VW T-Cross – reclamações, defeitos e problemas

VW T-Cross – Defeitos e problemas

O T-Cross é um dos queridinhos da VW, tem um conjunto interessante, já e possível encontra-lo usado, por preços mais atraentes que alguns de seus rivais seminovos ou 0km, por isso sua busca no mercado está em alta. Fizemos esse texto para te alertar das principais reclamações e defeitos do modelo.

t cross 2

Se você está procurando um SUV, provavelmente já cogitou o T-Cross, bom espaço interno, desempenho, pacote de opcionais interessante, com multimídia, assistentes de condução, boas notas de segurança e economia. Mas será que ele é tudo isso?

O SUV Crossover estreou no Brasil em 2019, compartilhando a plataforma do Polo, herdou do irmão também o motor e câmbio, já bem conhecidos no nosso mercado, é um bom conjunto, mas, como sempre tem alguns pontos de atenção, seja usado ou novo, abaixo listamos alguns deles:

Veja os detalhes do T-Cross 2024.

Acabamento interno ruim

Assim como em boa parte dos carros da VW, o acabamento carece de requinte.

Num primeiro momento ele é bonito e moderno, porém ao olhar cuidadosamente, vai notar que tem muito plástico duro, que, além de não passar o ar de sofisticação que deveria, pelo menos pelo preço do carro, ainda traz o problema a seguir.

T Cross 2 1

Barulhos internos

O já citado acabamento plástico faz muito barulho, principalmente se estiver comprando um carro usado, já passando dos seus 40 mil quilômetros, eu pessoalmente me sinto incomodado ao andar em um carro moderno e sofisticado que faz muito barulho, em carros mais antigos é totalmente aceitável, mas não em um carro de mais de R$ 100.000,00. Forração das portas, porta-malas e painel são os principais causadores da sinfonia, ao adquirir um usado, faça o teste com o som desligado em uma rua esburacada.

Suspensão com barulhos

Alguns exemplares fabricados entre 2019 e 2020 tiveram um Recall da suspensão, para fixação das bieletas, que podiam se soltar, inclusive causando acidentes. Se estiver comprando um usado desses anos, vale consultar se foi feito o Recall, verificando pelo número do Chassis.

Além disso, diversos relatos de barulhos na suspensão dianteira estão presentes na internet, fique de olho.

Multimídia trava

A central multimidia apresenta travamentos e superaquecimentos, fazendo com que ela reinicie em momentos aleatórios. Segundo a montadora o problema vem sendo resolvido através de atualizações, mas não custa nada testar.

Farol com infiltrações

Infiltrações no farol são bem comuns, devido à má vedação, não costumam causar danos ao DRL ou lâmpadas, mas de qualquer forma é bom dar uma olhada se não tem sinal de vapor ou manchas por dentro dos faróis.

Eixo traseiro pode trincar

Além da suspensão dianteira, houve outro Recall envolvendo o T-Cross, o do eixo traseiro que corria o risco de trincar e eventualmente partir, os exemplares envolvidos foram produzidos entre 3 de maio e 22 de julho de 2019.

Apoio de cabeça traseiro

Mais um recall, esse recente, foi do encosto de cabeça traseiro central, que pode destravar e descer, fazendo com que perca sua função em um acidente. As unidades envolvidas foram fabricadas em 2023.

Porta-malas pequeno

O porta-malas do T-Cross foi um pouco sacrificado para melhorar o espaço interno, são 373 litros, o que é pouco comparado com alguns rivais, se isso for um ponto crucial para seu dia-a-dia, confira se o tamanho dele te atende.

Nova geração

Em outros mercados vai estrear em 2024 uma nova geração do T-Cross, então se a sua ideia é adquirir um 0km, talvez valha a pena esperar e comprar o novo, ou comprar a geração atual com desconto quando estrear a nova.

Versões de entrada “peladas”

As versões mais baratas do T-Cross, costumam vir com poucos opcionais, então talvez aquela unidade que está mais em conta não te atenda tão bem quanto uma que custa um pouquinho mais, mas traz mais itens de conforto e segurança. Compare bem as unidades que tem à disposição, as vezes compensa investir um pouquinho mais numa mais completa.

Desempenho modesto

Essa daqui é polêmica, os amantes do três cilindros turbo que me perdoem, mas as versões 200 TSI (1.0 turbo), tem bastante vigor na cidade, em grande parte pelo conjunto de turbina e motor bem acertado, mas não tem o mesmo folego na estrada em altas rotações.

Ele perde para alguns rivais 2.0 aspirados, por exemplo, não é a proposta do carro, então se o uso é predominantemente rodoviário, a versão 250 TSI (1.4 turbo) é preferível, pode inclusive ser mais econômica em algumas condições.

Custos de manutenção elevados

Não é exclusividade do T-Cross, mas os custos de manutenção dos carros estão elevados, nesse caso específico, a troca do kit de correias pode ultrapassar os R$ 2.000,00, contando com a mão de obra, principalmente quando comprar as peças diretamente na concessionária, algumas praticam preços absurdos em alguns componentes, fizemos um guia pra te ajudar a economizar e evitar peças falsas.

Cuidados de manutenção

Além dos custos, a manutenção é mais delicada e trabalhosa, o carro é cheio de sensores e requer uma mão de obra com conhecimento, não adianta levar para qualquer um que o prejuízo é maior.

Se o antigo dono não foi cuidadoso com o carro, pode te trazer prejuízos, usar óleo errado, combustível de má qualidade e não fazer as manutenções preventivas causam ainda mais problemas em motores como os TSI.

Fique atento a qualquer barulho estranho, oscilação na marcha lenta ou fumaça ao acelerar o carro, e em caso de dúvida, leve para um mecânico de confiança, uma troca de turbina, por exemplo, dificilmente vai sair por menos de R$ 4.000,00.

Conclusão

T Cross 1 1

O T-Cross é uma ótima escolha, tem mecânica robusta, boa economia de combustível, mas peca nos detalhes de acabamento.

Se possível opte pelas versões mais completas, com mais opcionais e motor 1.4 TSI.

É muito importante pegar um carro já revisado, se tiver muita coisa pra fazer, vai acabar saindo caro, devido ao preço das peças e da mão de obra.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



c12OrqyAeQ65CANuSaRgcOXX3cvWvBvO3VrU zKQNKMIjAIN28coKUHnlTgz76QZ90
Autor: Luca Magnani

Engenheiro mecânico na indústria automotiva, pós graduado pela Universidade da Indústria do Paraná em Engenharia de veículos elétricos e híbridos.