Honda Manutenção Preços

Revisão Honda: preços e detalhes

honda-crv-2019-2-1024x682

A Honda tem um plano de revisões semelhante ao da maioria das marcas vendidas no Brasil. A marca japonesa é conhecida pela qualidade de construção de seus modelos, mas diferentemente do praticado no mercado, não divulga os valores de revisão de sua gama de produtos. Isso é muito ruim para a marca e para o consumidor.


No primeiro caso, apesar da boa imagem no mercado, nem todo mundo vai ficar satisfeito em não ter uma informação básica como esta, ainda mais em tempos onde os valores do pós-venda são destacados em apresentações dos fabricantes diante da imprensa e até tema de campanhas publicitárias. No segundo caso, obriga o consumidor a pesquisar tais informações nos concessionários.

Em tempos recentes, cada revenda cobrava o que deseja em marcas que não tinham por filosofia institucional divulgar os custos dos concessionários, mas isso não é o caso da Honda, que de fato tem preços tabelados, embora não divulgados. Então, para trazer essa informação ao leitor do NA, buscamos a assessoria de imprensa da marca japonesa, que gentilmente cedeu uma tabela com todos os valores revisões, praticados em todo o Brasil.

Bom, então vamos ao tema desta matéria. No site institucional, que reúne automóveis, motos e produtos de força, a Honda destaca seu pós-venda, onde é possível obter manuais dos modelos atuais e antigos, tais como os modelos Prelude e Legend, por exemplo. A marca também enfatiza sua garantia de 3 anos sem limite de quilometragem, assim como o Express Service. Nesse caso, com exceção de revisões de 40.000 ou 80.000 km, onde demandam mais tempo, as demais podem ser feitas em até 60 minutos após a verificação gratuita de 27 itens.


Todos os serviços básicos de revisão são executáveis nesse período de tempo, incluindo troca de óleo e filtro, troca de filtro de ar e ar-condicionado, substituição de escapamento, alinhamento e balanceamento, troca de lâmpadas e palhetas dos limpadores, substituição das pastilhas e retífica dos discos de freio, além de troca do extintor de incêndio. Há também um tópico com recomendações diversas de como manter o carro da Honda, incluindo retoques de pintura, polimento e lavagem.

A Honda também tem assistência 24 horas por dois anos com cobertura no Brasil, Argentina, Uruguai ou Paraguai. Esta inclui carro para retorno ao domicílio, guarda ou depósito do veículo, socorro e reboque, além de hospedagem para até cinco pessoas, partida na bateria, perda ou roubo de chaves e pane seca.

As revisões são feitas a cada 10.000 km e as duas primeiras possuem mão de obra gratuita, mas no que diz respeito aos valores, a marca cobra mais alto e diferencia motores e transmissões. Interessante é que a Honda indica no tópico de Peças Genuínas, marca e medidas dos pneus de cada modelo novo ou antigo. O serviço de Oxi-Sanitização do ar-condicionado também é feita nas revendas para limpeza geral do sistema de climatização. A parte de recall é bem destacada no site da marca, tanto para carros quanto para motos. E então, quanto custam as revisões dos carros da Honda? Confira abaixo os valores e detalhes.

Fit

honda-fit-2018-NA-2-1-1024x682

O Honda Fit tem um custo de revisão mais alto que a média. Com diferenciação entre manual e CVT, o monovolume nipônico tem custo até 60.000 km de R$ 4.434,86 para o manual da versão DX, enquanto as demais, com câmbio CVT, cobram R$ 4.819,84. Na revisão de 40.000 km, a diferença chega a R$ 338,82. Ela é também a mais cara do modelo, que começa com um preço inicial bem baixo e cobra acima de R$ 1 mil também na de 60.000 km. A minivan utiliza motor 1.5 i-VTEC FlexOne com 115 cavalos na gasolina e 116 cavalos no etanol.

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços MT

Preços CVT

10.000 km

R$ 228,55

R$ 274,71

20.000 km

R$ 412,52

R$ 412,52

30.000 km

R$ 488,11

R$ 488,11

40.000 km

R$ 1.428,76

R$ 1.767,58

50.000 km

R$ 488,11

R$ 488,11

60.000 km

R$ 1.388,81

R$ 1.388,81

Total

R$ 4.434,86

R$ 4.819,84

City

Honda-City-2018-EX-8-1024x682

O sedã compacto da Honda tem um custo com revisões até 60.000 km um pouco mais alto que o do Fit, no caso da versão manual. Com transmissão CVT, o City mantém o mesmo valor que o monovolume. Chama atenção que itens como controles de tração e estabilidade, assim como assistente de partida em rampa, ausentes do modelo, não interferem no valor das revisões. Ou seja, tecnologias que não acrescentam custo no pós-venda, mas que garantem mais segurança. O modelo utiliza o mesmo motor 1.5 i-VTEC, que entrega 15,2 kgfm na gasolina e 15,3 kgfm no etanol.

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços MT

Preços CVT

10.000 km

R$ 274,71

R$ 274,71

20.000 km

R$ 412,52

R$ 412,52

30.000 km

R$ 488,11

R$ 488,11

40.000 km

R$ 1.428,76

R$ 1.767,58

50.000 km

R$ 488,11

R$ 488,11

60.000 km

R$ 1.388,81

R$ 1.388,81

Total

R$ 4.481,02

R$ 4.819,84

WR-V

honda-wr-v-NA-108-1-1024x682

O Honda WR-V, uma minivan convertida em crossover, apresenta um custo com revisões até 60.000 km um pouco abaixo de Fit e City, totalizando R$ 4.535,43. Apesar de vir apenas com transmissão CVT, que garante conforto e economia, o modelo assusta ao cobrar exorbitantes R$ 1.922,22 pela quarta revisão! Nas demais, o valor mais alto fica pouco abaixo de R$ 900. Assim como os demais, cobra bem pelo período completo. Essencialmente um Fit com reforços estruturais e de suspensão, bem como alteração estética, o WR-V quase que obriga sua revenda antes dos 40.000 km devido ao alto valor cobrado. O motor é o mesmo da dupla do qual deriva.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços CVT

10.000 km

R$ 290,96

20.000 km

R$ 428,77

30.000 km

R$ 504,36

40.000 km

R$ 1.922,22

50.000 km

R$ 504,36

60.000 km

R$ 884,76

Total

R$ 4.535,43

HR-V

honda-hr-v-touring-2017-1-1024x576

Maior, mais confortável e dotado de bagageiro superior, fora a performance ampliada com o motor 1.8 i-VTEC FlexOne, o Honda HR-V em comparação com o WR-V, tem um custo de revisão até 60.000 km um pouco maior, mas a diferença no CVT é de apenas R$ 30,73, o preço de um litro de óleo no mercado. Os valores são parecidos com os de outros compactos da Honda, mas a de 60.000 km é  a revisão mais cara. O modelo tem motor 1.8 i-VTEC FlexOne com 139 cavalos no etanol e 140 cavalos na gasolina, bem como 17,5 e 17,7 kgfm, respectivamente. Note que a ênfase é no consumo com o derivado de petróleo.

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços MT

Preços CVT

10.000 km

R$ 274,71

R$ 274,71

20.000 km

R$ 442,86

R$ 442,86

30.000 km

R$ 488,11

R$ 488,11

40.000 km

R$ 1.113,40

R$ 1.429,60

50.000 km

R$ 488,11

R$ 488,11

60.000 km

R$ 1.442,77

R$ 1.442,77

Total

R$ 4.249,96

R$ 4.566,16

Civic

civic-2018-9-1024x682

O Civic tem custo de revisão até 60.000 km na média dos modelos compactos da Honda, mas cobra bem menos quando a versão é a Touring, chegando a R$ 1.284,83 de diferença entre as versões com CVT. No 2.0, que tem câmbio manual ou CVT, o sedã entrega 150/155 cavalos com 19,3/19,5 kgfm, respectivamente com gasolina e etanol. No Touring, o motor é o 1.5 VTC Turbo de 174 cavalos e 22,4 kgfm.

Revisão

Custo

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 2.0 MT

Preços 2.0 CVT

Preços 1.5 Turbo CVT

10.000 km

R$ 290,96

R$ 274,71

R$ 163,12

20.000 km

R$ 466,35

R$ 457,34

R$ 289,75

30.000 km

R$ 504,36

R$ 547,79

R$ 624,44

40.000 km

R$ 1.136,89

R$ 1.387,65

R$ 970,69

50.000 km

R$ 504,36

R$ 488,11

R$ 315,55

60.000 km

R$ 1.466,26

R$ 1.457,25

R$ 964,47

Total

R$ 4.369,18

R$ 4.612,85

R$ 3.328,02

Civic Si Coupe

Honda-Civic-Si-Coupé-2018-8-1024x740

O cupê esportivo da Honda tem custo pouco acima do Civic Touring, mas seu motor 1.5 VTC Turbo entrega 208 cavalos e 26,5 kgfm. O câmbio é manual de seis marchas. A revisão mais cara é a de 60.000 km.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.5 Turbo MT

10.000 km

R$ 163,12

20.000 km

R$ 289,75

30.000 km

R$ 927,51

40.000 km

R$ 564,13

50.000 km

R$ 315,55

60.000 km

R$ 1.176,08

Total

R$ 3.436,14

CR-V

honda-crv-2019-1-1024x682

No recém-lançado SUV, a Honda cobra menos que os compactos da marca, tendo um custo com revisões pouco acima dos Civic e Civic Si Coupe. As revisões de 40.000 km e 60.000 km são as mais caras, apesar de que a primeira custa quase a metade no cupê esportivo, que basicamente usa o mesmo motor do CR-V. Este, por sinal, entrega 190 cavalos e 24,5 kgfm. Também tem CVT e vem com tração AWD.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.5 Turbo CVT

10.000 km

R$ 163,12

20.000 km

R$ 273,63

30.000 km

R$ 624,44

40.000 km

R$ 1.002,00

50.000 km

R$ 315,55

60.000 km

R$ 1.310,89

Total

R$ 3.689,63

 

COMPARTILHAR:
  • ObservadorCWB

    Civic Si é mais barata que irmão ???

    • Eduardo Alves

      Combram caro no carro e depois falam que o custo de revisao e barato. E tem dado certo (pra eles).

  • REDDINGTON

    Essa de ter preço tabelado como consta no texto é uma meia verdade…como dito, no site NÃO consta os preços, então existe diferença de preços entre concessionários sim!!! Vc não acha no site da Honda, mas pelas várias concessionárias Honda do país que tem site vc pode ver o preço e constar diferenças…Achei errado não colocarem o valor da revisão da CRV até 2017…podiam muito bem ter colocado das duas, se colocaram as 3 do Civic.

    • Louis

      E isso é a revisão básica. Qualquer pecinha a mais que precise trocar, vem uma facada. E tem a empurroterapia também.

      • REDDINGTON

        To no meu terceiro Honda e nunca sofri “ataque” dos consultores pra empurroterapia..Mas deve ter, apesar que BEM menos que outras.

      • F30FLORIPA

        Quem tem/teve Honda, sabe que isso não é verdade.

        • Louis

          Eu já tive Honda, e meu pai tem Toyota. Em todas marcas tem concessionária que age assim.

          • Eric PB

            Não tenho nenhuma das duas marcas, mas isso é da prática da concessionára, do grupo que é dono da mesma. Eu, quando vou na revisão, ligo, agendo, pergunto o preço pra bater com o site…se não estiver eu questiono e deixam no mesmo preço e já aviso: ”sem me cobrarem quando for buscar o carro por surpresinhas, não vou pagar” e sempre funcionou.

  • Zé Mundico

    Olhando por cima são até valores razoáveis, pelo menos até os 50 mil km.
    O bicho só pega depois dos 60 mil, mas aí pela média o carro já deve ter uns 4 anos. Dentro da média.

  • carlos4carros

    Achei curioso que os importados de categoria superior apresentam menor custo de revisão que os nacionais de categoria inferior (obs: no caso do Civic, as versões com motor aspirado tem revisões mais caras que as turbo). Para mim isto é um pouco confuso…

    • ObservadorCWB

      Os donos de Hyundai comentam o mesmo. Dias atrás assisti um vídeo sobre a manutenção da TORO da Fiat. É uma verdadeira palhaçada tipo: extrair um cárter exige a remoção de uma dúzia de parafusos de TRÊS tipos deferentes, não tem acesso ao tanque de combustível, trocar um amortecedor exige que se removam inúmeras outras peças….enfim, a MO fica muito mais cara do que outro projeto mais racional em termos de manutenção.

      • Zé Mundico

        Isso que você descreveu é típico de projetos feitos seguindo vários sistemas construtivos diferentes e que não mantêm entre si uma coerência estrutural.
        Ou seja, é um projeto feito na base do “arranjo” e num certo “improviso” industrial. Daí essas discrepâncias mecânicas que encarecem a mão de obra por dificultar a vida do mecânico.
        Sem falar que esses projetos não apresentam muita confiabilidade nem qualidade, coisa bem típica de tudo que tenha Fiat no nome.

    • Rodrigo Leite

      O motor turbo tem menor cilindrada e exige menos óleo na troca. Isso, por sí só, reduz o valor da revisão.

  • Fabio Marquez

    Fiquei curioso para saber o que trocam nas revisões de 40k e 60k para elas serem tão caras.

    • Zé Mundico

      Não chega tanto a ser trocar e sim ter mais itens para verificar nos sistemas (elétrico, hidráulico, transmissão, freios,arrefecimento, juntas, buchas, etc e tal).
      E tudo isso exige mais mão de obra e tempo tem preço.

    • celsomir

      Então, na HRV em 40k, é trocado o oleo do CVT e tem verificação/aperto de válvulas. Teria que abrir a tampa das válvulas pra fazer esta verificação e portanto substituir a junta. Tive uma péssima experiência na concessionária onde não abriram a tampa e me cobraram o serviço. E além disto incluíram limpeza de ar-condicionado que eu não autorizei. Tive que pedir reembolso de tudo isto. Fiquem atentos. Não é porque é Honda que não acontecem problemas com a concessionária!

    • Rodrigo

      No meu Civic a revisão de 40 mil (e seus múltiplos) km tinha o valor divulgado mais alto porque no manual recomendava-se a verificação e ajuste das válvulas do motor (VTEC). Entretanto isso nunca foi feito nem cobrado, já que não precisava. Quando questionei o mecânico e a fábrica eles informaram que o tempo de abertura (e consequentemente a necessidade ou não de ajuste) era possível de ser verificado via scanner e também um sinal sonoro tipo tectectec com o motor em diferentes regimes. Se não faz não precisa.
      Só não entendi porque isso consta no manual tão tacitamente “realizar ajuste” e não “verificar se é necessário o ajuste e realizar caso necessário”

      • Fabio Marquez

        No Corolla desde 2010 se não me engano os tuchos são hidráulicos, acho que aqui no Brasil só a Honda ainda mantém os tuchos mecânicos que vez ou outra precisam de ajustes…

        • Unknown

          E ainda cobram mais caro por isso? Não questionando a qualidade mecânica da Honda, mas me parece uma tecnologia ultrapassada que já deveria ter sido abolida.

    • Unknown

      Na de 40k troca-se as velas, se eu não me engano. Pelo menos a do meu carro é isto que encarece.

    • Rodrigo Leite

      Troca do óleo da transmissão CVT

  • Miguel

    ACABEI de fazer a revisão no HR-V na revenda de Botafogo-RJ.
    O preço? 1.630,00.
    Mandei instalar um sensor de estacionamento traseiro depois de comprar o carro novo, não durou 1 ano…
    Depois de duas visitas e garantia na autorizada sem arrumar pq voltava a dar defeito, desisti.
    Agora nessa revisão estava fora da garantia e não teria conserto, e quiseram me vender um novo por mais de 500,00. Claro que não aceitei, mas tive que fazer um polimento pra me livrar daquelas batidinhas nas portas que a gente leva dos outros, e lá se foram 2.400,00.
    Compro outro Honda? Pelo que oferece e pelo preço que se paga no carro? NÃO!

    • Vinicius Lima Santos

      Dificil alguma concessionaria prestar bom serviço, independente da marca. Eu tenho pra mim que é ‘menos pior’, ter um carro importado, pelo menos as chances de dar problema é menor, visto que tudo que é fabricado por aqui costuma dar mais dor de cabeça.

      • Mambo Ted

        O valor das revisões dos importados são mais altas, porém são realizadas por profissionais com treinamento melhor e especifico. Tenho 2 importados e 1 nacional, nos importados todas as vezes eu peço para não realizar a lavagem ( Audi 180 reais a menos, mb 230 reais a menos) sim esses valores ridículos e absurdos. Audi tem um pos venda excelente, agendamento perfeito , em 1 h esta realizada a revisão. Mb é muito bom, mas peca no tempo de serviço. Já tive bmw revisão péssima.

        • ObservadorCWB

          Olhando o preço realmente parece um absurdo, mas em Curitiba ouso dizes que na MB “vale a pena” a lavagem…. não é aquilo que costumamos ver por aí.

          • Mambo Ted

            Por aqui faço 3 higienizacoes com o preço da ccs.

        • Thiago

          No RS a MB não cobra lavagem e ainda te levam e buscam de SLK. ) preço cobrado foi exatamente o do site, R$ 2.000,00 aproximadamente pela revisão de 40.000 km (até fluido de freio foi trocado). Não há empurroterapia.

          • Mambo Ted

            Pede para não lavar que irá economizar. Só fiz de 30 mil , pois as 2 primeiras eram “ cortesia”

    • Paulo Lopes Jr

      Tenho um Civic EXR 2016 preto. Na concessionária só faço as revisões básicas. Concessionária não quer dizer que o serviço é melhor. Em fevereiro fiz um polimento em loja particular e a lataria ficou espetacular. Jamais faria em concessionária, fora que cobram um absurdo pelos serviços extras.

      • Miguel

        Pois é, esse foi meu erro. Se tivesse levado num desses “conserta tudo” que tem aqui nos shoppings ficaria melhor! Rs

      • Unknown

        Você tem razão! Concessionária, somente revisão básica, para manter a garantia!

    • fsjal

      Tenho a mesma opinião.
      Tive um Fit 2016 EX, vendi e não compro outro Honda

  • fsjal

    Tô pra ver carro mais supervalorizado que os da Honda e da Toyota…

    Tive um Fit EX 2016 pra nunca mais pisar numa concessionária Honda. Preço de compra absurdo, valor de revisão fora da curva (fora o atendimento ruim e nem lavar o carro lavavam) e o carro não tinha absolutamente NADA. Nível de equipamentos baixíssimo, acabamento simples e barulhento (três idas na concessionária e ninguém resolveu), motor áspero e ruidoso.

    Hoje meu irmão tem um Civic Touring e nem ele consegue enxergar como um carro desse vale 120 mil reais.

  • Ronaldo G. Ribas

    Na totalidade das concessionárias os valores citados como “preço fixo” são apenas um atrativo para manter os clientes. Na revisão dos 10.000 km acrescentam a oxi-sanitização (R$ 130,00) + filtro de cabine (R$ 76,00) + alinhamento e balanceamento de rodas (R$ 160,00) + lubrificação de portas e mais algumas manutenções dependendo da marca. Ou seja, o custo total é muito maior que o valor apresentado no site. Para escapar da “empurroterapia” é preciso chegar à concessionária com estes itens já realizados ou não os deixar realizar. No caso da Honda as revisões de 40.000 km são muito caras pois deveriam realizar a troca de parte do fluido da CVT e regular válvulas, porém em alguns casos são cobrados os serviços e não realizados. Cabe a cada consumidor analisar se vale a pena levar seu veículo para revisões em concessionárias ou em oficinas independentes que trabalham com tecnologia, confiança e custo menores.

  • cepereira2006

    Gostaria de ver uma matéria sobre este CR-V com motor turbo, consumo, como anda…NA

  • afonso200

    cade o ACCORD ???????????????? as dele sao ridiculas de 80mil km custa 5mil reais

  • Ainnem Agon

    A Honda está com a linha de design MAIS FEIA da atualidade. Alegadamente. Alegadamente.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email