Volkswagen Jetta 1.4 TSI: Detalhes e impressões ao dirigir

28/01/2016

jetta-14-tsi-impressões-NA (5)

Finalmente o Volkswagen Jetta ganhou o motor que sempre mereceu, o 1.4 TSI. O propulsor chega abastecido somente com gasolina e vem para tirar de cena o vetusto 2.0 8V Flex de até 120 cv. Disponível nas versões Trendline e Comfortline, o modelo ainda resgata a transmissão manual no sedã (seis marchas), preservando o câmbio automático Tiptronic de seis marchas que, no entanto, não é o mesmo do antigo 2.0.

Com preços a partir de R$ 78.230, o Volkswagen Jetta 1.4 TSI ganha muito em performance e eficiência. O propulsor entrega 150 cv a 5.000 rpm e 25,5 kgfm a partir de 1.500 rpm. Com turbo e injeção direta, ele faz o sedã médio ir de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos e máxima de 203 km/h. Em termos de consumo, o manual faz 11,3 km/litro na cidade e 13,9 km/litro na estrada. Já o automático faz 10,4 e 13,8 km/litro, respectivamente.

jetta-14-tsi-impressões-NA (2)

Visualmente, o recebeu a nomenclatura TSI na tampa do porta-malas para identificar a motorização, embora sem o tamanho do motor. Entre os equipamentos, há novidades nas duas versões do Volkswagen Jetta 1.4 TSI, com destaque para as multimídias Composition Touch (exclusiva da Trendline), Composition Media e Discover Media, ambas disponíveis para a Comfortline. A versão Highline 2.0 TSI de 211 cv continua com o pacote sem mudanças, assim como sua motorização.

O Jetta 1.4 TSI Trendline agora vem com a multimídia Composition Touch com tela de 5 polegadas e inclui espelhamento MirrorLink para aparelhos Android, Bluetooth e USB/SD/Aux/CD/MP3. Além disso, a versão ganha direção elétrica, controle de tração, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa.

jetta-14-tsi-impressões-NA (7)

O pacote é completado por rodas de liga leve aro 16 Sedona, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, Keyless, ar condicionado Climatic, bancos em tecido preto, quatro airbags, controle eletrônico de diferencial com XDS, entre outros. Não há opcionais no Trendline.

A versão Comfortline adiciona todas os itens acima, mais câmbio automático de série, volante multifuncional com paddle shifts, acabamento Native preto ou bege, rodas aro 16 Atlanta, controle de cruzeiro e a multimídia Composition Media com tela de 6,3 polegadas e App-Connect com Car Play, MirrorLink e Android Auto.

Opcionais: Discover Media com navegador e MapCare, retrovisor eletrocrômico, retrovisores com basculamento elétrico, bancos em couro preto ou bege, rodas aro 17 Queensland, sensores de chuva e faróis, ar condicionado dual zone Climatronic, teto solar elétrico e Kessy, entrada e partida sem chave.

Jetta 14 TSI Infotainment NA (17)

Confira abaixo os preços do Volkswagen Jetta 1.4 TSI:

• Jetta Trendline 1.4 TSI – R$ 78.230 (2.0 inexistente)
• Jetta Trendline 1.4 TSI Tiptronic – R$ 83.630 (2.0 antes 75.290)
• Jetta Comfortline 1.4 TSI Tiptronic – R$ 89.750 (2.0 antes R$ 80.790)
• Jetta Highline 2.0 TSI DSG – R$ 103.990 (antes R$ 102.990)

jetta-14-tsi-impressões-NA (12)

Impressões ao dirigir

Já faz muito tempo que o Jetta precisava substituir o longevo 2.0 8V Flex. Agora, o sedã da Volkswagen pode finalmente apresentar o desempenho que o consumidor do segmento esperava. E não é para menos, o propulsor EA211 1.4 TSI é reconhecidamente muito superior ao oferecido anteriormente.

Abastecido apenas com gasolina, ele apresenta uma excelente performance para o sedã de 1.298 kg, peso da versão Comfortline automática oferecida para os jornalistas especializados na fábrica da Volkswagen, na Anchieta.

jetta-14-tsi-impressões-NA (11)

Logo de cara, dá para perceber o maior torque em baixa do 1.4 TSI, que surge a 1.500 rpm e facilmente domina a situação, garante saídas vigorosas sem exigir muito. A entrega de performance é imediata e a combinação com o câmbio Tiptronic não deixa a desejar. O escalonamento das marchas, além de trocas suaves e na hora certa, faz o condutor até esquecer do DSG.

O novo conjunto motriz garante boa resposta ao acelerador e retomadas excelentes para um carro de sua categoria. Devemos lembrar que o Tiptronic vem também com modo S e trocas de marchas na alavanca ou paddle shifts. Andando de forma esportiva, o ponteiro rapidamente alcança a faixa vermelha. O motor sempre fica cheio e alerta para as ordens do condutor.

jetta-14-tsi-impressões-NA (10)

Notamos que a perda nas trocas de marchas é pouco perceptível, reforçando a menção sobre a ausência do DSG. Sem uma busca por performance, mas um rodar agradável e eficiente, o Jetta 1.4 TSI mantém 1.900 rpm a 110 km/h. A direção elétrica também contribuiu muito para o prazer ao dirigir, respondendo de rapidamente em desvios e sem muito esforço em manobra.

O nível de ruído interno é bom e mesmo em condução esportiva, o agradável ronco do motor se faz pouco notar no habitáculo. A Volkswagen não mencionou nada sobre mudança nos freios, mas mesmo assim eles dão conta do recado.

A estabilidade – já muito boa – do Jetta ficou melhor com controles de estabilidade, tração e diferencial. Nas curvas, o sedã se mantém bem neutro, mas mesmo com as naturais saídas de traseira, a correção é feita sem sustos.

Motor EA211 1.4 TSI NA

A suspensão traseira multilink garante também uma condução mais condizente com a proposta do modelo, assim como o uso de pneus 225/45 R17 (opcionais). De série vem com 205/55 R16. Mesmo sendo um test drive, que resulta em acelerações bruscas e cruzeiro elevado, o consumo médio no computador de bordo marcava 10,9 km/litro ao retornarmos para a fábrica.

Agora, equilibrado por um ótimo conjunto mecânico e com os atributos que já conhecemos, o Jetta 1.4 TSI deve partir para cima da concorrência com aquilo que muitos esperavam. Oferece prazer ao dirigir, seja de forma esportiva ou com foco no conforto, além de um bom pacote de equipamento e ganho em eficiência energética. A primeira impressão agradou bastante.

Galeria de fotos do Volkswagen Jetta 1.4 TSI:

Evento a convite da Volkswagen.













  • Filipo

    Finalmente saiu o “2.zela”!!!
    E o EA211 1,4L turbo é um excelente motor.
    Finalmente! Poucos sentirão falta de mais desempenho com o Jetta 1.4 TSi.

    • Luiz

      So por curiosidade, esse motor tem injeção direta?

      • Gustavo73

        Sim, como qualquer TSi.

      • Thiago

        Sim, o I vermelho significa injeção direta, senão me engano esse é o mesmo motor do golf, 1.4t monocombustível

        • Gustavo73

          Não precisa ser o vermelho. O Bluemotion europeu que usa o 1.0Tsi tem o I em azul.

          • Thiago

            legal, valeu pela dica

        • SDS SP

          TSI – Turbo Stratified Injection. Significa que é injeção direta…

          • CharlesAle

            Estranha o fato de ainda esse motor não ser flex..Acredito que há VW ainda não conseguiu adaptá-lo para isso. Com problemas de carbonização etc..(creio eu)…

            • Gustavo73

              O 1.4Tsi já é flex desde o final do ano passado quando estreiou no A3 sedan. A questão aí que só a Confortline é montada no Brasil, a Trendline com quem divide o powertrain vem do México. Como mesmo o nacional vem em CKD do México ficar só a gasolina para não ter 2 versões uma flex e outra gasolina.

              • CharlesAle

                Opa! Bem lembrado, havia me esquecido do Audi A3….

            • SDS SP

              Na verdade, o carro vem em kits pré montados lá do México com motor à gasolina. É basicamente o mesmo carro que vai para o mercado estadunidense. Acredito que seja mais por questões de logística, uma vez que a planta de São Carlos (onde é fabricado a versão flex) ainda não atingiu o volume de maturação.

            • kravmaga

              Não é verdade. O mesmo motor, só que flex, será usado no Golf TSI nacional.

              Para mim é até melhor que não seja flex. Fora SP onde pode valer a pena economicamente andar com álcool, nos outros estados o álcool significa só menor autonomia, mais gastos com combustível e ter um motor que não é tão bem afinado com a gasolina.

              • Leozeradf

                Também prefiro o motor a gasolina, faz 6 anos que não uso etanol no DF, mas tenho dúvida se esses motores apenas a gasolina não sofrem com a nossa gasolina que possui 27% de etanol, especialmente os motores turbo. Alguém tem informação a respeito?

                • kravmaga

                  Os carros modernos, mesmo a gasolina e até importados, já têm tratamento contra a corrosão do álcool.

                  E os carros a gasolina homologados para o Brasil aceitam bem a quantidade de álcool oficial que é adicionada no Brasil. Se for batizado com mais álcool, água, solvente e outras porcarias, até motores flex podem dar problema. Isso não é exclusividade dos motores a gasolina.

                  Tem carros a gasolina importados aqui, que são vendidos nos EUA, como Fusion e Captiva, que toleram até 85% de álcool (E85), só que claro que em proporção fixa.

          • Angelo_RSF

            No TSI o “S” é de Estratificada que é uma tecnologia de injeção direta, mas nem toda injeção direta é Estratificada….

            • SDS SP

              Cada fabricante adota uma nomenclatura.

        • Edson Fernandes

          Ele tbm é somente a gasolina.

      • Renato Duarte

        Sim.

      • Filipo

        Sim! Injeção direta, variação de comando para admissão e escapamento, bloco em alumínio, cabeçote de 16v, turbocompressor e corrente.

  • Romulo Moreira

    Estão aparando as arestas dos problemas do DSG? Já deveriam aproveitar o ensejo e tirar o 1.6 16v 120cv e colocar o 1.0t com esse tiptronic a um preço bacana.

    • Gavlan The BeerMaster

      Tá mais fácil vir um Voyage com essa configuração do que esse Jetta….

      • Gustavo73

        Acho que ele está se referindo ao Golf

        • Edson Fernandes

          Ainda assim, é mais facil ter um Gol assim do que um Golf…rsrsrs

    • ajcorrea

      o DSG6 do jetta nao eh o problematico (eh o mesmo do golf gti e outros carros), já o DSG7 que veio no golf TSI, deu muito problema, logo tiraram e colocaram o tiptronic (um excelente cambio tambem).

      • CharlesAle

        O que é uma pena..Pois para o carro, o DSG é muito melhor. Mas acredito que a VW quis mesmo foi economizar com esse DSG, que li ser mais barato que o sofisticado DSG..

        • ajcorrea

          Até pode ser , e acho que é.. mas tenho os dois câmbios.. e para a cidade (igual a minha que é pequena), o tiptronic é mais confortável, muito mais.. agora na estrada o DSG é um cavalo !!

          • kravmaga

            O DSG 6 é menos suave para andar no trânsito muito engarrafado, mas também não dá para morrer não.

            Ontem mesmo eu peguei o trânsito tipo anda e para (mais para do que anda) por causa da chuva pesada que caiu no Rio de Janeiro e levei 2 h no percurso.

            O creeping (andar devagar do carro quando se solta o freio, sem acelerar) do DSG 6 é um pouco menos progressivo e suave do que num câmbio AT convencional (já tive 2 carros assim antes). Mas não sei se o efeito se dese somente ao câmbio, mas também pelo carro ser turbo e muito potente.

            Mas mesmo assim dei graças a Deus em não estar com um carro com câmbio manual naquele engarrafamento, pois levar 2 h para percorrer pouco menos de 40 km é dose. Haja batata da perna para usar a embreagem em carros manuais. Não sei como taxistas aguentam.

            • Edson Fernandes

              Outro ponto: Esse tipo de cambio não rouba potencia do motor…. logo vc terá mais força. O tiptronic já atua com o conversor de torque perde potencia e atenua esse efeito chicote de entrega imediata de potencia.

            • Paulo Estevinho

              Justamente no trânsito pesado com o uso do creeping que os câmbios automatizados (dsg, powershift..) vem se desgastando: aquecimento, troca prematura de embreagem… Pelo menos foi o que li e ouvi enquanto pesquisei sobre os carros que me interessavam com esses câmbios.

              • kravmaga

                A embreagem no DSG 6 usado pelo Jetta pelo menos a embreagem é banhada a óleo, o que deve contribuir para o resfriamento da embreagem.

                • Leo

                  O Powershift é a seco?

                  • Eduardo

                    é sim! Assim como o DSG7

  • Uma mudança muito importante, uma pena que demorou para chegar. Pelo menos não veio flex. Se eu fosse optar pelo câmbio manual, ficaria na dúvida entre o Jetta de entrada ou o Golf Variant manual, mesmo sendo um pouco mais caro.

    • Clovislauro

      Entre um Jetta e um Golf Variant, vou de Variant, principalmente por ser uma geração mais moderna. Nas versões mecanicas, a diferença é de 7 mil, já nas automáticas de 9 mil, apesar da Golf ser muito mais equipada.

      • Cassiano Mafra

        Mudando um pouco de assunto, gostaria de saber sobre a troca da correia dentada destes motores 1.4TSi, se segue os mesmos procedimentos do 1.0 12V do up!. Pesquisei e não encontrei nada, se seguir o irmão menor, o que mais teremos no mercado de usados serão estes motores fora do ponto.

        • Clovislauro

          Não sei te dizer, só sei que em blogs alemães há milhares e reclamações de correias quebradas prematuramente que causaram um estrago nos motores TSI.

          • Gavlan The BeerMaster

            A tecnologia dos carros alemães de hoje em dia não dá para se confiar, só por isso que eu não compro um BMW M4.

            • Clovislauro

              Faz bem, vai de Etios que é tecnologia japonesa.

              • Gavlan The BeerMaster

                Não, vou de Hyundai, por que é “A Melhor do Mundo”…(leia-se “|” com voz pomposa)

            • kravmaga

              Tá bom, então compre um Corolla…

            • MarcioMaster

              Sim, é incrivel como decaíram e isso se deve muito a dois fatores que ninguem leva em consideração:
              1 – O exagero em tecnologia embarcada pouco testada e jogada no mercado;
              2 – A falta de padronagem EX. Esse jetta da matéria em 1 ou 2 anos vira flex, esses primeiros vendidos vão ficar sem peças de reposição. 1 golf alemão, 1 mexicano e 1 brasileiro. As partes, principalmente eletronicas, não são compatíveis.

              • Gavlan The BeerMaster

                Eu não acredito que tu levou a sério o meu comentário de cunho cômico/irônico…
                Não compro por que está fora do meu alcance financeiro e também por que as ruas da minha cidade já estão abarrotadas de carros, tem gente que usa carro para ir a padaria comprar pão de queijo.

                • MarcioMaster

                  Como são as coisas, pensei que voçe teve problemas e fosse consumidor da marca a tempos, na verdade, voçe pode não acreditar, mas eu como ja tive e muitos, não terei mais. Voçe foi ironico, mas a qualidade dos alemão caiu realmente muito, principalmente na ultima decada. Atualmente a mercedes se destaca um pouco mais, mas não posso defende-la, pois nunca tive, apenas meu irmão.

          • Cassiano Mafra

            Não entendo o motivo de não usarem a corrente como padrão. Diminui um monte o custo de manutenção, evita problemas por serviços mal executados e dura toda a vida útil do motor.

            • Edson Fernandes

              Porque o motor já foi pensado e montado dessa forma. Acredito que apesar do downsizing esses motores vieram de concepção de motores de litragens parecidas e portanto a solução adotada (creio que possivelmente até de um propulsor 1.4).

          • No_Name

            As primeiras versões desse TSI 1.4 apresentavam problemas na corrente de comando lá na Europa. Mas hoje em dia já não se vê mais relatos sobre isso, o que leva a crer que a VW corrigiu o problema.

        • ajcorrea

          são corrente de comando..

          • João Martini

            EA211 nenhum tem corrente. 1.0, 1.6 aspirados e 1.0 e 1.4 TSI usam correia dentada.

            • Edson Fernandes

              Acho que só o 2.0 TSI é corrente de comando não?

              • Lucas de Lucca

                Sim. Pelo menos é o que consta na ficha técnica.

              • João Martini

                1.8 TSI tbm, mas aqui só nos Audi. Ambos são EA888

        • dallebu

          O motor é o mesmo, apenas com um cilindro a menos e variador de fase também no escape, logo o procedimento vai ser parecido.
          Infelizmente os mecânicos açougueiros vão tacar a marquinha de tinta na correia e entregar o carro com motor vibrando mais, gastando mais e talvez até morrendo no sinal, igual fazem/faziam com os Fivetech 2.0 e 2.4 do Marea, 1.6, 1.8 e 2.0 16v dos Tempra, Marea e Palio 16V, pra não falar dos simples Fire 1.0 que também deixam fora do ponto.
          Pelo menos ao que parece as correias dentadas dos 1.0 e 1.4 VW foram feitas pra durar 120.000 km, mas o problema é ressecamento caso o carro rode pouco, aí vai ter que ser trocada por tempo.
          A Ford foi mais feliz com o 1.0 do Ka, aonde a correia fica lacrada e banhada em óleo, podendo assim ser trocada somente pela kilometragem.

          • Lucas de Lucca

            Esse negócio de correia pra 120.000 km é um perigo. Tem que ver as condições de uso do carro. Regiões onde tem muito pó e minério de ferro como BH é bom trocar na metade disso.
            Nada como uma boa corrente de comando. Mais tranquilidade e sei que provavelmente não terei que dar na mão de um açougueiro pra trocar e deixar meu motor fora de ponto. Tem uns profissionais aí que não conseguem trocar correia do Fire da FIAT sem deixar fora de ponto, imagina desses motores mais modernos que estão chegando. Arrepio só de pensar kkkkkk

            • Lucas Irrthum

              Mas os motores Fire necessitam de ferramentas especiais de fasagem, o que praticamente nenhum mecânico tem. Os motores mais fáceis de trocar correia dentada são os GM e VW, ambos 8v. Basta alinhar os pontos de referência, e o motor está em perfeito sincronismo.

              • Lucas de Lucca

                Pois é, mas olha o tempo de mercado desses motores e nem ferramentas os caras tem. É tenso.

          • Cassiano Mafra

            No meu Gol, a VW diz 4 anos ou 120.000 km para a troca da correia dentada. Com 1 ano e dois meses de uso e 12.000 km a correia começou a fazer ruído. Consegui a troca em garantia, mesmo sendo de apenas 1 ano. Quatro meses depois a correia começou a fazer barulho de novo, se não me engano é uma Contitech. Logo vou providenciar a troca de novo por uma Gates e espero não ter problema com barulho.

        • Jose Silva

          acho que o 1.4 tsi é corrente no comando igual o 2.0.
          o 1.0 que é correia.

    • Cristiano_RJ

      Não existe Golf Variant manual aqui no Brasil.

      • Cassiano Mafra

        Pesquisa no site da VW, amigo.

      • Gustavo73

        Existe Cristiano foi lançado no final do ano passado. É a Confortline por 83 mil por enquanto.

        • Cristiano_RJ

          Verdade. Tinha esquecido que lançaram essa versão.

          • Gustavo73

            Algo raro hoje lançamento de médios acima de 80 mil manual. Ainda mais com um motor como o Tsi. E de repente a VWB lança 3 Jetta, Variant e até o Golf nacional(principalmente o Highline) tem versões manuais. Uma pena a comecar pelo preço eles não terem mantido a Confortline 1.4 na linha. Mas é aquela história a VWB semore da uma no cravo e outra na ferradura.

            • SDS SP

              Eu ainda aposto em uma versão 1.0TSI do Golf. Depois que fiquei sabendo de uma nova versão 125cv do propulsor, minhas esperanças de ver o Golf por 70k voltaram…

              • Lucas de Lucca

                Não quero te desanimar, mas, se com o 1.6 MSI que é bem mais simples e barato ele custa 75k de entrada, muito difícil com o 1.0 TSI mais caro de produzir, mais moderno e mais eficiente ele vá diminuir de preço. Vai subir pra uns 77k ou no máximo, se manter por 75k.

                • SDS SP

                  Tem a questão dos impostos que deve ser levada em consideração.
                  Mas não custa sonhar rs

                • Gustavo73

                  Concordo fora que eu acho dificíl a VWB vender um TSi mais barato que um MSI. E se vier pode ser uma versão Bluemotion como na Europa.

              • Edson Fernandes

                Tem até versão de 140cv porém não feita para produçao em amassa. Sem contar um reforçado de 272cv para grande desempenho. (mas deve beber feito o cão)

                • SDS SP

                  A versão de 125cv deve ser similar à européia que equipa o Golf Bluemotion.

              • Gustavo73

                Será que teremos um 1.0tsi mais barato que o 1.6 16v? Se for esperi que mantenha os equipamentos de segurança.

                • SDS SP

                  Tomara. Pode ser que a VWB o posicione abaixo do 1.6 manual e ver que bicho vai dar…Até porque o IPI é menor, possibilitando isso.

                  • Gustavo73

                    Tem o IPI menor, mas o Tsi custa mais e duvido lançarem um TSi mais barato que um MSI. E pode ser um Bluemotion aí tem os diferencias da versão.

                    • SDS SP

                      Não sei se a diferença é tão grande. Vai depender do volume produzido para ter economia de escala.

            • Edson Fernandes

              Ainda mais com os itens de série do Golf Variant. Acho que estamos carentes de modelos manuais que tenham um conjunto mais completo (segurança, conforto, mimos)

              • Lucas de Lucca

                Sim sim, veja o caso da Ford com o Fiesta Titanium. O cidadão é obrigado levar a bomba do PowerShift pra casa se fizer questão de 7 airbags. Manual só até o SE com AB2. Ridículo isso. Devia ter as opções e cada um comprasse o que queria.

                • Edson Fernandes

                  Pois é… incompreensivel um carro simplesmente ser cortado de custos dessa forma.

                • leandro

                  Sempre tem alguém pra falar mal do powershift sem nunca ter experiência de ter um…

                  • Lucas de Lucca

                    E sempre tem alguém para defender um produto que todo mundo sabe que é problemático apenas por gostar da marca.
                    Não falei mal, apontei UM FATO apenas. Inclusive foi o motivo que me levou a deixar de trocar meu New Fiesta Mexicano por um Fiesta Titanium mês passado. E como gosto do carro e da marca estou esperando até o segundo semestre para ver se a Ford apresenta uma solução ou descontinua esse câmbio de vez, pois quero um automático. Se isso não acontecer, infelizmente vou ter que sair da Ford.

                    • leandro

                      Se não tem um powershift então vc é mais um da turma do ouviu falar… O meu já ta com 30 mil km firme e forte, nunca me deixou na mão. Se tem chances maior de dar defeito não sei, mas que é muito mais gostoso de dirigir q um AT convencional não tenho a menor dúvida..

                    • Lucas de Lucca

                      Aqui no NA mesmo há vários proprietários que tiveram problemas cara. No clube do New Fiesta. Fontes não faltam. A própria Ford assumiu o problema e você vem falar que todo mundo que teve problema é louco ou só ouviu falar porque o seu não deu problema ainda? Quando fui fazer o recall das fechaduras do meu Fiesta vi 6 PowerShifts na oficina da autorizada trocando o câmbio. Falei com um dos proprietários que estava lá e ele me disse que já estava trocando pela segunda vez. Algo de errado tem. Inclusive tinha 2 modelos que eram 2015/16 o que leva por água abaixo a teoria que as novas unidades já estão solucionadas. No mais torço mesmo que você tenha sorte e o seu continue filé, sem apresentar falhas.

                      Quanto a ser gostoso de guiar, concordo com você. No TD que fiz achei sim muito bom, com a ressalva de achar ele meio lentinho comparado a um VW DSG, porém mais confortável que esse.

                    • leandro

                      Pra mim esse bafafá todo acerca do powershift me lembra muito no meio da década de 90 quando a FIAT inovou com injeção eletrônica nos Unos e todo mundo metia o pau falando que era problemático e caro de consertar, o final da história do carburador td mundo sabe..
                      Com o powershift é bem parecido, uma novidade que as pessoas não querem aceitar e que veio pra ficar pois ele é sim muito gostoso de guiar, mas com a diferença de o motorista precisar ter consciência que ainda existe embreagem, que não pode ficar fazendo controle no morro, que tem q pisar no freio com força pra desacoplar a embreagem quando parado e que o sistema tem o tempo certo de passar a marcha pq senão ela não entra igualzinho o câmbio manual..

                    • leandro

                      Esses comentários do powershift me lembram no começo da década de 90 quando a Fiat começou a vender Uno com injeção eletrônica, o comentário geral nas esquinas falava que era defeituoso e caro de consertar, o final do carburador todos sabem né?
                      O câmbio powershift veio pra ficar pq ele é muito melhor que um AT convencional, mas a diferença dele é que o motorista tem que saber que a embreagem ainda está ali então não pode parar no morro fazendo controle, tem q pisar no freio até o fim quando parado pra embreagem desacoplar e também tem que saber que o carro tem a hora certa de mudança de marchas, senão ela não entra igualzinha no seu manual

          • alexandre

            Cara, fica chateado não. Lançaram só pra constar. No Rio e em São Paulo, procurei em ccs a Variant manual e os vendedores nem sabiam da sua existência….

        • CharlesAle

          Pois é.. Um carro tão superlativo como este para uma familia, e muitos pensam em HRV, Renegade…afff….

          • Gustavo73

            Nada contra os referidos modelos. Mas são mais caros e menos equipados. O HRV de 78 tem rodas de aço, 2 ab abs e esp o de 97 tem uma CMM igual ao do Jetta Trendline menos equipamentos de.segurança que ele, sem falar em economias vomo faróis monoparabola. Se no minimo fossem mais equipados e com motores mais modernos.

            • CharlesAle

              Exatamente. Fora a dinâmica muito superior de uma perua dessas..Em viagens então…

      • Leandro

        Tá sabendo legal.

  • Eduardo Brito

    Ficou muito bom. Só lembrando que esses opcionais são vendidos em um pacote chamado exclusive. Outra coisa tbm é que a versão confortline tem bancos em couro,

    • Lucas

      E farois de neblina, que o APtech não tinha.

      • André

        Não, não, meu Jetta APtech Comfortline tem farol de milha, só o Trendline que não tem.

        • Lucas

          Foi mal cara, pq um vizinho meu comprou um logo quando saiu o facelift e não tem o neblina, como é vizinho de condomínio, eu não o conheço pessoalmente, deve ser trendline então o dele.

    • GPE

      Preço ridículo pra um carro que não tem airbags de cortina (nem como opcional), nem ar digital, nem rodas 17 e sensores de chuva e faróis de série

  • Gabriel Ferreira

    Esse 2.0 anemico ja vai tarde!

    • Phillippe II

      Tarde????

      Fez 10 anos de horas extras. Desde o tempo do BORA o pessoal comentava que esse motor 2.0 8v de 116cv era um atraso diante de Civic e Corolla, que começavam a dominar o mercado com seus 1.8 16v (pelos idos de 2006)

    • CharlesAle

      Muito tarde..Mas é aquilo, a VW tem muita grana, e vai renovando sua linha nacional com o que é possível de melhor oferecer..Logo virão novo Gol também. Enfim, ela está se armando para melhorar e muito no mercado..Lamentavelmente, é a Fiat que vai se sucateando, pois até o Mobi, derivado de Uno, não será grande coisas..

  • Bruno Leite

    Em relação a diferença de performance do 1.4tsi x 2.0tsi, qual seria a diferença mais perceptível? para o ambiente urbano o 1.4tsi já daria conta do recado? qual sentido de pegar o 2.0tsi? em resumo, minha dúvida é quando o usuário deve partir para o 2.0?

    • Gavlan The BeerMaster

      Quando a emoção superar a razão.

      • Gabriel M. Vieira

        Resposta mais perfeita para essa pergunta não há.

      • Daniel

        E olha que o 1.4 TSI manual já arranca sorrisos do condutor rs

      • Gustavo73

        Ia escrever uma resposta pro Bruno. Mas a sua pegou na mosca.

    • Charlis

      O amigo abaixo respondeu de forma eficaz, rs!

      Vou tentar lhe responder na prática.
      Eu tenho um Jetta 2.0 TSI e já dirigi bastante o Golf 1.4.

      O Jetta 2.0 TSI parece ter duas personalidades. Dirigindo com o câmbio no D e acelerando até a metade do acelerador, ele parece ser um carro doce, tranquilo, praticamente um carro normal (um civic ou um corolla).
      E inclusive na pista, dirigindo assim ele é economico tambem. Quando eu estou na paz, faço 15 km/l sem dificuldades.
      MAS, tudo isso muda quando você posiciona o cambio no S e pressiona o acelerador sem dó. Você gruda no banco instantaneamente, e ele canta os pneus por um bom tempo.
      Na sequencia o marcador de combustivel tambem ja muda uns niveis.
      Como comparacao eu tambem tenho um Fusion Ecoboost…. Ele tem mais dificuldades para ter essas 2 personalidades, inclusive é impossivel ser economico com ele.

      O Golf 1.4 anda muito bem, principalmente na cidade, ou até o 100 km/h. Acima de qualquer carro aspirado até 2.0, isso é nítido.
      Mas acima dos 100km/h, ele já de torna um carro normal, acredito que o Jetta será assim tambem.
      Resumindo, na cidade, o 1.4 basta.

      Pelos meus carro voce percebe que a decisao ficou por conta da emoção.

      • kravmaga

        Exatamente. Confirmo a mesma impressão. O Jetta 2.0 TSI é como um carro 2×1: um sedã familiar normal e um esportivo de entrada para dar uma brincada de vez em quando.

        O 2.0 TSI tem uma tocada tão forte em altas velocidade que eu mesmo nunca tive muita coragem de chegar no limite. Só dei uma acelerada mais forte em trechos de retas longas com a estrada vazia e desacelerei muito antes do que o carro chegaria.

      • Edson Fernandes

        Pera…. me desculpa…. mas o 1.4 do Golf tbm basta para a estrada. O fato do 2.0 andar muito mais, não faz o 1.4 ser ruim de forma alguma. O motor tem muito folego.

        Se vc diz isso, então eu imagino o que vc deve pensar de motores de concepção anterior aos downsizing que andam ainda menos….

        • Charlis

          Aonde você leu isso no meu comentário?
          Creio que rolou um equívoco da sua parte, não?
          Em momento algum eu disse que o 1.4 é lento na estrada, e que não basta, rs.
          Muito pelo contrario, hoje, com os limites de velocidades, radares, e qualidade das estradas, qualquer carro 1.0 basta para andar na estrada e cidade.
          Pensando com a razão, correto?
          O que eu quis dizer é, dentro da cidade, a diferença entre o 1.4 x 2.0 (TSI) não fica tão evidente, já que ninguém fica tirando racha dentro da cidade, eu pelo menos espero isso.
          E ainda mais, que o motor 1.4 TSI é tão bom, que ele mostra-se ser superior a qualquer 2.0 aspirado.
          PORÉM na estrada, acima dos 100km/h, ele não é tão superior que um 2.0 aspirado.
          Apenas isso eu quis dizer, amigo, longe de mim, difamar qualquer carro aqui, isso você nunca vai ver nos meus comentários.

          • Edson Fernandes

            Entendi, é que qdo vc colocou o “basta” na cidade, entendi que o desempenho na estrada era mediano… o que eu acho é muito bom para um conceito downsizing que faz o carro andar muito bem e pouco acima de carros 2.0 com economia de 1.4. Foi mais nessa linha de pensamento a minha…rs

    • kravmaga

      Eu fiz test drive em Golf 1.4 TSI, Audi A3 1.4 TSI (que rendia menos, somente 122 cv naquela época) e Jetta TSI (2.0 TSI).

      O desempenho do Golf 1.4 TSI é muito bom sim e se acelerar fundo o carro acelera sim muito bem, tal como no caso dos carros com o 1.6 THP, mas a aceleração não é tão animal quanto no Jetta TSI 2.0. A combinação da potência mais bruta com o peso relativamente baixo do Jetta torna um carro ímpar no aspecto de emoção. Mais do que isso só com Golf TSI e carros premium mais caros.

      O 1.4 TSI já é um ótimo motor e deve atender a maioria dos anseios, além de ser mais econômico. Mas o 2.0 TSI dá ainda mais prazer e é um luxo que, para mim, valeu a pena. Viajar com um bom carro na estrada é um dos poucos luxos que posso me dar ultimamente. E olha que sou do tipo racional mesmo nos gastos pois ainda tenho 1 TV pequena de tubo, celular de uns 3 anos que estaria hoje na faixa dos 700 reais e meu PC já deve passar de uns 3 anos.

  • Gavlan The BeerMaster

    O “Santanão” agora não é somente bonito, mas ficou potente… (Desculpem-me fazer tal comparação mas, é quase que impossível de se não fazer)
    E agora motor AP, cadê o seu Deus???

    • Gustavo73

      O AP morreu tem algum tempo com a saida da.Parati de linha. Esse aí primo alemão com passagem pelo México, agora descansa em paz. Mas tenho a impressão que só morrwu mesmo por desde o ano passado o modelo enviado para os EUA perdeu esse motor. Se não acho que o Trendline continuaria com ele.

  • Lucas

    Deve ser uma delicia a tocada do manual, tinha coragem de ter um trendline manual com teto azul por volta de 70 mil, se a VW continuar com os descontos generosos.

    • Gavlan The BeerMaster

      Faz alguma diferença ter o teto azul???

      • Lucas

        Faz sim, fica mais exclusico kkkkkk

      • EuMeSmObYmYsElF

        acho que faltou uma virgula.. kkk

        • Gavlan The BeerMaster

          Já eu, tenho certeza…kkk

    • Jefferson

      Pelo menos no Gof TSI é uma delicia sim. Deve ser igual nesse Jetta. Os engates impressionam. Bem estilo VW mesmo.

    • Phillippe II

      Lançamento dificilmente tem desconto.

      Eu iria de TipTronic, é um câmbio muito bom. Não faz sentir falta de manual.

  • Daniel

    Agora o Jetta ficou bastante interessante! Desde a versão de entrada (Trendline) já traz equipamentos importantes de conforto e segurança. Se eu estivesse buscando um carro nesta faixa de preço, com certeza olharia o Jetta com carinho.

    • Davi Millan

      Agora o Jetta volta a ser uma opção a ser considerada nos sedan médios, porque aquele motor 2.0 8V ficava feio até perto do Cerato 1.6.
      Mas infelizmente a VW deveria ter melhorado a versão trendline. Eu não entendo essa tara quase se sexual que os alemães tem por carros sem controle de cruzeiro, bastava isso, um volante em couro e botões no volante, haja visto que agora ele vem com o espelhamento, além de ter a possibilidade como opcional do teto solar e bancos em couro. Até porque se for para pagar 89mil do Comfortline eu prefiro um C4 Lounge Exclusive THP.

      • Gustavo73

        O Trendline não tem opcionais.

        • Edson Fernandes

          O que piora.

          • Gustavo73

            Parexe que ganhou o que tinha perdido como a saida de ar traseira e os faróis auxiliares, mas o volante continua simples acho que só revestindo em couro.

            • Edson Fernandes

              É ridiculo. Sei lá… agora por ter o fluence, acho ridiculo certos itens que deveriam ser de serie em um carro no preço do Jetta.

              • Davi Millan

                Esse é o problema de quando se tem um carro com mais itens. Hoje eu já não gosto muito de carros que não tem porta óculos (forrados de preferencia) e nem apoio de braço, imagina pra quem já se acostumou com um controle de cruzeiro e anda muito em estradas. Nessa faixa de preço (acima dos 80) os carros tem que sair completos no mínimo.

                • Edson Fernandes

                  Exatamente! Mas minha escolha mesmo sem ter tais itens, já mirava em ter um minimo desejado. E muitos sedans do mercado deixam a desejar nesse aspecto.

        • Davi Millan

          Infelizmente. Deveria ter o volante multifuncional em couro com controle de cruzeiro de série. Já sobre os opcionais eu sei que ele não terá, mas poderiam oferecer bancos de couro e teto solar pelo menos como opcionais.

          • Gustavo73

            Não sei se valeria os opcionais, o teto custa quase 5 mil, os bancos em couro mais uns 2 Native sintéticos. Vai custar o mesmo que o Confortline que já tem os bancos e é mais equipado.

      • Daniel

        Concordo, mas vindo da VW não é muita novidade. Essa política de opcionais caríssimos é horrível. Se fosse comprar, levaria a versão Trendline básica mesmo. Esse valor de 89k é perigoso e já abre um leque bem grande de opções. O pior é saber que até o final do ano passado, o Highline podia ser encontrado pelo valor aplicado no Comfortline. Abraços.

        • Edson Fernandes

          Mas esse é o problema….

          A PSA tem um leque na manga: C4 Lounge Tendance THP. Acho errado o que a VW faz em valores. O carro é bom, mas não deveria custar o que custa com tão pouco que oferece. Um motor nção é tudo em um carro.Pelo menos eu não acho.

          • Davi Millan

            É o que penso. Por esses preços eu fico com o C4 Lounge Exclusive THP em relação ao Comfortline e o Tendance em relação ao Trendline at. Quando eu vou comprar um carro eu olho em sequencia. valor – segurança – conforto – dirigibilidade (ou felicidade ao dirigir para quem gosta de nomes bonitinhos para entrar rápido em curvas) e depois vem motor e cambio (powertrain) e assim por diante.

            • Edson Fernandes

              Eu procuro deixar a questão de motor e cambio em prioridade intermediaria. O carro tem que atender ao que eu espero dele qdo precisar pisar mais forte. Não precisa ser o mais potente, mas que ao menos não me dê dificuldade ao acelerar.

        • Davi Millan

          Exato. Por 90mil eu fico com o C4 Lounge Exclusive THP e por menos eu fico com o Tendance. Talvez com descontos dê para pensar neles, principalmente na manual com descontos. Mas será que ainda tem que fazer as revisões a cada 6 meses? Porque isso é um saco.

  • Alexandre

    Excelente motor, mas esse carro é muito tem um design muito sem graça. Apesar de que eu gostava bastante quando lançou. É que já cansou.

    • Daniel

      Já eu acho o design ainda atual, bem sobrio e sem exageros.

      • Lucas

        Também sempre curtir o Jetta, mesmo com essas rodinhas 16′, ele é a exemplificação de quê um carro não precisa ser escandaloso para ser bonito.

      • PerobaC

        Desenho do Jetta tem sobriedade, mas tem muitas linhas indefinidas e aspecto “pobre” de carro inferior.

        Se até Klaus Bischoff, Designer Chef da própria VW, reconheceu o equívoco da montadora em adotar desenho padronizado não há muito o que questionar.

        http://quatrorodas. abril. com. br/ materia/ vw-admite-erro-padronizacao-design-725192/

        Passat CC deixou de levar o nome “Passat” justamente para se descolar do design empobrecido do modelo anterior, já que trazia linhas mais modernas e um desenho mais jovial.

        O futuro Jetta deverá seguir as linhas do Passat, conforme a própria matéria descreve …

    • CharlesAle

      De todos do segmento.Acho o Focus Fastback o mais bonito..Por dentro e por fora!!!

  • SDS SP

    Melhorou bastante, embora tenha vindo com reajustes de preços…Para variar…

    Agora quem se deu mal foram aqueles que compraram recentemente o Jetta com o limitado EA113.

    • Cristiano_RJ

      Mas aqui pra nós, merecido não? Quem aceita aquele motor tem mais é que se dar mal mesmo. Só assim vê se aprende a comprar carro.

      • SDS SP

        Sim. Desempenho medonho.

      • Wellington Myph13

        Acho que na compra de carro tem muitos fatores a serem considerados, e oportunidade ajuda bastante.
        Eu mesmo não consideraria o 2.0 (nem grana tenho pra carros de 70k+), MAS, estive na CSS fazendo revisão mês passado e tinha um Jetta 2.0 Comfortline com Teto Solar e Pack Exclusive com Couro Bege por 75900, Branco, é um belo atrativo pra um sedan médio completo, com desempenho satisfatório pra quem não é exigente e a um preço bem convidativo… Claro que não saem 100% dos Jettas nesse valor, é caso de oportunidade…

        • Cristiano_RJ

          Então, é como eu disse, mereceu! Afinal, não liga para o desempenho e não se importou com o fato de a VW cuspir em nossa cara ao oferecer um sedan de mais de R$ 70 mil com esse motor jurássico. Já que isso é secundário, tem que se resignar ao ver o 1.4 TSI sendo lançado. Mesmo porque, não é segredo para ninguém que isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde.

          • Wellington Myph13

            Você está pensando muito em pessoas como nos, leitores de blogs, que são no máximo 5000 compradores/mês sendo muito otimista em números.
            Os leigos não fazem a menor ideia da existência do 1.4T, e muito menos que o 2.0 é jurássico. Faz test drive, atende bem porque tem torque bom, mas ele não tem parâmetro melhor, ainda mais se for um fã de VW. Ou então ele até vai em outra CSS, nota que o carro é muito superior em motor do que o Jetta, mas a CSS da VW paga 3mil a mais no usado dele, pronto. Oportunidade. Infelizmente nem tudo se resume a ser a melhor compra. Se tem grana e conhece de carro e tem em mente todas as opções a disposição, definitivamente comprar um Jetta 2.0 nesses casos é merecer troféu de trouxa mesmo, não discordo. Só precisa de mais visões de situações diferentes…

            • Edson Fernandes

              Não atende bem não. Pegue uma estrada e verá o que eu digo. É assutadora a falta de potencia qdo equipado com cambio tiptronic. Vc tem torque em baixa?Sim, só que uma retomada para o porte do carro tem que ser bem pensada porque na hora de acelerar parece que o motor já esta no limite.

              E por R$75000 já podemos considerar que há opções boas que concorrem com o Jetta. Só para exemplo, eu vi um Fluence Privilege por R$79000, branco com o interior cinza. E além disso tem: farois em xenon, ESP, teto solar, rebatimento dos retrovisores eletricamente e também aquecimento dos retrovisores. Isso sem contar coisas como saida de ar para os bancos traseiros, refrigeração de porta luvas(e se aberto o ar traseiro o do porta objetos central) e controle de velocidade e limite de velocidade.

              • Wellington Myph13

                Pode até ser. Nunca tive um, e apenas sei de relatos como os de duas pessoas aqui no NA mesmo se não me engano. Duas pessoas que conheço tinham o antigo com motor 2.5, não reclamam de nada.
                E o Jetta Comfortline com pack exclusive só perde pró Fluence Privilege no farol xenon, rebatimento dos retrovisores e ESP (muito importante, pra mim é fator determinante, mas perante os compradores mais leigos, não fede nem cheira.)
                Ele tem ar duaz zonas, porta luvas refrigerado, central mm com navegador, piloto automático. Mas obviamente, motor passa longe de se comparar ao 2.0 da Nissan no Fluence , já andei em um, manual ainda, um foguete…

                • Edson Fernandes

                  O Comfrtline perde mais. O ar bizone é opcional no Jetta, não é ofertado a saida traseira de ar, a central com navegador é opcional… tudo no Jetta. Inclusive na versão Trend que deveria equilibrar em rela~çao a Dynamique, perde muito. Aí a lavada é maior.

                  Isso porque eu citei o Fluence. Vamosc olocar a faixa de R$80000 que é qdo começam os opcionais do Jetta… e temos praticamente alguns topo de linha…. um em destaque é o C4 Lounge THP Exclusive.

                  Na boa…. a VW precisa baixar o preço. (ou voltar ao preço do 2.0 flex)

                  • Wellington Myph13

                    Por isso falei o Comfortline com Pack Exclusive, dai ele só perde aqueles itens que citei. E estava com esse pack + teto por 75900.
                    Não que seja a melhor opção, mas não tem nada por ai completo igual a ele nesse valor. E de consumidor que aceita o 2.0 dele está cheio por ai.

                    • Edson Fernandes

                      É que nesse caso eu escolheria algum concorrente.

    • CharlesAle

      Sim.Estão com uma bucha na mão!! Eu aproveitaria e o venderia rapidamente caso fosse o dono de um..Antes que esse Jetta nacional se popularize(pois quando isso acontecer, ai que o Jetta com o velho 2.0 vai ser um micasso)…

  • Eduardo Motta

    Quem vai pagar R$ 89.750 + uns 8 ou 9 mil pelo pacote exclusive que vem com couro e rodas 17 num

    Jetta Comfortline 1.4 TSI Tiptronic podendo ir logo para o Highline 2.0 TSI DSG por 104 mil?

    • Gustavo73

      96 mil o Confortline com esse pacote, lembrando que de série tem couro Native(sintético) no pacote que deixa o Confortline com os mesmos equipamentos da Highline de 104 ainda.inclui os bancos com couro Vienna(couro natural). São uns 7 mil de diferença. Tem gente que vai achar desnecessário o motor mais potente. Meu pai seria um.

      • João Martini

        Não mais, depois do facelift o Jetta 2.0T só tem couro Vienna com o Exclusive. Infelizmente.

        • Edson Fernandes

          João, eu já vi em CCS um Jetta 2.0 TSI pos facelift com o interior claro sem o pacote exclusive. Uma duvida … o Jetta agrega ACC no pacote exclusive?

          • João Martini

            Não, ACC não tem pro Jetta.

          • João Martini

            O couro Vienna e o Native tem opção preto e creme. O que muda é que um é sintético e o outro não.

    • Lucas

      E ainda tem o teto… esse preço devia ser do Highline e o 1.4 ficava no maximo por 90 conto completao, mas eles subiram o 2.0 para encaixar o 1.4.

    • Wellington Myph13

      Custa 6270 o pacote até onde vi, e definitivamente vai ser negociado em CSS com esse pack entre 85-89k… Com teto já devem abusar mais e ainda dizer que facilita mais a venda (Se fosse teto panorâmico que pegasse até os bancos de trás, ok, mas aquele recorte no teto não me agrada…)

      • Edson Fernandes

        Eu tbm não pagaria a mais para ter o teto.Tenho no meu carro atual e nele eu mal uso. Nos meus anteriores eu até usava porém atualmente com otempo em SP, eu usei 2 duas vezes em 4 meses de carro na mão.

  • The Canadian

    Não da pra entender essa vw, colocou no golf uma suspensão mais robusta, um cambio manual de 5 marchas e um incrível motor que evita multas, enquanto no jetta, projeto mais antigo, colocou um motor turbo e usa multilink que não é compatível com o solo lunar que chamamos de asfalto.

    • Gustavo73

      Kkkkkkkkk
      É que hatch é carro de tiozão.

    • Lucas

      Li uma vez na net que a plataforma do Jetta foi “feita” para usar multlink, e ai a VW fez armengue e colocou o eixo de torção… Já essa nova, dizem que cabem os 2 sistemas sem problemas, tanto que fora tem golf com eixo de torção.

    • Edson Fernandes

      Legal dizer que o multilink nãoé compativel tendo diversos modelos desde Duster até Subaru e dizer que o da VW é o unico incompativel.

  • Jefferson

    Alguém quer comprar um Punto TJET 13/14?

  • Rick76

    Olhando as especificações do carro não dá pra comparar com o Corolla XEI. Analisando todos os atributos fica difícil, conscientemente, comprar o Toyota.
    Outro aspecto é que sendo o primeiro sedã competitivo (falando em marca e volume e desconsiderando o C4) com motor turbo a Honda e a GM vão ter que rever os preços que se comentavam que os novos Cruze e Civic teriam (superior a 100 – 115 mil).

    • Lucas

      Chevrolet só se tiver malucar vender cruze a 100 conto, hoje cruze vende com descontos, um tio fechou um Lt por 70 mil, preço de City… agora, é um carrão, gostei da andada… e honda deve lançar mermo o civic top a uns 110, vai aproveitar que os premiuns subiram de preços e vai ficar nessa faixa, com farol em led e bla bla bla

      • kravmaga

        Mas já reparei que a Chevrolet pelo menos é uma que coloca o preço do carro alto mas baixa muito na hora da negociação, enquanto as japas não diminuem quase nada e não facilitam a venda.

        Acho que é uma tática de vendas. Eu pelo menos sempre saí indignado da Honda quando os vendedores foram inflexíveis na negociação. Por isso nunca tive nenhum Honda até agora.

    • Gustavo73

      Apesar das qualidades do Jetta ele estará uma geração atrás do Cruze e Civic. Lembrando que o Confortline completo incluindo o teto-solar chega nos 100mil.

    • Edson Fernandes

      Ahhhhhh dá.
      Se pegar o valor do Comfortline sem opcionais, o XEi incrivelmente é mais completo. Só perde para variar em não ter ESP, mas tem mais mimos e itens de série sim.

  • Diogo Reis

    Como sempre um bom reajuste, pra não perder o costume :(
    Uma pena, acho que o Trendline por 80 daria uma dor de cabeça na dupla civic/corolla…

  • Rodrigo

    Muito bom!
    O pessoal da engenharia só deveria ter lembrado de tirar a imagem do Golf da multimídia (na bússola e na distribuição do som dentro do carro).

  • Wellington Myph13

    No Jetta que tinha o 2.0 atrasado por muito tempo, decidiram vir com tudo pra enfrentar os novos concorrentes, agora no Golf, que começou EXCELENTE trazendo Turbo, cambio DSG, 7AB e tudo mais, de série, vai e ao invés de Inovar novamente colocando o 1.0T MT e AT6, não, ela volta pra trás e enfia o 1.6 que por mais que a concorrência também tenha 1.6 e também tenha desempenho baixo, não justifica usar a mesma ideia, ainda mais quando se tem o 1.0 TSI sendo feito aqui já flex…
    Vai entender…

  • Vitão

    Melhorias são sempre bem vindo, mas acho que a VW cagou em demorar muito para trazer essas atualizações…. O carro, em termos de design é praticamente o mesmo de 2011, apenas com “leves” retoques…

    Ainda não consigo engolir um sedan de categoria média e vir com um volante capado sem nenhum controle… Merece perder mercado, pois tá dormindo muito no ponto…

  • Matheus Cavalheiro

    Uma pena que não colocaram logo os 6 airbags.

    • Gustavo73

      Seria um diferencial interessante yer todos os seus médios com pacote completo de segurança desde a versão de entrada.

      • Edson Fernandes

        Se tivesse a Vw estaria competitiva com o Jetta, mas do jeito que está, ainda não está legal.

        • Gustavo73

          É aquilo que falamos, o TSi é uma evolução e tanto. Mas os preços subiram bem também. Dava para ter os 6ab, e o volante multifuncional no Trendline pelo menos.

          • Edson Fernandes

            Concordo. Para mim, a VW querer copiar as japonesas sem fazer a devida equivalencia é que não concordo.

            Pelo menos elas colocam itens sem opcionais, ao contrário da VW que tem a cara de pau de colocar num carro de R$89000 o ar de duas zonas. Isso para exemplificar um item. Nesse valor isso deveria ser obrigatorio.

            E pensar que um colega de trabalho tem um Jetta sem volante multifuncional, 2.0 flex, com o interior em caramelo mas que sequer oferece saida para os bancos traseiros (além de itens de conforto que sequer são ofertados).

            Parabenizei ele pela compra (R$54000 Jetta 2013) mas achei muito caro para o que veio no carro. O cara não tem noção do que comprou porque ocarro anterior era inferior.

            Mas por exemplo o dele não tem controle automatico de velocidade… e é isso que o pessoal sequer enxerga qdo tem um carro inferior. Acha que foi evolução devido a ser um carro mais caro sem saber os itens dele. (ao menos o dele tem o ASR)

            E ele saiu de um Fox 1.0.

            • Gustavo73

              Isso que você falou sobre a pessoa vir de um carro inferior ou ser o primeiro zero km conta muito na percepção e avaliação que as pessoas fazem de um.modelo. O Confortline melhorou, voltou a saida de ar traseira ganhou a CMM nova além da sopa de.letrinhas completa como no Golf. Até o volante multifuncional com as padle shifts ele vem. Mas por 90 mil deveria sim vir com o dual zone de série. Deixava o couro vienna rodas 17 e o teto solar em um único pacote. Dependendo dos valores do Cruze e Civic o Jetta Confortline deve ter descontos.

  • Gustavo73

    Alguém sabe se ele também tem a função Star&Stop? Ganhou o XDS e parece que o sistema de frenagem pós colisão que aumentam a segurança. Claro que com um motor muito mais moderno ele ficaria maos caro, mas mesmo com o acréscimo de equipamentos poderia ter sido menor o aumento.

  • Bruno Jefferson

    o público desse carro olha esses preços e pula dentro de um hrv ou continua lá no corolla mesmo.

    • Gustavo73

      Realmente levar menos por mais é nem mais interessante.

      • Bruno Jefferson

        é mesmo, explane melhor.

        • Gustavo73

          -HRV básico, rodas de aço, rádio, sem faróis auxiliares, 2ab abs e esp RS 77 mil reais.
          O Jetta básico 4 airbags, rodas de liga, CMM 5″, abs, esp, controle eletrônico do diferencial, sistema de frenagem pós colisão sensores de estacionamento dianteiro e traseiro 78mil
          -HRV CVT adiciona rodas e os a faróis 82mil
          -Jetta AT, 83mil
          -HRV EX , CMM, bancos em couro, pacote de segurança igual ao básico. 88 mil.
          – Jetta Confortline, bancos em couro, CMM, pacote de segurança igual 89 mil
          HRV EXL, 4 aibags, CMM+camera de ré, bancos em couro, arcondicionado digital single zone 96 mil
          Jetta Confortline +pacote Exclusive, 6 airbags, keyless entry e partida por botão, CMM, arcondicionado digital dual zone, controle de cruzeiro, bancos em couro natural. 96 mil.
          Lembrando que todos os HRV usam faróis monoparabola e todos os Jetta duplaparabola. Fora a superioridade do 1.4tsi frente ao 1.8 16v.

    • Phillippe II

      Aí depende da pessoa.
      É um mero bem de consumo, cada um compra o que quiser. Eu posso comprar uma camisa porque acho bonita, e o João-manjão-de-costuras vai comprar porque ela tem recortes tal e costuras reforçadas, enfim.

      A minha mulher, por exemplo, não vê grande diferença entre Jetta e Voyage, e tá defecando e caminhando para motor TSI e outras baboseiras como essa…
      Certamente prefere um HRV ou Renegade pelo mesmo preço, ou até pelo preço do Jetta Highline 2.0.

      Por ex.: Tenho certeza de que ela prefere um ix35 a um Audi A3 sedan 2.0 220cv… Vcs na internet têm mania de chamar de otário quem compra X carro, porque vcs acham que possuem uma opinião melhor… Mas isso é uma tolice sem tamanho

      • Matheus Conrado

        Tem gente que acha que todo mundo tem que ser entusiasta, e qualquer coisa que fuja do senso crítico deles já é taxado de burrice e tal, porém cada um faz com seu dinheiro o que achar melhor, e atenda [suas] expectativas e não de criticos de mercado. Exemplo é o UP, carro seguro econômico e bem montado, porém não caiu no gosto do público..

      • kravmaga

        HR-V e ix35 eu posso até entender sua mulher preferir porque elas gostam de carros altinhos, mas A3 sedan e ainda por cima 2.0 é meio incoerente para quem não consegue diferenciar um Jetta de um Voyage, não é ?!

        Bem, eu paguei menos no meu Jetta TSI do que um ix35 que não seja o de entrada e tenho um carro tão ou mais espaçoso que o ix35 (o porta-malas é maior e o entre-eixos acho que é um pouco maior também), tem mais acessórios e muito mais motor, além de ser mais aerodinâmico e ter mais estabilidade na estrada.

        Eu já peguei essa febre dos SUVs e bastou um carro para eu chegar à conclusão de que não precisava de um e que só estava pagando tudo mais caro por isso. Gastava mais combustível, um SUV é sempre mais caro do que um sedã ou hatch da mesma categoria ou menos equipado e menos motorizado se comparar o mesmo preço, os pneus são mais caros e até pagava mais caro na lavagem no posto de gasolina (aqui no Rio vários postos cobram mais caro de SUVs porque, além da lataria maior, o lavador tem que subir na roda e fazer muito mais esforço para esfregar o teto do carro).

        • Ernesto

          Você falou, falou mas tenho certeza que a mulher dele não vai dar a mínima. Sabe o porque? Ela tem uma opinião diferente da sua, só isso.

          • kravmaga

            Eu não estou falando para ela, estou falando para ele e quem quiser ler.

            Aposto que se essa mulher dele lesse esse site habitualmente, não teria o pensamento que tem.

            Tem gente que ainda paga para ser mutilado por pierciengs e modificações corporais em todo tipo de lugar do corpo. Para essas pessoas, também não adianta falar que isso é besteira porque elas acham bonito. Mas eu estou pouco me lixando para elas.

        • Leo

          A questão em si é a necessidade de cada um: eu não teria um SUV porque gosto de carros mais estáveis e gosto de andar rápido, mesmo em curvas. Minha mãe montou uma casa de campo num local cheio de estradas de terra, que maltratam carros de suspensão “normal” . Ela passa metade do mês por lá. Um SUV faz todo sentido nesse caso.

          • kravmaga

            Eu entendo isso e inclusive já tive um SUV (na realidade um crossover): Captiva.

            Eu também compraria uma picape de chassis 4×4, um jipe 4×4 ou um SUV 4×4 de verdade se tivesse um sítio e precisasse passar por estradas de terra com muita lama e buracos, mas posso afirmar que onde uma Captiva passava até meu Jetta atual, com pneus de perfil 45 passa também. E ambos vão atolar no mesmo lamaçal porque são 4×2. Tem crossover desses que a distância do solo é apenas 2 a 3 cm mais alto do que qualquer carro baixo.

            Resumindo, se quer um carro realmente robusto e que passem em lama, não compre NENHUM desses crossovers oferecidos no mercado, ainda mais 4×2 e a gasolina ou flex.

            • Camilo Varotto

              Eu moro em um sítio e temos um corolla, minha tia que vem aqui todo domingo tem um 408 e se chover quando ela está aqui o leão se vira na lama! E o corolla então enfrenta barro mais constantemente, já que moramos aqui e pra sair não tem outro jeito. Apenas com chuva constante em que a estrada piora, o deixamos mais reservado e usamos o gol 98, mas se necessário fosse o corolla dava conta também. Os vizinhos daqui de casa tem uma tucson 4×2 e uma strada e quando chove forte por muitos dias seguidos, o suv não sobe os morros pra chegar na casa deles, tem que ser a strada. Resumindo, pra uma pessoa que quer e abre mão da dinâmica e conforto de um sedam médio por que acha que uma estradinha de terra batida ia lhe fazer mal e um suv que não é 4×4 ia se sair melhor eu acho desnecessário.

      • Ernesto

        Parabéns pelo seu comentário. Também acho que cada um compra o que achar melhor e não o que os que se acham entendidos preferem. O dinheiro sairá de qual bolso, afinal?

      • Bruno Jefferson

        eu concordo, mas são os números de vendas que falam por si, principalmente nesse segmento que é formado por pessoas com melhor poder aquisitivo, vejo muita gente falando coisas como “prefiro um Citroen THP”, rapaz, esses carros franceses são verdadeiras dinamites! aqui em casa tem um Fluence Privilege 2012 e o carro um lixo! o pai da minha namorada tem um Sandero e o carro é um lixo, você vai no mercado e o preço do seminovo é ridiculo, nem as próprias lojas que os vendem os querem como recompra.

  • Marcio Andriani

    Das auto….mas câmbio japonês pra num ter problema né……kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, só a gasolina e irmão golf flex…isso que é estratégia de marketing do santanão 3 a missão….quando ele ganhar a plataforma do Golf vai ficar melhor….eu acho……..

  • Rafael Ribeiro

    Estão cobrando quase 10 mil pelo novo motor. Uma pechincha kkkkkk

  • GABRIELCSFLORIPA

    Infelizmente não é fRex.

  • RafaCtba

    O preço da versão de entrada do novo Jetta 1.4TSI está bacana se lembrarmos que o novo Golf 1.6 120cv custa o mesmo valor, oferecendo menos desempenho e espaço interno.

  • Freaky Boss

    Pra quem sente falta do DSG, é simples: compre o golf variant comfortline: mesmo motor, suspensão, interior, ítens de segurança, etc, só que com um porta malas um pouco maior , um câmbio melhor e start stop. Perde apenas o volante multifuncional. E design é diferente, claro, mas aí é subjetivo. CAda um prefere uma coisa.
    Em tempo: esse câmbio tiptronic deve ter sido bem calibrado para viagem. Faz 1.900 rpm a 110 km/h. Praticamente o mesmo giro que o DSG de 7 marchas.

    E digo por experiência própria: o consumo desse motor é muito bom. Eu tinha um nissan 1.8 AT (fiquei com ele uns 6 anos – ótimo carro) que fazia 7,5 km/l na cidade. No mesmo trecho hoje eu faço 10,5 km/l com o golf (DSG). E com start stop desligado. Quando liga melhora um pouquinho. Minha esposa tem um focus 1.6 (motor com controle de válvula, etc, dizem que é moderno,etc) AT e faz +- 7,5km/L nesse trecho também, ou seja, esses motores turbo com injeção direta estão em outro patamar mesmo.

    Quanto a esse Jetta 1.4TSI, tem outros bons sedãs no mercado (por exemplo o Sentra e o C4 THP (civic já era…vai mudar), mas é uma ótima opção na minha opinião.

  • Bruno Brasil

    Voyajão agora sim com motor decente !

    • RafaCtba

      Vw Voyage TSI 2016.

  • Rafael Trindade

    Se a retomada for igual a do Golf ( levando em conta peso ), vai continuar deixando algumas pessoas “chateadas”.

  • Se conseguem colocar esse JETTA TSI 1.4 por R$ 78 mil, por que não colocar um GOLF TSI nacional por esse preço tbm?
    4 mil a mais do que o GOLF MSI, mas bem menos dos que os 92 mil do Golf Highline.
    Não dá pra entender a VW,

    • RafaCtba

      Antes do lançamento da versão 1.6 MSI do Golf, cogitava-se que o mesmo custaria algo em torno de R$60mil e o TSI custaria R$78mil. O MSI deu uma bela “cassetada” na traseira do TSI, pulando para R$90mil. Fica estranho mesmo está diferença do Golf TSI para este novo Jetta, sabendo que os ambos compartilham o mesmo “powertrain”. Apesar que o Golf possui muito mais equipamentos que o Jetta, mas mesmo assim acho que não justifica esta grande diferença de valores. Esperamos que a Vw não mande também o preço do Jetta TSI 1.4 para as alturas.

  • ObservadorCWB

    Notícias Automotivas, duas questões: 1- podem divulgar o peso das versões 2.0 (antiga) e deste 1.4 ? 2- Não gosto quando há mais fotos da multimídia do que do próprio carro rsrsrs Abraços

    • Ernesto

      No site da VW informa que a versão Trendline e Comfortline 2.0 pesam 1.305Kg. Nesta da avaliação, 1.4Tsi Comforline, são 1.298 Kg. Pouca diferença.

  • Joaquim Grillo

    Chegou tarde já logo o Civic 2016 vem e ai sim

    • RafaCtba

      A VW do Brasil enrolou muito mesmo para este lançamento. Pensei que nem seria mais lançado o 1.4 TSI por aqui.

      • Joaquim Grillo

        o problema não é o motor o jetta em si ja está defasado em design

        • Paulor1899

          Verdade, prefiro um c4 ou 408 do que o jetta.

        • Edson Fernandes

          Para mim o que falta é preço.

    • kravmaga

      Você só esqueceu de dizer que o Civic com motor 1.5 turbo “só” será vendido na versão top por 115 mil reais ou mais, o preço do Jetta TSI, só que o 2.0 TSI…

      O Civic 2016 vai vender bem sim, mas muito mais por ficar com o visual mais agressivo e renovado, porque o motor 2.0 aspirado que será usado nas versões que mais vendem será exatamente o MESMO que o Civic atual…

      • Joaquim Grillo

        o civic pode ter motor mil de 110cv que vai ser muito a frente do jetta a vw tá muito atrasada muito mesmo

      • Edson Fernandes

        Só com uma unica diferença: O Civic ganha cambio CVT no motor 2.0 e se aproxima do desempenho d Corolla…. e se tiver a mesma economia, te digo que será proximo do 1.4 TSI eisso pode ser um problema para a VW em preço.

        • kravmaga

          O Civic anda bem sim mas não tem comparação com um motor turbo. O motor do Civic nunca foi muito torcudo e ele nem sequer chega aos 20 kgfm que vários outros sedãs 2.0 aspirados têm.

          O CVT talvez aumente a economia mas o efeito colateral é que a aceleração do carro vai parecer ainda pior para quem dirige (mesmo que o 0-100 melhore). O que talvez melhore tanto consumo quanto desempenho no novo Civic 2.0 aspirado é a redução de peso. Acho que o novo Civic aspirado poderá ter um 0-100 na faixa dos nove segundos a alguns décimos, próximo ao do Focus 2.0.

  • Leandro

    Não tem câmera de ré?

    • kravmaga

      Não, nem o 2.0 TSI de hoje tem. Realmente é uma coisa que falta, mas para falar a verdade, os sensores de ré atrás e na frente são muito mais úteis nas manobras para mim.

      Tive câmera de ré no carro anterior mas tive que colocar um sensor de ré por fora porque a câmera não dá uma sensação tão precisa de distância e porque o sensor de ré alerta bem até colunas ou obstáculos que ficam na parte lateral traseira, que a câmera não consegue pegar.

      • Leandro

        Na verdade um complementa o outro. Tem amigo meu que instalou câmera de ré sem sensor, apesar de eu falar que o sensor é que te dá noção de distância. Sabe o que aconteceu? Foi manobrar o carro e arranhou. Vários carros já trazem câmera de ré com sensor integrado e nesse preço, o Jetta deveria trazer também, mas isso não desqualifica o carro, com certeza.

      • Leandro

        O Civic vem com câmera de ré , mas não tem sensor, vai entender, rsrs.

  • Bittencourt

    Carrão, esse azul então!!!
    Só não gosto dos materiais do acabamento dele.

  • beto

    É o famoso bom mas ninguém compra.

  • Edson Fernandes

    Para mim o que pega é ter numa versão de 89000 REAIS ar digital de duas zonas OPCIONAL!

    Estão loucos??? os demais sedans tem ar DIGITAL nesse valor! Seja 1 zona ou 2 ….. já possuem! Ridiculo ter como opcional sensor de chuva e crepuscular. E me desculpe… mas falta também as versões de cntral com GPS de série além de mais dois air bags. Ao menos colocaram ESP, só que ninguem sabe ate´agora a partir de qual versão.

  • Para um carro que não atrai vendas, deveria vir mais equipado e com um preço mais baixo.
    Se eu fosse fosse presidente de uma montadora eu iria arregaçar na competitividade. Ou eu fazia as vendas explodirem ou eu quebrava a marca em pouco tempo…hehehehehe

  • arts eduardo

    É, Baita carro que se tivesse vindo com estes atributos assim que pintou na terrinha, não tinha ficado até hoje como mero coadjuvante, dos sedans no mercado no segmento dele, (cruze,c4,focus), ele é o único que me atrai, mas quando vejo na revendas os vendedores quase implorando para comprar, vejo o quanto é difícil vende-lo ….

  • Daniel Alves

    Virou, na minha modesta opinião, o carro mais interessante do segmento. Não fosse a falta de um pós venda regular pra bom, venderia bastante.

  • Anonymous

    Galera, parabéns pelo conteúdo dos posts! Faz TEMPO que não vejo uma conversa mais madura e objetiva, diferente daquelas cheias de gente de birra um com o outro!