BMW Finanças Manutenção

BMW 320i: preço das revisões

bmw-320i-active-flex-branco (8)

Muitos tem curiosidade de saber quanto sai a manutenção de uma BMW 320i dessa última geração. Para nos ajudar com isso, o leitor GPE nos mandou informações detalhadas de quanto ele anda pagando nas revisões da sua BMW 320i que é uma 2013/2014, movida a gasolina.

Os preços que ele obteve são da cidade de Recife/PE. A segunda revisão teve valor de R$ 720, apenas troca de óleo e filtro. A terceira revisão custou R$ 824, onde além dos itens da segunda, consta “Limpador sistema de combustível” por R$ 120.

A quarta revisão teve orçamento de R$ 900, com descarbonização preventiva e “Limpador interior do motor (Flush)”, mas a descarbonização foi recusada. E a quinta revisão, por causa de um orçamento da troca das pastilhas, sensores e do fluido dos freios, foi para R$ 4.472. Sem estes itens a parte, o valor seria de R$ 748.

Alguns barulhos reclamados na segunda revisão foram solucionados. Na traseira o barulho vinha de uma folga do brake light e o pino da porta com barulho também foi resolvido.

Em nossa opinião, os valores estão na média para um modelo deste segmento. Os modelos da Audi, por exemplo, chegam a ter revisões mais caras que essas, até mesmo para modelos mais baratos como A1 e A3.

O problema das revisões da BMW são as quilometragens curtas. No caso em questão o leitor fez as revisões citadas com 11.500, 17.800, 24.600 e 30.500 km, uma rodagem que em algumas marcas teria demandado apenas três revisões. Ele não encontrou o orçamento da primeira revisão.





  • Filipo

    Isso serve para mostrar que não importa apenas saber se pode adquirir, mas principalmente se pode manter o veículo.

    • Pacheco

      Exatamente. E uma coisa é valor da revisão basica, a outra é as peças de desgaste natural que eles cobram uma fortura e elimina a garantia em caso de troca fora da rede autorizada.

      • !Marcelo Surf!

        Outra coisa: Quando você adquire o veículo eles sempre falam que as revisões são feitas a cada 10 mil, mas isso é na teoria, na prática é a cada 6 a 8mil km pois a partir do moento que o computador de bordo solicita a revisão, você tem no máximo um mês para realiza-la.
        No meu caso, pedia revisões a cada 7 mil e o consultor alegava que ele antecipava os 10mil porque eu pegava muito congestionamento. Puro mimimi pois eu usava o carro praticamente somente na estrada.

        • Deadlock

          Nossa, carro popular demanda menos revisões. Na verdade, já falaram que esse custo é picaretagem. É por isso que nunca terei marcas premium (e nem VW, enquanto ela fizer revisões de 6 em 6 meses), parece que revisões frequentes é coisa de alemão.

        • Murilo Barduzzi

          Se eu ando forte, a kilometragem para a próxima revisão diminui bem mais rápido. Se ando “estilo vovó”, demora bastante para descer.

          • GPE

            Mesmo andando vovô, nao chega a 7mil KM

          • !Marcelo Surf!

            Mas andar forte como?

            • Murilo Barduzzi

              Saídas mais bruscas, trackday…

              • !Marcelo Surf!

                Saídas bruscas está dentro do contexto, não irá alterar muita coisa, porém trackdays, se você tem uma das versão civis que não seja a M3, terá um desgaste muito acima do normal, não só do óleo,, mas de muitos outros componentes.

        • Pacheco

          Sacanagem isso hein

      • Matheus Cavalheiro

        Tem certeza dessa informação de perda de garantia por troca de peça de desgaste natural, fora da rede?

        • thewes

          Se eles descobrirem sim. Garantia contratual e seus bônus e ônus.

          • Andre Luiz Melo

            Não é bem assim. Somente se for vício de uma troca mal feita. Vi aqui em Campinas , uma proprietária do Sul de Minas , que tinha comprado uma BMW nesta, e não tinha feito as revisões obrigatórias. Deu um problema elétrico , que não tinha a ver coma falta das revisões e eles corrigiram gratuitamente. A não ser que vc for numa concessionária picareta, o que está cheio por aí..

        • Pacheco

          Dos modelos que eu tive sim: Renault e Kia 0km. Trocar as pastilhas de freio da Bongo fora da rede me fez perder a garantia total. O que foi otimo, ja que a revisão a cada 5 mil km era impossivel de manter na rede.

          Qualquer revisão dava mais de 1 mil reais. Só na época do Controlar que precisava fazer lá e eles levavam para a vistoria. Sei que tinha um gato para o veiculo passar.

          • Matheus Cavalheiro

            Desconhecia. Hyundai não perde.

            • Pacheco

              Puxa, que bom.
              As pastilhas da Master eu comprei na Renault Tec e meus funcionarios trocaram no galpão. Quando chegou a revisão, recebi a ligação de que tinha perdido a garantia do veiculo por manutenção fora da rede e uso de peças fora da especificação.
              Na época, comprei a briga e levei a caixa e nota fiscal na concessionaria, informando que comprei numa empresa que leva o nome da marca e indicada por ela mesmo (quando queria peças para a Scenic da empresa, me indicavam lá).
              Não teve argumentos, o carro saiu da garantia.

    • Leonel

      É a tecla que eu bato que falta “educação” a uma massa de consumidores. Simplesmente verificam se o preço cabe no bolso ou as parcelas (isso quando analisam se realmente cabem no bolso). Ignoram o custo de manter o veículo, que além das revisões citadas, tem seguro, impostos (IPVA etc), combustível e outros fatores.

      • Pacheco

        Sim, concordo. E tem algo que ninguem leva em conta, mas um possivel gasto com reparação.

        • Gustavo73

          Comprar muitas vezes não é o problema. Já manter são outros quinhentos.

          • Dalton

            Comprar até alguns anos atrás era o de menos. Crédito a dar com pau. Comprava sem entrada. Financiava um, pagava três. Por isso que se vê bastante bons carros se sucateando (New Civic é com você…) onde o cidadão não tem ‘coragem’ nem de arrumar um bela ralada no parachoque…

            • Gustavo73

              Muito tempo atrás (uns 20 anos)quando um amigo foi comprar o seu primeiro carro. Ele me perguntou algumas coisas, eu já tinha um. Uma das coisas que eu falei com ele foi o seguinte, carro é como uma família. Tem gastos todo mês, seja o de gasolina, estacionamento, lavagem e eventuais manutenções mesmo em um modelo novo. Além dos custos de propriedade e seguro. Pois o pessoal só pensa no preço do carro e pronto . Ultimamente na parcela ,mas mesmo nela esquecem esses custos.

    • GPE

      Vou aproveitar a tua primeira postagem e colocar as fotos dos orçamentos. A troca das 4 pastilhas e do fluido de freio em loja especializada em BMW fica por volta de 1300 sem os sensores (com os sensores vc adiciona aí mais uns 370 reais eu acho).

      O segredo p não ter q trocar o sensor é substituir a pastilhas antes dele “estourar”. Vc acompanha no iDrive a estimativa de qnt falta p acabar. Qnd tiver perto de uns 1.000km p acabar, vc troca a pastilha sem precisar de um sensor novo

      • Gustavo73

        E os pneus runflat como eles tem se saído. Parece que agora serão feitos no Brasil.

        • Murilo Barduzzi

          Ajudando sobre sua pergunta, meus runflat estão durando cerca de 20 mil km. 2 meses atrás tive uma roda trincada, porém o runflat ficou intacto (creio que a culpa da trinca foi do runflat por conta da dureza de sua parede).
          Dizem que eles já estão na 3 versão também, já melhorada para nosso solo, porém continuam duros e pulam bastante!

          • Carlos Eduardo Nobrega

            Eu estou com um runflat de 2015 agora, antes eu tinha de 2013 e era muito duro e pulava bastante, O atual agora eu não sinto que é runflat. (o perfil subiu de 55 para 60, melhorou drasticamente). No caso é um C180 – e já que o assunto é revisão, acabei de fazer a 1a de 1 ano por 950 reais.

            • Murilo Barduzzi

              No caso o seu aro é 16, né ? A partir de aro 17 (maior altura que utilizam é 50), vc sente bem a diferença. Dois amigos possuem o mesmo carro que eu, e ambos andam de aro 19 com pneus 225/40 x 255/35, e posso te garantir que é bem mais macio que a minha com 225/50/17! Tenho vontade de por uns convencionais para ver como ficam, mas capaz do carro ficar bem molenga por conta da suspensão equilibrada para o RFT.

              • GPE

                Meu pneu é 17 igual ao seu. Da onde tu tirou q é 16? Somente a 118 basica q usa 16 na bmw. E, acho q uma época a 316 tb saiu c 16

                • Murilo Barduzzi

                  Estava me referindo ao comentário do Carlos Eduardo Nobrega sobre a mercedes dele.

                  • Carlos Eduardo Nobrega

                    é 17″. Eu tinha o A200 que era 17 com perfil baixo e agora tenho o C180 com 17″perfil alto. Diferença gigante no conforto para o último.

                    • Carlos Eduardo Nobrega

                      acabei de ir lá ver, 17, 225/50 Bridgestone.

                    • Carlos Eduardo Nobrega

                      o A200 acho que era 45, erro meu achando que era 55 pra 60. Foi de 45 pra 50.

          • GPE

            Somente 20mil? Qual marca? Vc sabe o treadwear? Acho a suspensão da 320i macia p um bmw, ainda mais rodando c runflat

            • Murilo Barduzzi

              GPE, não me recordo o TW.. Eram os pneus que vieram com ela. Os pneus foram fabricados em 2013, não eram da última geração também. Cometi um leve engano, 20k km um par foi para o saco, e com 40 o outro par também. Com 45, mais ou menos, o primeiro par trocado já apresenta necessidade de troca. Como tive a roda trincada, comprei um jogo de rodas + pneus RFT de uma 320i 2015. Os pneus são nova geração e estou colhendo experiência com eles, por enquanto parecem a mesma coisa.
              Sobre a suspensão, as F30 são bem mais macias que as E90. Para voce ter idéia, se eu colocar um jogo de aro 19 com medidas dos pneus conforme a foto, o carro fica até mais macio que os RFT 17.

          • Gustavo73

            A dureza acaba fazendo parte do projeto. Já que o objetivo e sustentar o carro sem ar.

          • Andre Luiz Melo

            De todos os run flat que eu tive, só um que fez uma bolha numa cratera criminosa aqui em Campinas. No mais , nunca tive problemas, eles duram – no meu caso- o mesmo que os pneus normais (lembrar que pneus de perfil baixo naturalmente duram menos) . Agora , já passei cada apuros de ter trocar pneus convencionais furados, inclusive vários amigos foram assaltados durante a troca. Já peguei estrada com pneu run flat furado sem problemas . Nada troca a minha segurança, além de que aqui em Campinas os run flat estão pouca coisa mais cara ( cerca de R$150,00), basta procurar e longe das concessionárias exploradoras.

            • Murilo Barduzzi

              Pior que meus últimos RFT (antes de comprar o jogo novo de rodas e pneus) paguei R$850, marca Continental, 225/50/17. Mais barato que muita loja, sendo que foi na Germanica BMW em Sorocaba.

        • GPE

          O carro ta c 30mil km. Aos 21mil, um pneu rasgou pq o carro caiu num buraco grande. O carro andou 40km com o pneu baixo tranquilamente. Como já tinha rodado demais, foi necessário comprar 2 pneus p nao ficar c um novo e outro velho no mesmo eixo. Na época q estourou, tava em meia vida. O outro par que está no carro desde 0km (dunlop) ainda dura um bocadinho, ainda mais agora q eles vão ficar um bom tempo no eixo da frente. Acho q chega de boa aos 40mil km. Lembrando q esse carro rodou até agora mais de 60% em estrada e qnd roda na cidade é geralmente em fds ou a noite sem trânsito

      • Rafael

        Não entendi esse óleo caríssimo e de quantidade diferente dos que comumente vemos a 1L. Não compre esses kits revisões não que são pura picaretagem. Já trabalhei em concessionária e o que mais via era usarem esses lubrificantes em algumas coisinhas e depois guardavam pra eles. Na css chamávamos isso de “kit baratino” (aqui em salvador baratino significa enganação/mentira). Que pastilhas caríssimas! Realmente não entendo o pq de tão caros são esses itens. Entendo que podem ser mais caros que carros comuns, mas esse trio premium europeu é demais, chega a ser vergonhoso! Abç!

        • GPE

          Justo. Hj é só o básico. No começo eu fiquei com medo de carbonização por causa da gasolina daqui. Mas dps vi q nao era necessário pois so coloco em posto bom e o óleo é trocado em KM muito baixa. Inclusive, próxima revisão será feita em oficina independente especializada

          • Thiago

            Meu dois sócios possuem duas 320i mono igual a sua. Um usa apenas podium e outro só comum. As diferenças que eles apontaram: o carro com podium fica com o barulho do motor menor, ele pega mais fácil e não falha com o motor frio em baixas temperaturas (RS), fica mais econômico e as respostas no acelerador são mais eficientes, mesmo no eco-pro. Com 40.000km queimou o bomba injetora de combustível do que usa podium. O reparo saiu R$3.000,00 com peça original BMW, na concessionária saia por R$3.800,00.

            • GPE

              Diferença pequena de valores. Eu teria feito na CCS. Do barulho eu nao reparei, mas a resposta no acelerador melhor é óbvia, visto q o carro fica mais potente. Quanto a pegar/falhar, nao tenho como dizer pq Recife é quente sempre. Sobre o consumo, nao fiz medições precisas p dizer se é melhor, igual ou pior. Mas já vi relatos das 3 situações.

        • Andre Luiz Melo

          O que é vergonhoso é a exploração destas concessionárias, pois são geralmente exclusivas na região. Fiz há alguns anos uma troca das 4 pastilhas na oficina do “japonês” de uma 320 por R$ 520,00 com mão de -obra. Na Mercedes , troquei as pastilhas dianteiras por R$ 140,00 mais R$120,00 de mão de obra. Na concessionária queriam empurrar inclusive os discos dianteiros que estavam em bom estado. O que é caro é a roubalheira das concessionárias, vide , falta de concorrência….

          • Rafael

            Pois e, tive chevrolet a vida toda, agora estou experimentando um honda (fit). Comprei hoje pastilhas de freio fras-le e discos tbm. Tudo saiu por 290 reais dividido em 3x (rsrs), e o serviço? 40 reais rsrs. Resumindo, fazer serviço em oficina independente (desde que tenha mecânico de confiança) é sempre mais vantajoso e quando se compra um carro zero, nós ficamos refens da garantia.

    • Andre Luiz Melo

      Eu tinha uma 320, quando as pastilhas ficaram gastas , me passaram um
      orçamento pornográfico para as trocas das pastilhas. Fui num “japonês”
      que trocava as pastilhas nos meus carros há mais de 10 anos, preço total
      (das 4, dianteira e traseira)com mão-de-obra inclusa: R$ 530,00. Já o
      meu carro atual , uma MB, nem lembro o valor na concessionária. Fui com o
      mecânico numa distribuidora , preço da pastilha nacional dianteira
      R$140,00, mais a mão-de-obra de R$ 120,00. A manutenção sai cara quando
      se faz revisões em concessionárias exploradoras e gananciosas.

  • Bruno Silva

    Interessante. Nesse ponto, pode ser vantajoso modelos de marcas generalistas, como o Passat por exemplo ou Accord. Muitos acham que quem paga caro num carro não liga pra essas coisas, é mentira. Conheço uma pessoa que trocará uma ML350 porque já gastou 6mil em 2 revisões, e a próxima será de 5mil. Provavelmente irá pegar um Lexus NX, que tem revisões bem mais baratas e tabeladas. A questão é, será que uma simples troca de óleo vale 3mil reais? Eu não me sentiria confortável, pois dinheiro não é encontrado no lixo.

    • fschulz84

      Não sei em relação ao Passat, mas no caso do Accord, o custo das revisões não é tão mais baixo que a BMW.

      • Bruno Silva

        Até 60mil km, o dono de um Accord pagará R$6.700, contra R$10mil do BMW. Já o Passat, apenas R$4.400. Volvo S60 tbm é caro, com R$10.500. Não são diferenças absurdas, mas assustam, principalmente pq na BMW ela são de acordo com a hora que o carro pedir, ao passo que as outras são tabeladas.

        • Será que se consegue fazer essas revisões em oficinas independentes por preço mais em conta e manter a qualidade?

          • saosao

            Poder pode, mas vc não terá os carimbos das revisões, e o sistema das concessionárias não registrará que vc fez a revisão. Além disso, perderá a garantia (se ainda tiver).

          • thewes

            Sim, mas no caso da BMW as revisões ficam salvas no iDrive (você pode acessar o histórico na tela multimídia do carro). Você pode fazer, mas depois não adianta reclamar a falta de garantia.

            • GPE

              Em que BMW fica registrada as revisões? Pq na 320i nao fica. O que tem é o alerta p serviços futuros. Mas nada do passado

          • Andre Luiz Melo

            Sempre fiz em oficinas independentes e jamais tive problemas, desde que sejam mecânicos competentes. Meus exemplos , com mão de obra jogo das 4 pastilhas da 320 R$ 520,00. Dianteiras de uma MB R$ 260,00. Tem carro genérico que está saindo mais caro do que isto , inclusive no paralelo…..

        • Thiago

          Na outra matéria sobre a manutenção de carros nos EUA a diferença entre o A4 e o passat era apenas U$200 dólares (o A4 era mais caro) e eu acho que o modelo de passat vendido nos EUA é mais simples que vendido no Brasil, que vem da Alemanha. Onde você achou esse preço de R$4.400,00? Achei bem em conta, mas as revisões são a cada 6 meses?

          • Gustavo73

            BW e Audi são a cada 10 mil km ou 6 meses.

        • GPE

          Revisoes do Passat por apenas 4400 em 60mil KM? Certeza que tem MO inclusa? Aonde vc viu isso?

          • Bruno Silva

            Autoesporte desse mês.

            • GPE

              Vou ver se na VW tem essa info. Pq ta baixo demais. E eu sei q a Vw divulgava os valores das revisões sem MO até um tempo atrás. Pode ser q a do Passat continue assim. Se ele usar o DSG, só na revisão de 40mil eu sei q vai mais de 1700 embora tirando o Golf por base.

              • thewes

                No site da VW diz “Valor da mão de obra inclusa na revisão.”

              • Gustavo73

                A MO agora está inclusa no preço das revisões. Só falta acabar com essa de 6 meses para ficar menos ruim.

          • Andre Luiz Melo

            Do Passat eu não sei, mas gastei mais ou menos isto isso num pacotâo da MB. Como já sai da garantia, agora só nas oficinas genéricas….

      • Hugo Borges

        Cara, o problema em si não é a revisão porque geralmente é barata mesmo, o problema é precisar trocar algumas peças. No caso do post mesmo, a revisão era R$748 mas saltou para mais de R$4mil por causa das pastilhas e sensores.

        • Bruno Wendel Marcolino

          Exato, é ai que mora os problemas.

          Um carro 0km até da pra se basear só pelas revisões, mas um carro com 70.000 por exemplo ai já tem que analisar bem a compra…

          Peças de importados e ainda mais de marcas premium é complicado.

          • Pacheco

            Pois é… o carro usado que rico não quer e pobre não pode ter.
            Por isso vc acha aos montes encalhado em lojas.

            • Bruno Wendel Marcolino

              isso, acabam perdendo valor, quem comprou casa com o carro e toda ladainha.

              Acho que esse tipo de carro só é vendido para Gearheads hehe

        • Andre Luiz Melo

          Se a sua tiver na garantia , tudo bem… Gastei numa oficina paralela R$ 520,00 , com mão de obra inclusa (as 4 pastilhas da 320). Quando o mecânico é honesto, no meu caso foi comigo direto no distribuidor, paguei nas dianteiras, a da MB r$ 140,00. São marcas nacionais de qualidade , que inclusive equipam de fábrica carros nacionais. Se bobear, as peças das concessionárias são nacionais e a gente não sabe ou não procura saber.

    • Martini Stripes

      Pois é, por isso que SW4 vende mais que Land Rover e outras.
      Não é só o “toyotismo”. Sem contar o numero de CCS da rede.

      • Gustavo73

        O problema maior nem é a SW4 vender mais. Isso é até natural, a questão é custar muito próximo das LR.

        • Martini Stripes

          Concordo, mas uma coisa leva a outra.

        • Martini Stripes

          E convenhamos, ficou bonita a nova SW4 hahahah

          • Gustavo73

            Ao vivo vi uma vez só. E me chamou a atenção.

        • Martini Stripes

          Se bem que o Outlander novo tbm é muito bonito.

          • Gustavo73

            Não gostei da atual Outlander a antiga me atraia bem mais.

    • Andre Luiz Melo

      A Mercedes e se não me engano a Audi, já tem revisões tabeladas, no caso da Mercedes , os itens obrigatórios não estão muito acima da média. Agora como já citei, outros itens como as pastilhas , estão com preços pornográficos.

  • fbl

    Isso que sempre estranhei. Ja na mercedes ocorre de 10 em 10mil km ou de ano em ano, sendo que vc pode pagar antecipado quantas quiser em 12x. Por exemplo paguei 2500 por 3 revisoes (c200), ou seja as de 10, 20 e 30mil km. Achei bem razoável e previsível. A bmw deveria adotar o mesmo sistema.

    • Gustavo73

      Achei que era de 8 em 8 mil, lembro de ter lido algo parecido sobre o Classe A.

      • fbl

        Nao sei o classe A mas as novas classe C (w205) tem revisao desta forma. Acredito que esteja valendo para o classe A também.

      • Andre Luiz Melo

        No início era de 8 em 8 mil. A partir dos modelos 2015, de 10 em 10 mil, e olhe que mudaram muito pouco de um ano pro outro, nada que justificasse…

        • Gustavo73

          O mesmo com a Ford que mudou es revisões e a VWB que parece irá mudar em breve.

  • oscar.fr

    Sempre um assunto interessante e complicado este das revisões. Por vezes não basta que as revisões sejam tabeladas de fábrica, pois muitas CSS não acatam esta “recomendação”, aplicando outros preços e montando outros pacotes. É isto, por exemplo, que me acontece utilizando os serviços de minha CSS Peugeot. A princípio, o 208 tem preços de revisão tabelados, mas a CSS que utilizo não aplica eles, incluindo alguns outros serviços mesmo na revisão mais básica, como Balanceamento e Geometria. O preço não acaba sendo tão absurso (até mesmo é bastante confortável para proprietários fazerem tudo num mesmo dia e lugar sem se preocupar com deslocamentos, este serviço de geometria e balanceamento é feito na própria CSS, no caso da Renault tentavam nos empurrar isto por um preço mais alto que a Peugeot e realizado fora da CSS, sempre recusávamos), mas ele é sempre acima daquilo mínimo que está no site. O importante é sempre tu ter um carro que te agrade, atende as tuas necessidades e tu possa manter. Eu tenho intercalado uma revisão básica e uma recomendada (assim a de 30 mil custou próximo aqueles 400 reais do site da Peugeot, mas as de 40 mil com troca do fluido do freio e outros serviços não incluídos passou fácil de 1200 reais). É importante assuntos como este voltarem mais frequentemente ao site para que possamos trocar mais experiências e nos conscientizar enquanto proprietários.

    • Edson Fernandes

      É a tal da Revisão Premium. Eu fiz no C3 na de 30000km, paguei 990 por ele.

      A Citroen não trocava uma série de coisas que trocaram nessa revisão. Valeu bastante a pena. A de 60000km eu fiz por fora porque havia acabado a garantia, porém fiz uma nova revisão premium no mecanico de confiança que trocou as mesmas coisas e deixou o carro um brinco. Ou seja… as vezes não necessariamente precisa-se fazer na concessionaria, mas desde que siga o que é indicado no manual, vc terá um carro duradouro.

      • oscar.fr

        Exatamente este nome, ‘premium’. Custou bem caro no nosso 208, mas o carro realmente ficou muito bom, além do mais meu 208 acabou de sair de garantia (eu achava que ainda tinha até o final de junho, mas era até o final de maio na verdade) e a CSS conseguiu me trocar a chave seta gratuitamente (eventualmente não era dava sinal sonoro de pisca acionado). Realmente não sei agora que a garantia acabou, mas acredito que continuarei indo na CSS. Moro numa cidade pequena e não tenho nenhum mecânico de confiança, na cidade vizinha (onde é a CSS) não tem nenhuma oficina especializada em franceses (para isso teria que ir até Porto Alegre, o que está fora de cogitação).

        • Edson Fernandes

          Eu penso assim…. na falta de um mecanico, leve na concessionaria. Entendo que pode ser mais caro, mas é garantia que vc terá que se houver algum problema, eles terão de assumir.

          Eu estudo muito isso na hora de me mudar (quero ir para o interior de SP) porque se tive que fazer isso, saberei o custo de peças para trocas no carro.

  • Lucas086

    São para quem pode, não adianta dizer que é absurdo pagar 720 reais em uma troca de óleo e filtro, vc não está pagando só por isso, está pagando pelo nome, pelo mimos nas concessionárias, pelo “life style” que a marca ta dá. Se fosse barato, muitas pensam queriam e aí acabaria com o status.

    • Edson Fernandes

      Mas R$720 considerando o produto não é tão ruim. A Citroen cobra o C4 Lounge coisa de R$600 na revisão. A Renault R$540.

    • Andre Luiz Melo

      Só não esqueça que o óleo é um Castrol sintético que é o olho da cara, que se eu não me engano , está no mercado fora da concessionária a R$80,00 o litro.

  • BillyTheKid

    São os benefícios de se ter um carro “de luxo”!

    São revisões caríssimas, mas pô, ver a cara do seu vizinho com inveja por que você tem uma BMW não tem preço, né?! Hehehehe.

    • Bruno Wendel Marcolino

      Mas não se pode achar que alguém que compra uma BMW quer só se mostrar, se eu comprasse por exemplo é porque eu acho bacana, além de conforto, potencia, tudo isso.

      Por mais que o carro traga status, não quer dizer que o dono só quer ostentar.

      • Gustavo73

        Adoraria ter um 911 ou 718 na garagem, mesmo que meu vizinho os visse como um Fusca usado (daqueles bem caidinhos).

        • Bruno Wendel Marcolino

          Sim, tipo se o vizinho tivesse um Bugatti ou um Rolls Royce, bem tranquilo kkkkkkkkkk

        • GPE

          Kkkkkkkk

    • Regina Campos

      Sobre o vizinho, muda o disco, esse já tá batido…
      Agora, se eu comprar um simples relógio de pulso é para eu me mostrar ao mesmo?
      Se for assim voltemos pras cavernas…

      • Edson Fernandes

        Alias, parece que agora comprar um carro melhor é para se mostrar né?

        E coitado do GPE, sempre comentou de BWM mesmo antes de ter.

  • Louis

    Mais de R$4 pilas por causa das pastilhas / fluido? Pesado hein!
    Imagina se precisar trocar discos, amortecedores, bico injetor, bobina, tbi, etc…Não é para qualquer um manter um bixo desses, principalmente depois de uns 5 anos de uso.

    • E o pior que isso pode ser considerado manutenção preventiva. Uma hora , e nem precisa de alta kilometragem , vai ter que trocar. Agora fico imaginando o cidadão comprar uma usada com seus lá 5 anos e o dono ter colocado um óleo mais barato e vir a comprometer o motor. Aí o bicho pega.

      • Gustavo73

        Dá até para fazer trica de óleo e outras coisas em oficinas com custo menor. Mas nas peças não vai ter arrego será caro.

      • Edson Fernandes

        Dá para ter custo bem mais baixo. Mas o consumidor terá de procurar empresas importadoras de peças ou mesmo comprar lá fora por Ebay.

        A depender da peça é mais barata no Brasil e outras nem tanto. A idéia é passar o quanto sairia na concessionaria e ter noção do quanto pedem e ao mesmo tempo o quanto teria que ter para manter.

  • Por mera curiosidade, muitos elogiam o corolla e civic pelo baixo custo de manutenção, quanto seria o gasto se fosse um dos dois modelos? Sei que são categorias diferentes, mas um Bmw 320 não é tão superior quanto um corolla top de linha. A diferença existe mas é pouca.

    • Bruno Wendel Marcolino

      Ambos tem peças um tanto caras pra mim, porém sou usuário de carro compacto, então depende do que cada um gasta normalmente, o dono de uma BMW deve achar o preço das peças de um Corolla o de um carro popular o mesmo que eu acho por exemplo de um Fusca, bem mais barato hehe.

      Só usei exemplo de perspectiva.

    • Gran RS 78

      Como assim um BMW 320 não é tão superior ao Corolla Top? Não dá para comparar absolutamente nada entre eles meu amigo, por isso que a Toyota teve que criar a Lexus para poder concorrer com as marcas como BMW, Audi e Mercedes.

      • É cada uma que a gente lê aqui, né?

        • Gran RS 78

          Nem me fale Guedes…

          • Domingo eu tava na Dutra e veio uma Série 3, dei passagem, mas tinha gente que não dava, o cara cortava com uma facilidade de impressionar, o carro não inclinava e parecia uma bala! #respect

    • Kleverson Cristiano

      Realizei a revisão de 40 k ontem no Corolla tabelada em R$ 791,70,paguei R$ 773,07 com desconto,rs…Triviais óleo e filtro ,além do filtro de combustível e ar.

    • Gustavo73

      A diferença entre a 320 e o Corolla é gritante tanto en equipamentos quanto no powertrain. Se você estivesse falando do Carmy aí a coisa ficaria mais equilibrada.

    • GPE

      Colega, desculpe, mas é superior um bocado. Motor, acabamento, itens de série, suspensão, dirigibilidade… tem nem o que comparar

      • frerdy

        Sem contar a segurança. O Corolla não tem um mísero ESP.

        • Edson Fernandes

          Cara… mas aí é bater em barata com a BWM. Ela tem tração traseira, a 328i sistema de controle vetorial, sem contar que peças da parte de suspensão são de aluminio e ainda o controle eletronico do carro, não dá para comparar nem com muitos carros médios com ESP. Ele é muito superior.

          Sabe o material de acabamento que todos gostam que seja softtouch?

          Pois bem… o da BWM tem uma espessura maior e serve tanto para toque como para revestimento fonoabsorvente. É outra coisa.

          • Andre Luiz Melo

            Só para efeito de comparação , tinha uma BMW que sofreu uma batida a cerca de 80 km/ , deu perda total ,porém nenhum dos ocupantes sofreu um arranhão. Um série 7 do pai do meu filho estava em velocidade de fórmula 1 (rs rs) e bateu a mesma , deu PT o mesmo também não se machucou. Tenho um amigo que a filha foi fazer uma curva simples num carro nacional (não sei qual era) , o mesmo capotou (estabilidade zero) , não tinha air bag, etc.. A mesmo teve que se submeter a uma cirurgia de emergência, e o carro se desmontou….

            • Edson Fernandes

              Isso tudo depende. Eu sofri uma batida com um C3 a 90km/h e também sai ileso. Detalhe: os air bags foram inflados.

              Acho que depende da situação. O Corolla tem uma estrutura muito boa por exemplo, carece sim de equipamentos, mas é um carro considerado seguro.

              • GPE

                Edson, vc vinha em 90 e freou, ne isso? É quase impossível alguém bater a 90km/h e nao sair mt lascado

                • Edson Fernandes

                  Na verdade eu tentei. Um cara de um Corsa me fechou (me ultrapassou pela direita e freou na minha frente), eu tentei sair corrigindo a direção e o carro foi inicialmente para a mureta da direita… qdo o air bag estourou, eu perdi os sentidos (isso foi a 90km/h) depois pelo que um motoboy me disse, eu atravessei 5 faixas da anchieta devagar e por muita sorte um caminhão não passou por cima.

                  Eu estava totalmente desacordado. Mas o meu rosto ficou bem dolorido (foi como se eu tomasse uma porrada bem forte no rosto) e minhas mãos porque qdo estoura, o plastico do volante acaba cortando um pouco. Para sair tudo (marcas e machucado) o processo demorou 3 meses…

                  • GPE

                    Vixe. Pesado

    • mauricio

      dirige um corolla e uma bmw pisa fundo e ve o quao sao iguais

  • Vinicius Furman

    Aí tu tem que ler nas matérias de lançamentos galera dizendo que com 100mil tu compra uma BMW 2012-2013 ou um Audi. Quero ver manter…

    • Compra até com menos!
      Tem X1 2012 a 73 mil. Série 3, acha-se por 85 mil.

      • Vinicius Furman

        Não é essa a questão amigo, dá pra comprar 118i 2010 por 50. A questão é manter. Seguro, manutenção, peças.

        • Sim, mas vc tinha dito 100 mil. Nem precisa de tanto.

          • Vinicius Furman

            Falei 100mil pois li muita bobagem em matérias de vários sites sobre o Cruze novo.

            • Pacheco

              Imagina que com 30 mil vc compra um Volvo S60 Turbo. Um carro top, dos mais seguros e lindo. Porem uma lanterna traseira custa mais de 2 mil reais. Imagina manobrando na garagem e esbarra?

              E os discos de freio? Pivo, Batente, vela, Correias, chicote, etc.
              São coisas que vc precisa pensar quando compra um carro usado.

              Um Astra 2001 por 15 mil ou um Celta 2010?

              • Matafuego

                Eu iria de Astra, pois apesar da manutenção ser mais cara que a do Celta, suas peças são tão fáceis de encontrar quanto as do popular (peças paralelas e de boa qualidade), qualquer mexânico consegue dar manutenção no motor e o “caro” fica dentro do limite do aceitável.

                Agora se a comparação fosse com um carro meio mosca branca, tipo um Mitsubishi Gallant 2001, com certeza iria de Celta.

                • Pacheco

                  Mesmo assim, o Astra tem um custo mais elevado para quem ganha um valor fixo por mês e não de se assustar com algo mais pesado.

                  • Edson Fernandes

                    Ainda assim, para quem deseja dar um proximo passo, é tranquilo considerar o Astra.

                    Desde que saiba o quanto ele gasta de combustivel. Tirando isso é facil mante-lo.

                    Pegue carros eletronicamente mais modernos e já se sente a diferença no bolso. Um exemplo: Focus.

                    • Pacheco

                      Sim, concordo.

                      O Focus ou o Stilo mesmo já daria uma diferença absurda.

                • Edson Fernandes

                  É o que sempre eu falo… a diferença gigante da Chevrolet para as demais, foi o compartilhamento de muitas peças do motor das familias. Muita coisa intercambeavel que a torna barata.

                  O cara teria mais dificuldade de ficar mantendo combustivel (porque o Astra bebe muito mais que o Celta) do que da manutenção.

              • Thiago

                Sem falar que você tem que rezar para não queimar um módulo do Volvo, que deve custar uns 10 mil reais.

                • Pacheco

                  Exatamente… vc compra um Monza com o valor do Modulo.

              • Edson Fernandes

                Se pensar assim…. um farol de C4 Pallas com xenon custa R$4704 CADA… no Jetta? R$10003!!!

                • Pacheco

                  Serio que custa isso dai?

                  • Edson Fernandes

                    Sim! O do meu fluence por exemplo… R$4100!

                    • Pacheco

                      Que isso… e eu reclamando dos 350 que paguei a lanterna do Astra.

                    • Edson Fernandes

                      O farol comum do Fluence custa incriveis R$1600 cada.

                      E talvez agora que o farol do fluence Dynamique, Dynamique Plus e Privilege são os mesmos (dos modelos pos facelift) talvez seja mais barato, mas para o privilege pq para os outros por ser um bloco eliptico, deve sair mais caro. Chuto uns R$2300.

                      A lanterna na Renault custa R$540 cada e do modelo em LED, custa R$1400.

                    • Pacheco

                      É isso que lasca quando vai comprar um carro. Vc é obrigado a fazer aquele seguro de lanternas, farois e vidros. Caso contrario, está lascado.

                    • Edson Fernandes

                      Sem duvida. E foi a primeira coisa que fiz qdo comprei o Fluence. No C3 eram apenas os vidros. No Fluence eu tive que colocar “todos os vidros” que o carro pode ter.

                    • Pacheco

                      Até por que aqueles vidros pequenos (vigias) são os mais caros.

                    • Edson Fernandes

                      No caso do C3, eles se baratearam dado o indice de C3 com aquele vidro quebrado (devido a roubos).

                      A Citroen foi bem ignorante no posicionamento do sensor de aproximação. Era só ter baixado a posição (e ele não pode ser reposicionado pois dá interferencia de funcionamento e acusa uma série de falhas).

                  • Gustavo73

                    Xénon quando a 4R testou o Classe A um dos faróis foi quebrado por uam predra atirada.pelos cortadores de grama de uma concessionária de estrada custo 8 mil reais isso uns 3 anos atrás. Mas veja que M é uma exclusividade. Meu pai tem alguns carros entre eles um Monza Classic SE 500EF. Poos bem suas lanternas traseiras são exclusivas apesar do desenho parecido com os Classic normais ela tem características exclusivas. Tem uns 8 anos eu estav com o carro parado em um sinal e uma senhora com uma Partner me acertou resultado quebraram as duas lanternas. Eu fui procurar, algo bem difícil. Achei uma loja que o cara falou que teria como encomendar de São Paulo. A conta 2mil reais cada.

                    • Pacheco

                      Nesse caso são modelos específicos. O Classe A por ser um Mercedes e o Monza por ser um modelo com mais de 10 anos fora de linha e versão diferente. A lanterna padrão deve ser mais barata.

              • Andre Luiz Melo

                Vc vai vai no mercadolivre e compra uma lanterna original , por um quarto deste valor. Uma lanterna da tampa traseira da 320 que custava quase este valor na concessionária.. comprei por R$400,00 e me trocaram gratuitamente na revisão, por cortesia….

                • Pacheco

                  De qual carro?

                  • Andre Luiz Melo

                    Da BMW 320. Se for por exemplo do Volvo citado, com um pouco de paciência, volta e meia aparecem peças novas por um bom preço. Quanto as pastilhas, filtros ,etc.., temos similares nacionais de boa qualidade e preço. Muitas destas peças são vendidas em concessionárias por 4 , 5 vezes o valor de fora delas. O maior problemas destas marcas é a falta de concorrência, só tem uma concessionária por cidade ou região e elas metem a faca.

                    • Pacheco

                      Então, esse é o problema.

                      Em SP vc consegue achar. Eu pagava barato nas pastilhas de freio da Cherokee em SP. Mas fora da região, o pessoal sofre demais.

                      Em bertioga mesmo, onde eu tinha apto, era um sofrimento para alinhar decentemente o carro.

  • André

    Fiquei muito interessado num BMW 535i mas minha preocupação são as revisões. .. alguém tem idéia? Queria trocar meu carro. Pensei em passat , a4, x1, c250 e agora esse 535.

    • PEDAORM

      Certamente será mais caro que todos os outros modelos citados. Se isso for uma preocupação, acredito que a X1 18i tenha o menor custo entre eles, consequentemente um powertrain beem mais contido também. Sem falar em acabamento, esquipamentos… Na real a 535i é uma nave de outro planeta comparado a uma X1.

      • André

        Sim. Usados de baixa km. A x1 seria a nova x1. Fiz o teste drive no a4 e sinceramente não achei tudo isso. Segundo o vendedor muitas unidades capadas. Preciso de porta malas, sobriedade, som (nunca pensei que teria estas exigencias) conforto. Terei dó de desfazer do meu atual carro um 508 que entrega tudo isso mas a km tá começando a pesar.

        • PEDAORM

          Uma paixão pessoal que talvez caiba, mas como não citou a esportividade não sei se encaixa bem, seria o VW CC V6 de 300cv e tração integral, hoje se encontra por valores parecidos aos citados.
          Mesmo assim o novo Passat ainda me parece a escolha mais acertada, e a menos emocional.

          • André

            Concordo com o passat. Esportividade não é prioridade mas seria bem vinda. Gosto do Cc porém não acho nem um pouco discreta. No momento passat>x1 (apesar de não interessar em SUV)>A4>c250 . 535i só no sonho pela manuteçao. Preferência em sedan ou wagon.

            • PEDAORM

              Wagon!!!

        • GPE

          Se tiver com dinheiro sobrando p trocar peças, va de serie 5. Agora prepare o bolso. Se lembre q vc ta indo p linha pré-top da bmw. Tudo vai ser mt caro

        • Edson Fernandes

          André duvida…. vc citou o 535i por ser talvez até um sonho de consumo… já considerou os coreanos Azera e Cadenza? Nesse mundo terá 300C, Passat (médio-grande), Fusion (médio-grande)…

          Terá Accord, Camry todos que também podem ser escolhas mais racionais.

          • André

            Azera (não gosto da Hyundai e falta um gps)
            Cadenza já mostra a anos sua idade
            300C (legal mas longe de ser discreto e deve beber muito)
            Fusion (muito comum nas ruas/aguardo facelift/bom custo beneficio/tem AWD)
            Accord e Camry (não gosto de carros japoneses/algumas coisas de acabamento/reloginho digital/janelas que não são one touch/preço nas alturas etc)
            Todos os citados já analisei e tirando o fusion foram descartados.
            O novo passat sim… ainda ta na minha lista.

            • Edson Fernandes

              Bem… o Azera a considerar o modelo atual, há versão com central e GPS.

              Mas desculpe… se vc considerar o 535i, economia é o que não dá para esperar dele. O consumo dele será similar aos citados (isso se não for pior).

              Entendo que sua preferencia é por ele, mas daí não poderá reclamar do custo para mante-lo.

    • Bruno Silva

      Meu amigo tem uma 528i 2012, bateu retrovisor com retrovisor. Mais de 3mil reais. To fora. Se fosse vc, levaria o Passat. Mercedes tem a cesta de peças mais cara de todos os carros até 300mil no Auto esporte.

  • Paulo

    O preço das revisões é sedutor na hora de comprar o carro, mas aí na hora de trocar uma simples pastilhas+sensor+fluido = R$ 4.472.
    Mas fora da CSS sairia quanto? uns 1500?

    • GPE

      Isso. 1300 sem os sensores e uns 1600 com os sensores. Olha numa das primeiras postagens la em cima que eu falei alguns detalhes a mais e tem o orçamento detalhado

    • Andre Luiz Melo

      Como já citei , 320 , jogo de 4 pastilhas , R$ 520,00, com mão de obra. Mercedes, com mão de obra R$ 260,00. O sensor da MB está menos de R$100,00 na concessionária.

  • thiago rodrigo

    tive uma 118i sport edition em 2012, fiz a primeira revisão paguei na epoca em outubro de 2012 por causa da km que o carro pediu foi uns 1.200,00 aqui na galaxie motors cuiabá, cara, era dai pra cima, quando troquei as pastilhas traseiras foram 1.500 reais por causa de um sensor que vai do lado direito so ele custava 300 reais, achei muito caro, pra um carro de 98 mil reais, 2014 vendi comprei uma s10 ltz, o qual manutenção muito abaixo, porem, carro oposto, 2015 comprei o golf comfortline dsg, to ate hoje com ele, manutenção barata, paguei 320 na primeira e na segunda paguei 335 reais, pelo carro, achei legal, não fizeram nada além do basico, bmw só compro outra se tirarem a GALAXIE MOTORS, colocarem uma outra REVENDA, TO FORA!!!!

  • rodrigomalc

    Curioso é que tantos e tantos soltam pérolas aqui nos comentários falando que é melhor pegar uma dessa 2014 com 40/50 mil rodados do que um Corolla 0km; e cadê essa galera?
    Percebeu que não têm grana pra sequer fazer uma troca de óleo na ccs??

  • Carlos Rocha

    É BMW! Até quando vcs vão continuar com essa “malandragem ” de indicar revisão com menos de 6mil Km ( pois na prática é assim ). Tbém não disponibilizam (em lugar nenhum) os itens a serem substituidos em cada revisão! Absurdo! Alegam que os itens são substituidos de acordo com a informação contida na chave do veículo. Ponham os pés no chão! Estamos no Brasil! Sabemos que somos passados para traz em quase tudo e com mais essa vão mesmo ter que continuar amargando uma queda de mais de 35% nas vendas!

  • Alexandre

    Se for pensar está com valores factíveis, as revisões do meu Onix giravam um pouco abaixo dessas nas quilometragens acima de 30k km. GM ladrona! Fod* é que se eu não fizesse as revisões lá perderia a garantia.

    • GPE

      Revisão básica sem adicionais como descabornização, limpeza de bicos, alinhamento, etc…? Acho q não é isso tudo. Creio q fique entre 300 e 600 da mais barata a mais cara. Já tive 3 GM (Celta, Corsa 1.4 e Cruze e nunca paguei nada de exorbitante nas revisões). Na bmw, esses valores em sua maioria foi p apenas óleo e filtro. Numa das primeiras respostas eu postei as fotos dos orçamentos

  • Edson Fernandes

    E aí olho na Renault o preço de Revisões:
    10000km – R$315 (Anel, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    20000km – R$789 (Anel, Filtro de Ar, Filtro de Combustível, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    30000km – R$546 (Anel, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    40000km – R$789 (Anel, Filtro de Ar, Filtro de Combustível, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    50000km – R$546 (Anel, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    60000km – R$946 (Anel, Filtro de Ar, Filtro de Combustível, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Fluido de Freio, Mão-de-obra)
    70000km – R$546 (Anel, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    80000km – R$1946 (Anel, Filtro de Ar, Filtro de Combustível, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Kit Correia de Acessórios, Líquido de Arrefecimento, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    90000km – R$546 (Anel, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    100000km – R$1696 (Anel, Filtro de Ar, Filtro de Combustível, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Velas, Mão-de-obra)
    110000km – R$546 (Anel, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Mão-de-obra)
    120000km – R$946 (Anel, Filtro de Ar, Filtro de Combustível, Filtro de Óleo, Filtro do Habitáculo, Lubrificante Elf Competition TX 10W40, Fluido de Freio, Mão-de-obra)

    Valor até 60000km: R$3931,00.

    Isso porque aí não estão serviços que já fiz:
    – Troca de pastilha de freios (as 4)
    – Troca do disco de freio (trocarei a traseira na próxima mas já troquei as dianteiras)
    – Troca do oleo do cambio CVT (com 53000km rodados e já estava ficando bem preto)

    Ainda terei que ver um barulho em baixo do carro que acredito ser escapamento que saiu do lugar ou perdeu a solda, mas preciso olhar as bieletas.

    Ou seja… considerando os valores gastos na BWM, não achei o preço das revisões nenhum absurdo não. Aí dizem que é valor premium o preço das peças certo?

    Olha só:
    Amortecedor Dianteiro R$ 835,00
    Amortecedor Traseiro R$ 571,00
    Fluidos de Freio R$ 158,00
    Liquido de arrefecimento R$ 268,00
    Pastilha Dianteira R$ 419,00
    Velas R$ 908,00
    Óleo + Filtro R$ 264,00

    Essas velas acima, custavam R$540 TROCADAS na Renault até Março. E é um item que eu irei trocar. Cada conjunto de velas (são 16) custam R$295 de platina da marca NGK. R$540 era bem justo considerando que eu poderia fazer revisão (e sair os R$1000), mas só as velas custam o valor de uma revisão!

    Percebam que eu paguei R$115 nas pastilhas dianteiras! Com R$419,00 eu troquei as pastilhas dianteiras e traseiras (115 [bendix] e 92 reais [cobreq]) e o disco dianteiro! (R$210 da marca TRW) e obvio a mão de obra que foram mais R$100. Mas em peças eu gasto o mesmo com tudo isso!

    Um fluido de freio que custa incriveis R$30, eles cobram R$158!!!

    Enfim, só para ter uma ideia mesmo. Já pelo menos os amortecedores estão em um preço no patamar bom. Mas todos esses dados constam no site da Renault. Ou seja, considerando que se eu fosse ter, possivelmente já seria pós garantia, daria para ter um sem considerar variaveis como seguro.

  • Marcelo Ceno Dutra

    Alguém sabe me dizer se as revisões da classe C são mais baratas e se a quilometragem é fixa para cada revisão.

    • GPE

      É fixa. Hora o preço fica mais caro, hora mais barato q a da bmw. De 10mil em 10mil KM. Versões de 2014 p trás sao de 8 em 8 mil km



Send this to friend