Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

A categoria do segmento de crossovers está em completa ascensão no mercado brasileiro. Para se ter uma ideia, em 2020 os dois carros mais vendidos da categoria (T-Cross e Renegade) conseguiram emplacar, juntos, quase 117 mil exemplares. Os dois ficaram entre os oito modelos mais vendidos do país, o que realmente é algo bastante significativo.


Já em 2021, a dupla que lidera o segmento mudou (Renegade e Creta), mas já somou 74.100 unidades em apenas seis meses.

Isso mostra que os brasileiros estão cada vez mais interessados em crossovers. Levando em conta que em praticamente todos os segmentos acima dos modelos populares existe maior atração pelos carros equipados com câmbio automático, decidimos elaborar um ranking que mostra quais são os mais baratos desse segmento sem o pedal de embreagem.

No ranking abaixo, listamos os dez crossovers com câmbio automático mais em conta disponíveis em nosso mercado (o mais barato deles custa menos de R$ 69 mil).

Leia também: carros automáticos mais baratos 2021

Confira:

1) Chery Tiggo 2 Smile 1.5 AT – R$ 80.650

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

Confira as mais de 150 listas Top 10 que temos no nosso site!

A primeira colocação é do Chery Tiggo, o único a se posicionar na casa dos R$ 80 mil. Ele oferece um motor 1.5 litros a gasolina de quatro cilindros, que desenvolve 115 cv e 14,9 kgfm, com uma transmissão automática de quatro marchas. O modelo alcança os 100 km/h em 15 segundos e tem velocidade máxima de 170 km/h.

Na lista de equipamentos de série, há airbags frontais, freios ABS com EBD, sensor de estacionamento traseiro, luzes de condução diurna em LED, lanternas traseiras em LED, rodas de liga-leve aro 16, direção hidráulica, ar-condicionado, trio elétrico, retrovisor interno com bússola, sistema multimídia, bancos revestidos em couro, banco do motorista e volante com ajuste de altura, controle de cruzeiro, volante multifuncional, entre outros.

2) Honda WR-V LX – R$ 90.900

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

O Honda WR-V, confundido com o Fit pela maioria das pessoas, ganhou a versão LX como sua nova opção de entrada, o que o deixou com um preço mais interessante.

A lista de itens de série dessa versão é composta, entre outros equipamentos, por rodas aro 16, direção elétrica progressiva, freios ABS com EBD, luzes diurnas em LED, ar-condicionado, sistema de som com Bluetooth e USB, câmera de ré, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade e volante multifuncional.

O motor é 1.5 16V de 116 cv e 15,3 kgfm de torque, com transmissão CVT.

3) Jeep Renegade STD 1.8 AT – R$ 92.990

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

Modelo mais procurado nesse segmento, o Jeep Renegade acertou ao ter uma versão mais barata para brigar com qualquer concorrente, inclusive os chineses. Oferecendo um nome e um visual que agradam a maioria, o modelo oferece motor 1.8 flex de 135/139 cv e 18,7/19,2 kgfm de torque, que é associado a uma transmissão automática de 6 marchas.

Não espere pelo mesmo visual e lista de equipamentos das versões mais caras, especialmente as que tem motor diesel. Mas o Renegade STD vem com ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, chave canivete, computador de bordo, controles de estabilidade, tração e anti-capotamento, direção elétrica, freio de estacionamento eletrônico, assistente de partida, luzes diurnas, piloto automático, rodas de 16 polegadas, start-stop, entre outros.

4) Chery Tiggo 3X Turbo Plus – R$ 94.990

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

A quarta posição em nossa lista tem uma das novidades mais recentes no mercado brasileiro, o Tiggo 3X. A novidade da Chery é a atualização do Tiggo 2 (que segue sendo vendido) e vem com motor 1.0 turbo de 102 cv e 17,1 kgfm, ligado ao câmbio CVT.

Em sua lista de equipamentos, ele vem com multimídia de 9 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, assistente de partida em rampa e assistente de descida, controle de tração e estabilidade e um porta-malas de 420 litros.

5) Hyundai Creta Action 1.6 AT – R$ 96.490

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

Uma das versões mais baratas do Creta, e uma das melhores opções do segmento, é a Action. Custando pouco mais de R$ 96 mil, essa configuração vem com motor 1.6 de 130 cv e 16,5 kgfm de torque, além de câmbio automático de seis marchas.

Ele vem equipado com rodas de 16 polegadas, airbag duplo, monitoramento de pressão dos pneus, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, ar-condicionado, direção elétrica, volante com regulagem de altura e profundidade, sensor de estacionamento, piloto automático, volante multifuncional, rádio com Bluetooth, entre outros.

6) JAC T40 CVT Plus – R$ 98.490

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

O JAC T40 Plus cobra quase R$ 99 mil por sua versão automática mais barata, com câmbio do tipo CVT. O motor é o 1.6 16V de 138 cv e 17,1 kgfm de torque.

Entre os principais itens de série estão as rodas de 16 polegadas, freios ABS com EBD, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, assistente de frenagem, monitoramento de pressão dos pneus, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, faróis com regulagem de altura, sensor crepuscular, start/stop, ar-condicionado digital, entre outros.

7) Renault Duster Zen 1.6 CVT – R$ 98.490

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

O renovado Renault Duster perdeu algumas versões e ficou bem mais cara quando oferece o câmbio automático. Isso o fez cair para a sétima posição dessa lista. Ele continua tendo um bom espaço interno, mas melhorou bastante seu visual antes cansado e a oferta de itens de série.

A versão mais barata com câmbio automático é a Zen, com motor 1.6 e transmissão CVT. Esse conjunto, que entrega 120 cv e 16,2 kgfm de torque, leva o modelo de 0 a 100 km/h em 12 segundos e atinge uma velocidade máxima de 173 km/h (números melhores que a versão anterior).

Como itens de série, essa versão do Renault Duster conta com airbags frontais, freios ABS, faróis com assinatura em LED, ar-condicionado, direção elétrica, vidros, travas e retrovisores elétricos, rodas de liga-leve de 16 polegadas, rádio com Bluetooth, entre outros.

8) Citröen C4 Cactus Live 1.6 AT – R$ 99.990

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

O Citröen C4 Cactus é uma boa opção para quem busca um modelo mais moderno e recente. Em sua versão Live, o modelo oferece motor 1.6 de 122 cv e transmissão automática de 6 marchas.

Os itens de série incluem luzes diurnas em LED, lanternas com efeito 3D, painel digital, rodas aro 17, câmera de ré, faróis de neblina, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampa, sensor de pressão dos pneus, entre outros.

9) Nissan Kicks 1.6 Sense CVT – R$ 104.040

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

Renovado recentemente, o Nissan Kicks (veja aqui Kicks – defeitos e problemas) aparece na penúltima posição em nossa lista. Apenas sua versão de entrada não tem o câmbio automático (ela custa R$ 96.040), enquanto todas as outras contam com essa comodidade.

Assim como o restante da linha, a versão Sense CVT tem o câmbio automático ligado ao motor 1.6 de 114 cv e 15,5 kgfm de torque. Vem de série com seis airbags, piloto automático, sensor de estacionamento, central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay, rodas de 16 polegadas, entre outros.

10) Chevrolet Tracker LT 1.0 Turbo AT – R$ 105.400

Top 10: os crossovers automáticos mais baratos do Brasil

Fechando nossa lista, o Chevrolet Tracker é outro que deixa o câmbio manual apenas para sua versão de entrada. A partir da opção LT, citada nessa décima posição, o motor 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 kgfm de torque já vem com a transmissão automática de seis marchas.

Bem equipado em todas as suas configurações, o Tracker vem com seis airbags, controle de tração e estabilidade, luz de posição em LED, rodas de 16 polegadas, câmera de ré, MyLink de 8 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, entre outros.

(Imagens ilustrativas)

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.