$ 949

60.000 km

R$ 3.499

Volvo XC60 2018 – ficha técnica

Motor

2.0 Drive-E

Tipo

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1969

Válvulas

16

Taxa de compressão

10,8:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 254 cv @ 5500 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 35,7 kgfm @ 1500 rpm

Transmissão

Tipo

Automática 8 marchas

Tração

Tipo

Integral

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

Braços sobrepostos, independente com barra estabilizadora

Traseira

Braços triangulares, independente com feixe de mola

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 21 polegadas

Pneus

255/40 R21

Dimensões

Comprimento total (mm)

4688

Largura sem retrovisores (mm)

1902

Altura (mm)

1658

Distância entre os eixos (mm)

2865

Capacidades

Porta-malas (litros)

505

Tanque (litros)

60

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

585

Peso em ordem de marcha (kg)

2115

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,32

Volvo XC60 2018 – fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

5.0

  • Leonel

    Curiosidade: não é MUITO mais carro que uma SW4, da vida? Principalmente, para os cowboys do asfalto?

    • MUITO MUITO

      • Leonel

        Pois é, eu também acho isso, agora, por que raios alguém, que tenha total acesso a uma CSS Volvo e etc, vai me gastar R$250 em um Toyota e deixar de levar esse Volvo…? Enfim…

        • Custo de manutenção. Volvo junto com land rover tem custo muito alto de manutenção. Na página do face da volvo vi um relato de um proprietário comentando do custo de 30 mil por uma embreagem, não me recordo o modelo, mas não era top de linha.

    • Leonardo

      Amigo, manutenção de Volvo faz BMW, Mercedes e Audi parecer trocado.

      • R_Wolf

        Mesmo valor dos concorrentes alemães e em alguns casos mais baratos, visto que a linha Drive-E tem revisão Tabelada.
        A revisão de uma XC90 gira em torno de 2 mil.

        • Leonardo

          Peças amigo, peças. Já quase comprei um Volvo, mas fui alertado por um amigo que qualquer coisa que quebre, tem que vim da Suécia a um preço extremamente exagerado.

          • R_Wolf

            Tive dois volvos e hoje tenho um alemão, os valores são os mesmos, inclusive levo o carro a uma concessionaria do mesmo grupo em que levava os volvos. O que me afastou da volvo é apenas a questão da revenda, que não existe e a questão da desvalorização (muito mais acentuada que a de um veiculo concorrente), no mais, são carros melhores para o uso no Brasil, com nosso asfalto terrível. Nos dois carros que tive, os pequenos problemas de peças, foram resolvidos a “preço justo” (Justo como semelhante ao de qualquer concorrente). Antigamente a revisão era ligeiramente mais cara, o que mudou com a inserção da tabela, assim como os alemães já faziam.

            • OtarioBrasileiro

              Já tive dois Volvos e fui pra MB. Nos Volvo’s, cada parada na ccs era no mínimo 10mil. Isso em 2012!!!

          • Traveller

            Seu argumento até seria bem plausível se os carros Volvo vivessem quebrando, mas são carros extremamente duráveis e têm garantia de 2 anos quando vendidos 0km.

            • A garantia só cobre defeitos de fabricação. E no geral o custo maior não é com troca de peças usuais como filtros, pneus , pastilhas de freio entre outros. O problema é peças como um espelho retrovisor com ponto cego que pode ser quebrado, um farol a Led quebrado numa pequena batida ou uma suspensão adaptativa que se danificou ao passar por um buraco. Fora a eletrônica embarcada que pode dar problemas depois da garantia, vide relatos de proprietários da land rover.

        • Cyro

          revisão tabela de 3 mil reais km

          • R_Wolf

            http://www.volvocars.com/br/proprietario/servico-manutencao/plano-revisao
            Sim a revisão de 60 mil kms custa de 3k, as outras normalmente 1.000 reais, novamente completamente dentro dos padrões do carro (No caso do XC90 chega a ser extremamente barato)
            Não adianta achar que Mercedes e Bmw ou Audi são diferentes disso, porque aplicam exatamente o mesmo valor.

      • Fernando Ferreira

        Balela!!! Digo isso pois estou em minha segunda Xc60…rodei mais de 100 mil km com elas…carro incrível!!! Confiável no motor t6 …manutenção com preço razoável, com itens de reposição mais baratos que uma captiva que tive…com a vantagem de ser bem mais durável…peças mais caras e específicas? No ebay, rockauto e volvoparts tem tudo!!! Com preço muito bom…

    • Lucas086

      Uma ruma de buraco negro de distância, quem puder manter a manutenção Volvo, que é cara, terás um ótimo carro.

  • ÓQUEI

    Ancioso para ver esse SUV desfilando nas nossas ruas. Que obra prima!

    • 1 Raul

      AnCioso?

      Burro, é hanciozo!

      • OtarioBrasileiro

        Huahuahua Tooopppp!!!!

  • Bruno Silva

    Muito carro, mas aumentou muito tbm. Era pra ter uma versão nas faixa dos 210mil. Vai ficar um buraco até a chegada do XC40, capaz da Volvo despencar nas vendas.

    • Filipe Melo

      Lembro que esse carro custava a um tempo atrás, no máximo 2 anos, a partir de uns 150k na versão T5 e a mais cara, a versão R T6 próximo ou superior a 200k.

    • Alessandro Rodrigues

      210 é muito forçado visto que a anterior tinha versões custando mais que isso. Pensei que haveria uma versão partindo dos 230 para abocanhar parte da SW4, no máximo. Mas esse aumento era esperado.

  • Brasileiro

    XC60 ou SW4, duvida cruel!

    • Lucas

      Ainda tem dúvida? Possuindo condições de fazer as manutenções, não existe nenhum argumento para defender a compra de um Toyota, nenhum.

    • arzanette

      eu iria de volvo com certeza,

    • Wanderson Bonifacio

      Se o Volvo vender 10% do Toyota pode considerar um sucesso

    • Traveller

      kkkkkkkk, ele tá só brincando…

    • OtarioBrasileiro

      Acho que sou mais uma Tiguan! Huahuahua

  • arzanette

    Vou passar na CEF para ver se consigo penhorar a sogra ira ser difícil mas vai que dar certo kkkkkk.

    • Gustavo73

      Pô tá valendo uma graninha hein

      • arzanette

        e que a velha tem uns terrenos ….. ai ja sabe vale uma grana legal paga o volvo a vista ….
        kkkkkk

        • O pior que existe quem ganhe um imóvel de herança e o venda para comprar um carrão importado kkkk.

  • FearWRX

    Acho um tanto caro mas sem dúvida iria nela no lugar de uma Discovery e PRINCIPALMENTE a SW4.

  • Darwin Rigamonti

    Planejando a compra de um usado daqui a uns 3 anos… 😂😂😂

    • OtarioBrasileiro

      Resto de rico! Fuja!

  • João R

    Curiosidade: Brasil é o único pais onde o pulo de uma versão para outra envolve esses acrescimos estratosféricos e com um cérebro do consumidor individualista mais preocupado em TER e ostentar do que em SER e preservar ->> XC60 indo de 180mil (caro) para 240mil (absurdo). Que palhaçada, simples assim!!!

    Curiosidade 2: F$%& the SW4!!!! Carro politicamente correto, manco em opcionais e caro, que nem sempre para qualquer dos produtos da japonesa. Não desmereço, mas daí a teimar em mante-lo como referência… gente me poupem!

    Curiosidade 3: Nesse país, absolutamente TODO o que passa por esse maldito cinto alfandegârio envolve especulação e mercado-nacional super inflacionado. Ano próximo com eleições, NENHUM lider de NENHUM partido político principal (todos eles com o R$%O presso no Lava-Jato) disponível, ainda menos oferecendo programas políticos eficientes que venham deixar nossa infraestrutura de estradas e industria automotiva (equiparável) aos produtos importados… é por isso que vem continuar se justificando esse cinto alfandegário. No momento de ter em solo nacional estradas com asfalto fiscalizado e veículos de 40-60-80 mil equiparáveis aos comercializados em solo USA-Europeu… a pergunta que não quer calar: Para que pagar trilhoes para importar??? Uma coisa é importar um veículo de nicho sport-luxo com motores acima de 300CV e outra bem diferente circular com produtos para seres mortais.

    Enfim… Brasil entrando em 2018 (genteeeeeeeee 2018, previa a nova era dos híbridos-elétricos) e ainda teimando com programas e sistemas políticos-alfandegários dos anos 70-80-90. Até quando?????

  • João Paulo Aguiar Jordão Maina

    Brasil é o país de idiotas mesmo, andei olhando site da volvo na europa e estados unidos, nestes a diferença de preço da versão antigo da XC60 com a atual (2018) varia de 1000 dolares a 1000 euros. Aqui no Brasil a diferença pode chegar a 80 mil reais, Alguém sabe dizer porque a Volvo está punindo seus clientes brasileiros? tenho uma XC60 2016, paguei perto de 160mil agora para eu ter uma nova terei que pagar 240 mil?????? tô fora.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend