Chevrolet Europa Hatches Opel Populares

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Chevrolet Corsa. Um carrinho que fez muito sucesso no Brasil, e também um dos modelos mais emblemáticos e carismáticos do Grupo GM.

Ele começou seus dias de glória na Europa, mais precisamente em 1983, quando fora lançado com o nome de Corsa – corrida em italiano. Mas lá ele era o Opel Corsa.


Fabricado em Zaragoza, Espanha, o Corsa vinha com um design que lembrava muito seu irmão mais velho, o Kadett, que havia sido lançado três anos antes.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Opel Corsa A

O primeiro Corsa, ainda sob a bandeira da Opel, debutou no mundo, numa época em que os combustíveis estavam muito caros – o que não foge muito a regra de hoje em dia – e com isso, as marcas precisavam investir em projetos com motores mais econômicos e mais compactos.


Outras marcas como a Volkswagen e Ford, com o Polo e Fiesta, já ditavam quais seriam as regras do jogo: motor transversal, tração dianteira, carroceria hatchback de três e cinco portas, e pouco mais de 3,5 metros de comprimento.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Com uma ampla área envidraçada, traseira com desenho e corte mais reto e anguloso, o Corsa, mesmo sendo menor que o Kadett, proporcionava aos passageiros uma boa visibilidade interna e bom espaço interno.

Com versões de 2 e 4 portas, além da primeira variante sedan, o Corsa tinha concorrentes de peso, como o Fiat Uno, que curiosamente fora lançado no mesmo ano, Renault 5, e Peugeot 205 – a partir de 1984.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Sua versatilidade se dava também no quesito motorização, com opções 1.0, 1.2, 1.3 e 1.4 litros a gasolina e o 1.5 a diesel. Neste mesmo período, o mundo conhecia as primeiras variantes SR, com o motor 1.3 e bons 72 cavalos, o GTE de 1990, com um motor 1.6 de 100 cavalos que mais tarde ao adicionar a injeção eletrônica, seria chamado de GSI.

Ainda nos anos 90, o modelo começava a ser vendido na Inglaterra com o nome de Nova, sob a bandeira da Vauxhall, braço direito da GM.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa B – Opel e Chevrolet

Como o modelo anterior do Corsa ficou 10 anos no mercado, recebendo apenas pequenas reestilizações, a nova geração apresentada em 1993 tinha que ser estupenda.

Para isso, a Opel, contratou um estúdio japonês de design, o Studio 6, chefiado pelo japonês Hideo Kodama, que trouxe um design mais avançado, sem linhas retas, apenas formas fluidas e ovais.

Com isso, o modelo apresentava ao mundo suas novas variantes, a de 3 portas e a de 4 portas – detalhe que a traseira do modelo de quatro portas era ligeiramente diferente, com lanternas verticais e menores, e um amplo espaço para as bagagens, e nesta geração, não houve a versão sedan, que fora apenas apresentada em 1995 no Brasil, com design exclusivo feita pela equipe de Design da GMB.

Dentre as versões apresentadas naquele ano, destacava-se o novo Corsa GSI, agora com motor 1.6 litros, com 16 válvulas e bons 109 cavalos.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Em 1994, ano do Tetra no futebol, e também da lastimável morte de Ayrton Senna, ganhávamos um consolo, o Chevrolet Corsa. Apresentado em Barcelona, na Espanha, o Corsa Brasileiro, agradava por seu visual em dia com o modelo Europeu, motores modernos, e fez com que a concorrência ficasse de cara no chão.

No salão do Automóvel de 94, a Chevrolet apresentava seu trunfo, o Corsa GSI, que usava a mesma configuração do modelo Europeu, o belo motor 1.6 16v importado da Hungria, com injeção multiponto sequencial, bomba de oxigênio e válvula de recirculação de gases de escapamento (EGR).

O que tornava o Corsa, um dos esportivos mais gostosos de se dirigir, segundo revistas especializadas da época, e é claro, seus donos atualmente.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Nessa mesma geração o mundo conhecia um dos modelos mais atraentes da linha Corsa – o Tigra. Iniciando a vida como apenas um exercício de design, o Tigra foi apresentado no Salão do Automóvel de Frankfurt, e logo ganhou a simpatia do público.

E para fabricá-lo, a Opel, nem ao menos teve que ter muita dor de cabeça, já que era necessário apenas adaptar uma nova carroceria, que tinha um visual muito marcante e esportivo, a mecânica do Corsa GSI.

E assim, nascia um cupê esportivo de duas portas da linha Corsa. Em 1997, chegava o último membro da família Corsa, sua versão perua. Que tinha por objetivo, substituir a Kadett Ipanema e a lendária Chevette Marajó – essa já fora de linha há alguns anos.

A versão Wagon – sobrenome dado a perua do Corsa, acompanhava o restante da linha no quesito motorização, acabamento e itens de série. Um ano antes, a GM apresentava sua versão picape, que no Brasil viria a se chamar Montana.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa C, no Brasil em 2002

Na sua terceira geração – segunda no Brasil – o Opel Corsa, trazia um novo e melhorado design, agora inspirado no irmão maior o Astra. Lanternas que agora eram mais verticais e que contornavam o vidro da tampa do porta-malas, um espaço interno ainda melhor, e novos motores, o Corsa chegava de fato nos anos 2000.

Para o Brasil, foram necessários 2 anos para que o Opel trocasse o “Raio” pela “Gravata”, uma vez que tiveram que fazer alguns retoques e ajustes para manter o Corsa competitivo no nosso mercado. Dentre essas alterações, estavam coisas como a retirada do repetidor de seta que ficava nas laterais do Corsa Europeu, redução da quantidade de Air-Bags – eram 6 no modelo original – ficando com apenas o duplo – como opcional – e a adaptação dos motores para a gasolina usada aqui.

No caso dos motores, o famoso 1.8, era uma adaptação do 1.6 da Família I da Opel. As versões equipadas com motor 1.0, adotaram a tecnologia de alta taxa de compressão, fazendo com que o motor rendesse 71 cavalos e fosse chamado de VHC.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Ainda em 2002, a GM, apresentava sua versão local do Corsa Sedan também, versão que não existia na Europa, por uma questão de sedans derivados de carros pequenos, não vendiam muito.

Mas em terras tupiniquins, era praticamente líder de vendas no seu segmento, por contar com um conjunto mecânico acertado, motores modernos e amplo espaço para bagagens e passageiros. Desta vez, a linha corsa não ganharia uma versão station wagon, para a tristeza dos fãs de peruas, mas em 2003, a picape do Corsa ganhava um novo design, e agora um nome próprio: Montana.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

De 2002 veio também o que se pode chamar de sucessor da Corsa Wagon, a Chevrolet Meriva, que tinha sido apresentada como conceito no Salão Internacional de Detroit, em 2001 com o nome de Sabiá.

No ano seguinte, a Meriva debutava no país com design sofisticado e elegante e dotado de um sistema de bancos inteligente, chamado de Flexspace, que permitia que o banco traseiro pudesse ser movido e até dobrado para aumentar o volume de carga.

Do mesmo ano, a GM inaugurava seus motores flexíveis. No ano seguinte, a nossa Meriva seria venda na Europa sob a bandeira da Opel e da Vauxhall, devido ao seu grande sucesso no nosso mercado, e é claro, uma pontinha de inveja por parte dos Europeus, por não ter pensando nisso primeiro.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

De 2005, temos a famigerada linha SS, que era composta pelo Corsa em sua versão hatch com motor Flexpower, acompanhado da irmã Meriva e do Astra hatch. Que nada mais eram do que versões com cores limitadas, no início apenas vermelho, e um ano depois passando a acrescentar o preto e um tom de cinza.

Nenhum tipo de alteração nos motores era feito, uma vez que Corsa e Meriva dividiam o mesmo motor 1.8 Flexpower enquanto o Astra vinha com o já tradicional 2.0 litros. Bem que o Corsa SS e a Meriva SS poderiam ter sido equipados com motor 2.0, seria sensacional sem dúvida.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa D

Dividindo componentes e base do Fiat Grande Punto, o Corsa D, era apresentado ao mundo em 2006. Com novos motores, design atualizado, ainda com forte inspiração no Astra, o novo Corsa mostrava seu amadurecimento.

Com tantas novidades, o modelo até mudou de categoria, saindo de compacto para Compacto Premium, e brigando com os novos Ford Fiesta, Volkswagen Polo e outros concorrentes europeus fortes.

Desta vez, nós não ficaríamos em pé de igualdade com a Europa. Suas carrocerias de 2 e 4 portas ostentavam novos vincos e design diferente entre si. Do Corsa D, tivemos apenas a felicidade de utilizar a base, que mesmo que compartilhada com o Fiat Grande Punto, estava bem mais atualizada do que a plataforma aqui lançada em 2002.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa E

Na sua quinta e mais recente aparição, o Opel Corsa apresenta um design com linhas mais invocadas, detalhes em led, novos motores e atualização de plataforma e conteúdo das versões.

Também sem qualquer chance de ser vendida no Brasil, atualmente o Corsa D conta com mais de 750 mil unidades vendidas.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa no Brasil

Como é de conhecimento público, o nosso Chevrolet Corsa saiu de linha em 2012, mas deixou dois sucessores, por assim dizer. O Chevrolet Celta apresentado em 2000, com o intuito de ser o carro de entrada da GM, mas conforme os anos foram passando, o modelo chegou a sufocar o Corsa.

Dotado da plataforma da primeira geração vendida em solo nacional, o Celta até que conseguiu por um tempo ser bom em vendas, mas como ele utilizava uma plataforma muito velha, e em 2008, a GM não estava muito bem das pernas, isso queria dizer que não era viável trazer e modificar o Corsa D.

A partir dessa situação, a solução encontrada para dar, por assim dizer um “substituto” para o Corsa, foi pegar novamente sua base de 1994, e criar uma carroceria nova, e com isso nascia o Agile em 2009.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

O modelo nunca conseguiu seu lugar ao sol como um dia o Corsa conquistou. Com um design um tanto controverso, o Agile tinha porte de Polo, e preço equivalente de Corsa, o que causou um fogo-amigo.

Felizmente o modelo saiu de linha em 2016, depois de receber um pequeno facelift e gerir a 2ª geração da Montana, que por ter o design semelhante ao Agile, lhe rendeu o carinhoso apelido de “Monstrana”.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Onix – O Corsa original da GM do Brasil

Diretamente de 2012, o Chevrolet Onix foi criado com a intenção de colocar novamente um hatch com estilo jovem e que apagasse a imagem ruim que o Agile tinha. Apresentado no Salão Internacional de São Paulo, ele tinha a importante missão de representar bem o Corsa.

E desde seu lançamento, ele esta fazendo jus ao seu antecessor. Mesmo não tendo acesso a 5ª geração do Opel Corsa, tivemos ao menos acesso a sua base, a chamada plataforma GSV. Com isso, a GM conseguiu criar um carro com design marcante, motores que já eram conhecidos, porém recalibrados para as novas leis de emissão, e mais conectividade e segurança.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Na mesma base, assim como o Corsa original, o Onix construiu família, com um sedan – o Prisma, um sedan para substituir o finado Astra sedan – o Cobalt – e uma minivan Spin – para aposentar a Meriva e Zafira, com opções de 5 e 7 lugares respectivamente.

Atualmente, o modelo conta com seu primeiro facelift, e a inclusão de uma nova versão chamada Activ, que tem foco no estilo aventureiro. Além de empregar um câmbio automático de 6 velocidades, que leva ao consumidor mais conforto.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Futuro do Corsa?

Desde que o Grupo PSA – Peugeot Citroën comprou da GM, Opel e Vauxhall, em 2017, sabe-se que o novo Corsa deve dividir plataforma e tecnologia com os Citroën C3 e Peugeot 208 de nova geração.

Fora esta informação, não se tem quaisquer notícias de como deve ser sua identidade uma vez, que agora os modelos da Opel e Vauxhall, estão nas mãos dos Franceses. Recentemente, houve a apresentação do novo Buick Excelle, que em tese dará pelo menos para os mercados emergentes uma solução para ser o substituto do Corsa.

Segundo algumas projeções, tanto o Novo Corsa, quanto o Buick devem ter estilos semelhantes, uma vez que os modelos da Buick, são em sua grande maioria, modelos da Opel com outro logotipo.

Sabe-se também que do Buick, virão as novas gerações do Chevrolet Onix/Prisma e da dupla Spin/Cobalt. Conforme projeções abaixo, podemos ter um breve deslumbre de como seriam esses modelos de suas respectivas marcas, para ao menos termos uma noção.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa pelo mundo

Como já dito, o modelo teve sua origem na Europa com o emblema da Opel, na Alemanha e grande parte da Europa. Na terra da Rainha, o modelo ganhava a bandeira da Vauxhall, e nome diferente no começo de sua carreira, que depois foi alinhado com o restante da Europa.

Ele também foi vendido na Índia e China sob a bandeira da Buick com o nome de Sail, que teve versões sedan e perua, no caso do sedan, a GMB importou todo o ferramental do modelo e lançou aqui como um facelift para o Corsa sedan de primeira geração que passou a se chamar primeiramente de Corsa Classic e com o passar dos anos, apenas Classic.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Mesmo tendo abandonado o segmento esportivo com o famoso Corsa GSI, seu ate então braço europeu continua em voga com versões ainda mais apimentadas, como a OPC, que tinham detalhes ainda mais expressivos e motores com mais potência para não deixar com saudades os fãs do modelo, pelo menos não na Europa.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Além de ter sido vendido como Vauxhall Corsa, o modelo ganhou a terra dos Cangurus sob a bandeira da Holden com o nome de Barina. Atualmente, o Holden Barina, é apenas a versão de mão inglesa do Chevrolet Sonic, vendido nos Estados Unidos e que compartilha a mesma plataforma com o Corsa D.

E por falar no Sonic, ele pode ser chamado de versão Americana do Opel Corsa, uma vez que divide a mesma plataforma e alguns motores, dependendo da região. Atualmente o modelo é vendido com motores turbo e versão hatch de 4 portas e sedan e versões apimentadas chamadas de RS.

O modelo teve seus dias de glória no País, mas por conta do Onix, de preços muito próximos e baixas vendas, o modelo teve poucas unidades vendidas no país, e a princípio não tem qualquer intenção de volta ao Brasil, correndo o risco até de sair de linha nos Estados Unidos, devido a baixa procura por carros compactos no país.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Corsa: a história e todos os detalhes do popular  Corsa: a história e todos os detalhes do popular

Um dos pontos mais curiosos da história do Corsa no Brasil, foi quando começaram a circular as mulas do Opel Corsa D, que muitas publicações, davam como certa, que a nova geração seria vendida aqui.

Mas o que aconteceu mesmo, foi que os Corsas Europeus, estavam apenas para teste de peças e plataforma, para dar origem ao Chevrolet Onix, e seus derivados.

Também é valido lembrar que muitos davam por certo também que em 2009, a GM lançaria um sucessor para o amado Corsa, mas o que aconteceu na realidade, foi a adaptação do Corsa B, de 1994, em uma carroceria mais alta como o Volkswagen Fox e com um design que parecia ter sido pensado e criado as pressas.

Assim, nascia o”Tragile” ou Agile. Que também dividia sua base e motores com outro modelo que tinha sido lançado anos antes, o Celta. Atualmente o Corsa tem a marca de mais de 10 milhões de veículos produzidos em todo o mundo, uma marca impressionante, para um carro com uma plataforma robusta, e design carismático que cativou e ainda cativa os aficionados por carro mundo afora.

Corsa: a história e todos os detalhes do popular
Nota média 4.7 de 3 votos

  • Fábio Carvalho

    O Corsa A era um Chevette e o Corsa E parece um Peugeot 408.

  • Augusto Brum

    Gosto de todas as gerações, mas é uma pena que nos anos 80 a GM não decidiu apostar no segmento de carros compactos aqui no Brasil, teria sido muito legal se ela tivesse fabricado aqui o Corsa A para concorrer com Uno. O Chevette Hatch de certa forma acabou tendo a mesma função do Corsa por aqui.

  • Guilherme Batista

    Lembro de quando aluguel um Corsa D em Paris.

    Viajei mais de 800 km com o carrinho e que diferença!

    Nem acreditei que era realmente um corsa. O que mais me impressionou foi o sistema de GPS do próprio que alterava a rota de acordo com o tráfego. Ele utilizava uma espécie de frequência de rádio (ou satélite) que ficava informando notícias de trafego e as utilizava para mudar a rota.
    Inclusive quando era algum acidente, havia a opção de tocar a noticia.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email