*Destaque Linha 2020 Projeções Sedãs Volkswagen

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Este é o Voyage 2021.


Por muitos anos, tanto o Volkswagen Gol como o Volkswagen Voyage conseguiram se posicionar como líderes em suas categorias. Porém, defasados diante dos novos concorrentes, os modelos compactos da marca alemã perderam terreno e passara a vender menos.

Para tentar conquistar de volta a preferência dos consumidores, o Volkswagen Voyage chegou no modelo 2020 com mudanças significativas no visual e até mesmo a opção de câmbio automático de seis marchas, algo inédito na linha. Até então, o Voyage contava somente com o pacato automatizado i-Motion de cinco velocidades (que nada mais era que uma transmissão manual robotizada).

E agora, o VW Voyage 2021 ganhou novos itens de segurança, que se tornaram obrigatórios no Brasil, além do quase automático aumento de preços.

Voyage – história

Em maio de 1981, nascia no mercado brasileiro o Voyage. O sedã compacto da Vokswagen era o segundo da família BX e era o primeiro sedã da marca alemã no país desde o finado VW 1600L de 1971.

Logo o modelo começou a ganhar a simpatia do consumidor brasileiro, tendo inicialmente duas portas e depois com quatro portas. O motor era 1.5 e tinha 4 marchas, mas em 1983, surgira o MD 270 1.6.

Dois anos depois, surgiam os famosos motores AP 1.6 e 1.8. Em 1987 recebeu facelift e pouco depois começou a ser exportado para os EUA, recebendo o nome de Fox, junto com a perua Parati, batizada de Fox Wagon.

Este tinha motor 1.6 com injeção eletrônica e mudanças no visual frontal. Com a Autolatina, o Voyage ganhou motor CHT 1.6 da Ford e perdeu o AP 1.6. Em 1991, o sedã passa por mais um facelift. Sempre feito em Taubaté, nesse ano teve unidades feitas na Anchieta.

Três anos depois, o modelo sai de cena para dar lugar ao argentino Polo Classic.

Os anos se passaram a saudade do Voyage tomou muita gente. Para alegria de quem esperou tanto, a Volkswagen trouxe de volta o modelo já na quinta geração do Gol, lembrando que o sedã nunca passou pelas gerações anteriores, exceto a primeira.

Em setembro de 2008, cerca de 14 anos depois, o modelo voltou ao mercado nacional e muito diferente do anterior. Agora motor e câmbio eram transversais e os AP ficaram na memória…

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

O sedã que um dia ostentou nomes diversos no exterior, incluindo o clássico Fox, agora não poderia se dar tanto ao luxo, voltando a ser o Voyage de sempre, o irmão mais próximo do Gol. O motor era EA111 1.0 ou 1.6, ambos com quatro cilindros e 8 válvulas.

O modelo ficou bem equilibrado e ganhou até câmbio automatizado. Na sexta geração, o Voyage mantinha pretensão de ser o único sedã compacto da marca e chegou mesmo a ter uma versão premium com bancos em Alcantara, um luxo que poucos carros caros possuem.

Nessa altura, o Voyage começou a andar no salto e parecia querer mais, mas então a Volkswagen mudou sua estratégia de produto por conta de outro sedã, o Volkswagen Virtus, que fica acima dele na linha da marca, e abaixo do Jetta.

Assim como o Gol, seu irmão de três volumes teve que ser reposicionado. Perdeu-se o luxo, o Alcantara e até a chance de ter motor EA211 1.6 16V. O sedã poderia ter ido bem longe e quem sabe até recebido um câmbio automático de verdade ao longo dos anos.

Mas depois que o Voyage recebeu um câmbio automático de verdade, isso melhorou um pouco suas vendas.

Voyage 2021 – detalhes e novidades

Assim como o Gol, o Voyage 2021 teve como únicas alterações na nova linha a adição dos obrigatórios itens de segurança, que são o cinto de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, além do sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis.

Além disso, seguindo a mesma receita do irmão hatch Gol, o Volkswagen Voyage continua com seu visual mais robusto, marcado pela dianteira com formato bem mais imponente. A diferença é que a parte frontal da carroceria com formato mais elevado casou melhor com a traseira alongada do sedã do que os dois-volumes do hatch.

A dianteira é praticamente a mesma da picape Saveiro. Em comparação com a linha anterior, o Voyage tem um capô mais elevado com vincos mais marcantes, faróis com formato maior e mais espichado e uma grade também maior, que traz filetes cromados nas versões topo de linha.

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Há também um para-choque redesenhado, com uma nova tomada de ar na parte inferior central e faróis de neblina com formato trapezoidal em posição mais elevada. Para se adequar ao novo conjunto, os para-lamas dianteiros também foram redesenhados.

Nas laterais do Voyage nada mudou, com exceção das novas rodas de liga-leve e calotas. A traseira também segue inalterada.

O interior, por sua vez, passa a dispor de um novo painel de instrumentos com grafismo exclusivo. O painel permanece inalterado desde a linha 2019, quando o sedã compacto recebeu um redesenho no interior para seguir a modernidade dos concorrentes e acoplar as novas centrais multimídias com tela sensível ao toque.

A única novidade do Volkswagen Voyage na linha anterior 2020 foi a adição de um novo pacote de equipamentos opcionais, que foi vendido por tempo limitado. Trata-se do Urban Completo II – Limited Edition, também disponível para o Gol. Esse pacote tinha, entre outros itens, rodas de liga leve de 15 polegadas com desenho exclusivo.

Porém, dá para notar a idade do projeto do Volkswagen Voyage 2021 de atual geração (11 anos) pelas portas com desenho que não casa com o painel e que apresenta algumas economias, como tampas nos nichos da manivela dos vidros e também nos pinos das travas. O espaço também não é um dos melhores.

É uma pena que o modelo não tem mais a companhia da perua Parati, tão emblemática em nosso país. Além disso, o futuro do Voyage é incerto, pois o Virtus oferece mais espaço, conforto e tecnologia, e cada vez mais parece não haver sentido para os dois modelos.

Voyage 2021 – versões

  • Volkswagen Voyage 2021 1.0 MT
  • Volkswagen Voyage 2021 1.6 MT
  • Volkswagen Voyage 2021 1.6 AT

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Voyage 2021 – equipamentos

Volkswagen Voyage 2021 1.0 e 1.6 MT: sai de fábrica com itens como airbags frontais, freios ABS com EBD, cintos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, Isofix, alerta de frenagem de emergência, aviso sonoro de faróis acesos, suporte para celular, banco do motorista com ajuste de altura, vidros dianteiros e travas elétricas, desembaçador do vidro traseiro, direção hidráulica, ar-condicionado, banco traseiro rebatível, rodas de aço aro 14 com calotas, entre outros.

OPCIONAIS:

  • Urban Completo (R$ 3.360): “Keyless” – sistema de alarme com comando remoto, “Park Pilot” – sensor de estacionamento traseiro, 2 Luzes de leitura dianteiras e 2 luzes de leitura traseiras, Alças de segurança no teto, Chave tipo “canivete” com comando remoto, Coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, Espelhos retrovisores e maçanetas das portas na cor do veículo, Espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis com função tilt-down no lado do passageiro, Espelhos retrovisores externos com luzes indicadoras de direção integradas, Faróis de neblina, Lanternas traseiras escurecidas, Para-sol com espelho iluminado para motorista, Para-sol com espelho iluminado para passageiro, Pneus 195/55 R15, Rodas de liga leve 15″, Tampa do porta-malas com abertura elétrica, Travamento elétrico das portas e Vidros elétricos.
  • Interatividade “Composition Touch” (R$ 2.230): “I-System com Eco-Comfort” – computador de bordo, 4 alto-falantes e 2 tweeters, Sistema de som touchscreen “Composition Touch” com App-connect e Volante multifuncional com comando do sistema de som e “I-System”.
  • Interatividade “Media Plus” (R$ 1.120): 4 alto-falantes e 2 tweeters e Sistema infotainment “Media Plus” com bluetooth, MP3 e entradas USB, SD-card e AUX-IN.

Volkswagen Voyage 2021 1.6 AT: equipado de série com os mesmos equipamentos dos modelos manuais, além do motor 1.6 16V flex e câmbio automático.

OPCIONAIS: mesmos opcionais da versão acima.

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Voyage 2021 – preços

  • Volkswagen Voyage 2021 1.0 MT: R$ 58.590
  • Volkswagen Voyage 2021 1.6 MT: R$ 63.090
  • Volkswagen Voyage 2021 1.6 AT: R$ 67.970

Voyage 2021 – motores

Sob o capô, o Volkswagen Voyage 2021 pode exibir motorizações diferentes de acordo com a versão. O modelo mais básico da linha é equipado com o mesmo propulsor das variantes de entrada do up!, Gol e Polo. Trata-se do 1.0 MPI flex de três cilindros e 12 válvulas.

Este motor é fabricado em alumínio e conta com comando duplo variável de válvulas, sistema de refrigeração independente para bloco e cabeçote e sistema de partida E-Flex que dispensa o tanquinho auxiliar de gasolina para partidas a frio com etanol.

São 75 cavalos com gasolina e 82 cv com etanol, a 6.250 rpm, e torque de 9,7 e 10,4 kgfm, respectivamente, a apenas 3.000 rpm. Ele trabalha no Voyage 2021 juntamente com o câmbio manual MQ-200 de cinco marchas.

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Já a variante intermediária da linha do Voyage 2021 traz o 1.6 8V MSI flex de quatro cilindros, encontrado também no Gol, Fox, SpaceFox e Saveiro. Ele oferece 101 cv com gasolina e 104 cv com etanol, a 5.250 rpm, e 15,4 e 15,6 kgfm, respectivamente, a 2.500 rpm, e está acoplado à mesma transmissão manual MQ-200 de cinco velocidades.

A versão topo de linha traz o 1.6 16V MSI flex de quatro cilindros em combinação com o câmbio automático Aisin AQ160 6F de seis marchas com conversor de torque. Este mesmo aparato está disponível no Polo 1.6 AT e também no Virtus 1.6 AT, além do Gol 1.6 AT.

O motor traz 16 válvulas, bloco e cabeçote de alumínio, quatro válvulas por cilindro, duplo comando de válvulas variável na admissão e sistema E-Flex. Neste caso, são 110 cv com gasolina e 120 cv com etanol, a 5.750 rpm, e torque de 15,8 e 16,8 kgfm, respectivamente, a 4.000 rpm.

Voyage 2021 – desempenho

A Volkswagen informa que o novo Voyage 2021 1.0 manual consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 13,2 segundos e tem velocidade máxima de 173 km/h. O Voyage 1.6 manual, por sua vez, cumpre a mesma prova de aceleração em 10,5 segundos e alcança velocidade máxima de 186 km/h.

Já o Voyage 2021 1.6 automático, que traz um motor mais potente e forte, alcança os 100 km/h em 10,2 segundos e máxima de 190 km/h.

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Voyage 2021 – consumo

Volkswagen Voyage 2021 1.0 MT

  • Consumo cidade – 8,7 km/l com álcool e 12,9 km/l com gasolina
  • Consumo estrada – 10,5 km/l com álcool e 15,4 km/l com gasolina

Volkswagen Voyage 2021 1.6 MT

  • Consumo cidade – 7,5 km/l com álcool e 11,1 km/l com gasolina
  • Consumo estrada – 9,4 km/l com álcool e 13,3 km/l com gasolina

Volkswagen Voyage 2021 1.6 AT

  • Consumo cidade – 8 km/l com álcool e 11,1 km/l com gasolina
  • Consumo estrada – 10,1 km/l com álcool e 14,3 km/l com gasolina

Voyage 2021 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.0

Preços 1.6

10.000 km

R$ 494,94

R$ 559,50

20.000 km

R$ 557,24

R$ 621,80

30.000 km

R$ 484,94

R$ 549,50

40.000 km

R$ 716,74

R$ 842,50

50.000 km

R$ 484,94

R$ 549,50

60.000 km

R$ 557,24

R$ 621,80

Voyage 2021: preço, consumo, câmbio automático (detalhes e fotos)

Voyage 2021 – ficha técnica

Motor1.0 12V MPI1.6 8V MSI1.6 16V MSI
TipoDianteiro, transversal e flexDianteiro, transversal e flexDianteiro, transversal e flex
Número de cilindros3 em linha4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm³9991.5981.598
Válvulas12816
Taxa de compressão11,5:112,1:111,5:1
Injeção eletronica de combustívelMultipontoMultipontoMultiponto
Potência máxima líquida (ABNT NBR 5484)Gasolina: 75 cv @ 6.250 rpm / Etanol: 82 cv @ 6.250 rpmGasolina: 101 cv @ 5.250 rpm / Etanol: 104 cv @ 5.250 rpmGasolina: 110 cv @ 5.750 rpm / Etanol: 120 cv @ 5.750 rpm
Torque máximo líquido (ABNT NBR 5484)Gasolina: 9,7 kgfm @ 3.000 rpm / Etanol: 10,4 kgfm @ 3.000 rpmGasolina: 15,4 kgfm @ 2.500 rpm / Etanol: 15,6 kgfm @ 2.500 rpmGasolina: 15,8 kgfm @ 4.000 rpm / Etanol: 16,8 kgfm @ 4.000 rpm
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchasAutomática de 6 marchas com conversor de torque
Freios
TipoDisco ventilado / tamborDisco ventilado / tamborDisco ventilado / tambor
Direção
TipoHidráulicaHidráulicaHidráulica
Suspensão
DianteiraMcPherson, independente com barra estabilizadoraMcPherson, independente com barra estabilizadoraMcPherson, independente com barra estabilizadora
TraseiraEixo de torçãoEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e pneus
RodasAço de 14 polegadas ou liga-leve de 15 polegadasAço de 14 polegadas ou liga-leve de 15 polegadasAço de 14 polegadas ou liga-leve de 15 polegadas
Pneus 185/65 R14 ou 195/55 R15 185/65 R14 ou 195/55 R15 185/65 R14 ou 195/55 R15
Dimensões (mm)
Comprimento total4.2184.218 4.218
Largura sem retrovisores1.6561.6561.656
Altura1.4631.4631.463
Distancia entre-eixos2.4662.4662.466
Capacidades
Porta-malas (litros)480480480
Tanque (litros)555555
Carga útil com 5 passageiros mais bagagem (kg)440440440
Peso em ordem de marcha (kg)9471.0291.058
Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)0,3170,3170,317

Voyage 2021 – fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • Caio Oliva

    Só eu que senti um ar de Alfa 156 na coluna traseira? Rsrs

  • Franco da Silva

    Vejo que em várias especulações de Gol, Voyage, etc, quando o 1.0 TSI é citado, logo é a variante do Golf. Entendo que, pelo porte maior, sempre se espera a versão com mais potência, mas é preciso considerar também que 105 cv não é pouco. Pelo contrário, é a potência dos 1.6 até pouco tempo atrás, contado ainda com o torque maior e em menor rotação. Além disso, o consumo é consideravelmente menor.

    • Silvio Fabricio Oliveira

      A VW brasil Quer desovar o restante dos motores E A 111 1.6 pra ampliar a produção dos E A 211, eu acho que se a volks for lançar um turbo numa linha de baixo custo especialmente se for Gol e Voiage sera o de 105 pelo fato de atender bem veiculo com até 1.1 T de peso levando se em consideração o custo de produção pelo fato de exigir uma turbina de diametro menor bielas e valvulas de mesmo aspirado e ate o mesmo coletor de admissão sendo que á pressão do turbo é baixa porem eficiente. O TSI do Golf poderá equipar o SUV e a pik-up nova que pode não se chamar de saveiro.

    • Fabrício

      Lembrando que essa versão do Voyage 2018 1.0 TSI está ultrapassado. O modelo de 2019 até que entrega uma motorização mais potente…
      https://novoscarros.com.br/novo-voyage-2019/

  • carroair30

    Vamos continuar tentando!!!…….

  • Saulo Parente

    Se vier ao menos parecido com essa projeção sera o Sedan compacto mais bonito da categoria, se vier com o 1.0 TSI então, não vai ter pra ninguem !

    • A projeção da 4R. Achei mais interessante… E segundo a revista o novo Gol chegaria até Abril… E o Voyage em seguida. Mas do jeito que a 4R vem errando. Nem me animo com essa novidade tão cedo.

    • Artur

      “Sedan compacto mais bonito da categoria”
      Para mim está muito parecido é com qualquer outro sedan VW. Se fosse assim, o Jetta é o sedan médio mais bonito da categoria, o atual Voyage também é o sedan compacto mais bonito da categoria (já que não difere muito disso daí) e por aí vai…

      • Saulo Parente

        Amigo não compare uma categoria com outra, nessa leva de sedans compactos só temos Prisma e HB20s que realmente são bonitos, e na minha opinião esse carrinho da projeção tem um design muito superior ao voyage atual, a linha de cintura, traseira, caimento do teto, totalmente diferente, e ja diria um ditado ne, gosto não se discute !!

        • Artur

          Pra mim tá igual a todo VW: insosso, sem graça. Não vi nenhuma revolução de design como você está pressupondo.

          • Saulo Parente

            Se você ler novamente vai ver que não digitei nada relacionado a revolução !! Mas como falei e acredito que você não leu, gosto não se discute !!

            • Artur

              Você não disse nada sobre revolução e é porque isso realmente não existiu! Como já mencionei, está exatamente igual a todos os designs anteriores da VW: insosso e sem graça. Se você gosta de insosso e sem graça, respeito sua opinião! :)

    • Hater x Haters

      Mais bonito? Continua um design insosso e sem inspiração nenhuma! Hahahaha

      • DevXav

        Cada um com seu gosto, Hater.

    • syfus

      Mas hein? hauehauheau… com esse designer batido? =z

  • th!nk.t4nk

    Senhores, apresento a vocês o novo sedã da VW a partir de 70 mil. Aproveitem, agora isso aí é “carro médio”.

    • Gusbar Kuati

      Cara, é muito triste isso. Imagine esse carro com preço próximo ao atual, motor andador e econômico 1.0 turbo… putz, seria um carro e tanto! Tenho uma Merc. C180 e olharia com vontade pra esse novo Voyage.
      O problema é que o preço fará o carro ficar pior e mais feio. A VW vai socar a faca, muita gente desejando esse carro.

      • Artur

        Peraí, deixa eu ver se entendi: você tem uma Mercedes e “olharia com vontade” para o novo Voyage? Ou seja, você trocaria sua Mercedes em um Voyage? o.O
        Tá certo. São da mesma categoria… Rsrs

        • visanpai

          Permanência em categoria não é fator determinante para troca de veículos, pois realidades, perspectivas e anseios mudam no decorrer do tempo. Eu tenho um Cruze Sport6, mas tenho “olhado com vontade” Golf Variant, Traillblazer e até Up TSI.

          • Artur

            É… Tem razão. Às vezes o cara tá quebrado, né? A crise tá fodis mesmo…

            • Angelo Lucca

              Nem sempre… Um C180 pode ser mais antigo e estar precisando de uma manutenção mais onerosa que o dono não quer bancar, fora consumo de combustível, a bem da verdade, nem todo mundo precisa andar de Mercedes, de repente pode-se comprar um carro mais simples com uma manutenção beeeem mais em conta e usar o dinheiro para outras coisas mais importantes, afinal um desses ai pode te levar onde a C180 levaria e às vezes com mais confiança de chegar ao destino.

              • Artur

                Ou às vezes o cara tá quebrado mesmo. Porque descer do céu (Mercedes) para o inferno (Voyaginho) é osso hein! Rsrs

          • Gusbar Kuati

            Exato. Tb olho com desejo para o Up TSi. Tem momentos da vida que o status fica em segundo plano e a gente quer curtir outras coisas, inclusive e pq não, um consumo de combustível bem baixo.
            Na verdade eu gostaria de um Up TSi como segundo carro. Tb ando enjoado de câmbio AT, quero voltar pra um bom câmbio manual.

            • Thiago Pessoa

              Passei por situação semelhante. Sempre fui fã de carro automático, inclusive utilizando de todos os recursos que o câmbio poderia dispor. Acontece que quando tive o meu carro automático, senti essa necessidade de voltar pra um Manual. Eu acharia que seria como ar e direção, uma opção irreversível. Mas agora quero de todo jeito um carro MT6, da mesma forma que em 2014 eu só queria se fosse AT.

      • Carroças S&A

        Aqui tem coragem! Entendedores entenderão rs.

    • invalid_pilot

      Ia postar isso… O preço vai ser proporcional a modernidade do projeto

    • DevXav

      Viajou porque?
      Up! já está praticamente nos 60..

      Qual seria sua surpresa? hahahaha

      • th!nk.t4nk

        Se for um “quase Polo”, o preço faz sentido sim. Mesmo na Europa esse carrinho é caro. No Brasil o Gol nunca teve nem sombra de sua qualidade, e agora querem deixá-lo bem próximo sem aumentar preços? Aham… Carro médio tá indo pra cima dos 100 mil, essa é a realidade. E vem mais uma paulada de inflação esse ano, pode apostar.

  • Luciano Barbosa

    Estão faltando as super calotas, frisos, e um adesivo. E esse vinco a lá HB20? rsrs

  • R1 o comentário no1

    Projeção: Como deve surgir o novo Voyage 2018: Feio

    • Ricardo

      Bonito são Etios e Ka sedam. Hahaha

      • invalid_pilot

        Ka+ tem uma traseira tosca demais mesmo kkk

      • Hater x Haters

        Bonito é HB20 e Prisma. E quando lançarem as novas gerações desses (que será logo após o Gol) só quero ver o que a VW fará. Acho melhor ela ousar mais.

        • Mario Souza

          Sério que acha HB20 e Prisma bonito??? Putz gosta é F mesmo! Por dentro então… com radio no painel ficam horrorosos

    • Artur

      Feio não. Diria mais do mesmo.

  • Renato

    Mais do mesmo.

  • Daniel dos Santos

    mais do mesmo!!!

  • Ricardo

    Esperança de relançarem a Parati.

  • Dudu Pimentel

    Nessa projeção está parecendo um misto de Gol com Passat…interessante.

  • Pedro Neto

    credo… kkkk quem fez essa projeção com essa traseira adaptada?

  • Artur

    Será que o AT6 virá com o 1.0 TSI ou com o 1.6 MSI? Porque se for com o 1.6 já sabemos que não será grande coisa (vide exemplo do Golf)…

  • RKK

    Será que finalmente o Voyage terá um desenho traseiro decente ?
    E motor 1.0 TSI com câmbio Tiptronic AT6, freios à disco nas 4 rodas (conforme projeção), iria bombar !

    • Hater x Haters

      Vamos rir do iludido…

  • FocusMan

    Santana Chines, é você?

  • Snoop Dogg

    Não sei o que o povo espera de um carro nessa categoria, analisando os concorrentes do Voyage no Brasil, se ele vier igual esta na imagem será muito bonito.

    • Saulo Parente

      Concordo, achei muito bem resolvido !!

  • HugoCT

    Daqui tres anos só teremos carros acima de 40 mil. Uma pena. Voyage, Prisma e etcc a partir de 50 mil kkkk.

    • Leonardo

      Abaixo desse valor so temos mobi e up

      • Angelo Lucca

        Acho que não demora 3 anos pra nem Mobi e Up estarem acima de 40 mil…. De repente se a Cherry ficar por aqui, talvez tenhamos um QQ por 39.990,00 e olhe lá…. :(

  • Gustavo Zoch

    mais feio que bater na mãe

    • Mario Souza

      Me diz onde você viu as fotos para eu também dizer que é feio. Acredito que nenhuma pessoa com um pouco de inteligência faria uma análise baseado nessa simples foto!

  • IRA

    Nem precisa renovar a linha! Quer vender? Baixa os preços e para com esses “combos” malucos de opcionais que a coisa muda de figura. Em qualquer comparativo os VW sempre são os mais caros e pelados.

  • Ricardo Blume

    Até o momento somente a VW (só com o Up! e Golf) e a Hyundai lançaram seus três cilindros turbo. Muitas promessas e especulações mas nada realmente acontecendo com as outras montadoras. Este tipo de motor realmente será uma tendência no mercado brasileiro ou só fogo de palha? Esta é a impressão que tenho.

  • pedro rt

    a picape nao vai se chamar saveiro, pq ela ficara num segmento acima, ja o gol atual nas versoes 1.0 e 1.6 alem do fox devem sair de linha pra dar lugar a nova geracao do gol, so quem deve continuar e o trendline 1.0

  • Alessandro Rodrigues

    Vi um A3, aí. Nada novo.

  • Nardo DE Paula

    PARA MIM MESMO COISA DOS 2013 2014 COMO NAO MUDOU MUITO VOU COMPRAR UM 2014 POR AI ACHO QUE PODIA MELHORAR AS LINHAS DESSE CARRO.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email