Ford Hatches Mercado

Ford Fiesta dá adeus ao Brasil e entra para a história nacional

Ford Fiesta dá adeus ao Brasil e entra para a história nacional

O site da Ford está mais vazio hoje. Saiu de cena o Fiesta, ou melhor, New Fiesta. O hatch compacto premium da marca americana se despede após quase duas décadas e meia de mercado, deixando para trás uma trajetória vencedora. Com a venda da fábrica de Taboão, São Bernardo do Campo, a aposentadoria do modelo chegou mais cedo.


Aliás, mais cedo até do que se pensava com a venda da fábrica, cuja produção era esperada para se encerrar em outubro ou no máximo novembro. Com apenas motor 1.6 Sigma disponível e em três versões que restaram, o Ford Fiesta deixa a produção no ABC Paulista e nenhum sucessor em seu lugar.

Ford Fiesta dá adeus ao Brasil e entra para a história nacional

Lá fora, o Fiesta só viu uma nova geração na Europa, onde ainda é uma boa base de vendas para a Ford. Sem vislumbre de um sucessor, a Ford agora concentrará suas forças no pequeno Ka, que fica junto com os solitários Ka Sedan e Fusion, num espaço vazio que sobrou na gama de automóveis da marca.


New Fiesta Sedan, Focus e Focus Fastback também foram outros que arrumaram as malas e partiram para a história do automóvel no Brasil, onde agora o New Fiesta se junta aos irmãos que padeceram na nova estratégia da Ford, que será igualmente funesta para muitos outros carros, em especial nos EUA.

Ford Fiesta dá adeus ao Brasil e entra para a história nacional

No próximo ano, será a vez do Fusion também morrer, embora relatório recente diga que o sedã executivo terá seu fim definitivo mesmo em 2021. Enquanto o Fiesta, vai sobrar a saudade dos proprietários e fãs desse carro, que chegou aqui importado da Espanha, virou nacional na atualização, mudou de geração por duas vezes e chegou a ter o desejado motor EcoBoost 1.0.

O Ford Fiesta também sofreu com o Powershift, mas resistiu ao tempo e aos rivais até aonde pôde. Teve motores Kent, CVH, Zetec, Zetec Rocam e Sigma, além do EcoBoost.

Ford Fiesta dá adeus ao Brasil e entra para a história nacional
Nota média 4.6 de 9 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Unknown

    Uma pena, apesar de pouco espaçoso, um excelente carro!

    • Domenico Monteleone

      Desculpe discordar, mas eu acho um péssimo carro, com o tempo até a espuma dos bancos dava b.o

      • Bryan Silva

        A minha família teve todas as gerações do Ford Fiesta. Eu mesmo tive três gerações. A meu ver, as piores versões foram o Rocam 1.6 107cv, que engasga, e o New Fiesta mexicano. Os outros foram um sucesso para mim.

    • EGITO

      Fico imaginando o que vai ser da FORD.O ECO patinando nas vendas tomando surra dos rivais,so sobrou o KA e suas variantes ,nao sei nao,mas a FORD logo logo fecha as portas aqui.

      • Hodney Fortuna

        Bem provável. A marca está diminuindo de tamanho assustadoramente.

  • Piston head

    :(

  • TchauQueridos

    R.I.P.

  • Mais um pouco pode refazer a matéria, tirando a palavra Fiesta. Que fim de resto está a Ford.

    • Lucas Alves

      Só tenho uma coisa a dizer, vc foi direto ao ponto chave da Ford no Brasil! Kkkk Kkkk Kkkk

  • Paulo

    Foi um carro muito bom para a Ford, mas quando parou de inovar e começou a aumentar o preço pelo menos umas 4 vezes por ano chegando num preço absurdo, começou a decadência.

  • Allifen Marques

    Descanse em paz, guerreiro

  • Marcus Vinicius

    Devem algumas unidades da China ou Espanha do ford Fusion depois de 2020

    • Xumbretado

      Interessante. Fonte?

    • Junoba

      Com o dólar nas alturas, eu acho que isso talvez não ocorra. Tudo pode mudar, assim como a previsão era de produzir o Fiesta até Outubro, acabou encerrando antes.

    • fsjal

      Se vindo do México, com isenção, a Ford teve a pachorra de colocar o preço do Fusion acima do Passat, imagina, vindo de outro país

  • Victor Nunes

    Impressionante como esses executivos da Ford Brasil são incompetentes e ainda permanecem tomando decisões irresponsáveis. Definitivamente querem fechar as portas no país.

    Carro excelente; pessimamente divulgado pela montadora.

    • Alaor

      Passou o tempo dele e a Ford não atualizou. Pouco tempo atrás ele ainda vendia bem, mas a chegada do Argo e principalmente do Polo bateram forte no Fiesta.

      • João Silva

        Argo é incomparavelmente inferior ao Fiesta, nível do Ka. O Polo pode ser comparado, mas ainda assim o acabamento interno, materiais fica abaixo.
        O mercado para o Focus está mais complicado, mas um novo Fiesta bem posicionado em preço e equipamentos poderia competir e bem nesse mercado. O segmento ainda apresenta um bom nível de venda, vide os modelos citados.
        A Ford precisaria investir no segmento com um novo produto atualizado, mas será que tem capacidade de investimentos ainda? Só os executivos da marca é que podem dizer, eu não sei. Se a questão fosse somente de estratégia, acho que já teriam chegado novos SUV’s antes da descontinuidade do Focus e Fiesta.

        • Luan Rayan

          A Ford percebeu ($$$$$$$$) que pode colocar o ford Ka no lugar e no preço dele e o BRHUE ainda vai comprar e muito, vide que está em 3º lugar atualmente, a Ford perdeu a mão quando trouxe o Fiesta minúsculo em espaço interno, em oposição às necessidades dos Brasileiros que preferem espaço interno maiores, vide T-cross que adaptou seu tamanho ao mercado Brasileiro.

          • Edson Fernandes

            Só que o que vende bastante são as variantes 1.0. Os modelos 1.5 e principalmente topo de linha fazem parte de um mix pra lá de baixo perto do 1.0 S e SE.

            E isso é ruim, demonstra que o produto não é atrativo acima, ainda que tenha preço competitivo qdo falamos do modelo 1.5 SE (e 1.5 SE Plus).

            Infelizmente para a Ford, ela poderia ter feito uma atualização de espaço interno no Fiesta para ser competitivo. Mas ele em um determinado momento, ficou bem mais caro que em sua estreia e isso ajudou a ter uma visão ruim do produto. Depois que ela voltou atrás e tornou ele competitivo. Mas deveria ter atualizado. E junta o timing da Ford que costuma ser “rapido” e culmina nessas coisas.

            Um carro que deixou de receber o conjunto 1.5 + AT6 nas versões qdo com trnasmissão powershift.

            • MauroRF

              Edson, acho que a Ford vai ter que equipar mais as versões 1.5 e sem subir muito o preço para atingir o público que compraria o Fiesta ou compactos como Polo. Não vai ter escapatória. Repare que ainda não lançaram a linha 2020 do Ka. Eles vão precisar equipar SE Plus e Titanium com mais coisas, como ar digital, por exemplo, e ofertar ESP em mais versões. Se não fizerem isso, não vai aumentar as vendas, e o produto vai começar a perder vendas por conta do envelhecimento dele. Eu tenho visto vários SE AT por aí (os 1.0 é que vejo mais), mas o Titanium não vi nenhum até agora nas ruas.

              • Edson Fernandes

                Eu só vi um nas ruas e tinha um cor puxada para o bege, bem feio ao meu gosto.

            • Tommy

              O Ka só vende o que vende pelos altos descontos na versão de entrada, virou carro de Uber e Locadora, os automáticos tirando o Freestyle (que é raríssimo, não vi um sequer até hoje em SP) são vendidos fortemente pra PCD

              O Ecosport é outro que só sai a base de muita promoção e vendas PCD

              Sério, não vejo futuro na Ford Brasil.

              • Edson Fernandes

                Eu já vi o Freestyle pq era laranja. Mas só vi um na estrada (Bandeirantes)

          • Unknown

            Onde está o T-cross na lista dos mais vendidos?

        • Domenico Monteleone

          Acho que você nunca viu um Fiesta de perto, se acha o acabamento bom.

          • João Silva

            Na familia são 2 fiesta, um mexicano e um nacional. O mexicano é bem superior, mas o nacional ainda é muito melhor que Argo e também superior ao Polo. Não disse que era bom, só comparei com os outros citados.

      • RodrigoABC

        Não atualizou, em resumo:
        Segurança: desde 2011 com 7 airbags e ESC
        Acabamento: quando importado, soft-touch no painel, bancos em couro de altíssima qualidade
        Dirigibilidade: muito boa, ótima resposta ao volante, muito bom de curva

        Entre muitos itens que nenhum dos “players” atuais possuem, isso pois veio a versão intermediária importada do MX.

        Sobre o sedan, se for comparar o último modelo vendido (titanium plus), era mais equipado e pelo mesmo preço dos concorrentes em suas versões top (cronos prec. Yaris XLS, Virtus HL), etc.

        Mas o problema não era ser atualizado, e sim a Ford fazer o nome dele, a lentidão de fazer ajustes, essas coisas. O problema foi gerência, e não o produto.

        • Edson Fernandes

          Além da maior critica do produto ser espaço interno, que poderiam (e como a fazer o fez no Ka) de também fazer algum redesenho do interior para ajudar (o Ford Ka por exemplo ficou com um painel recuado e também a posiçao do banco traseiro mais baixo ajudaram ao ganho de espaço, o Fiesta poderia ter a simplicidade para chegar nisso “a lá” Ka nesse quesito, mas poderia ser um forte concorrente até chegar uma nova geração.

          A Ford vai se ressentir no futuro de não ter dado continuidade.

          • RodrigoABC

            Espaço interno, é como falei abaixo. Porém tem uma ótima dirigiblidade, muito gostoso de dirigir para a categoria e ótima estabilidade. O fiesta, quer queira quer não, é um carro europeu e lá há muitos carros nessa categoria com espaço pequeno (yaris europeu, por exemplo).

            Quando o vi pela primeira vez, ele foi concebido para ser um carro pequeno e a pessoa não sentir tanta diferença em relação ao focus. Por isso o foco é no motorista (Top gear).

        • Alaor

          Brasileiro não liga para itens de segurança. Na época do Fiesta mexicano eu aposto que a versão mais vendida era a que não tinha nenhum airbag.

          Concordo que o carro era muito bom em vários aspectos, mas já tinha seus 8 anos de mercado com a mesma carinha básica. O espaço interno é pífio frente aos concorrentes atuais e até mesmo ao Ka. Qualidade de montagem do modelo brasileiro, fraca até mesmo frente ao Argo. O acabamento do Fiesta nacional é tão tosco quanto do Polo e pior que o resto da concorrência. Isto se chama desatualização. Ponto. Isso pra não falar de powershift que é assunto batido já.

          Itens que o mercado valoriza, como uma simples central multimídia, só apareceram quando estava quase saindo de linha. Não tem jeito de sustentar um produto assim num mercado com o mínimo de concorrência. Claro que foi tudo 100% culpa da lerdeza e incompetência da Ford, mas uma coisa não exclui a outra. O carro está desatualizado sim.

          • RodrigoABC

            Compara o Fiesta sedan titanium plus (antes de parar de ser vendido) com qualquer concorrente da categoria e depois vem falar quem está desatualizado.

            8 anos, e daí? Não é ter 8 anos de vida que vai definir se está atualizado ou não, ele veio desde o início bem à frente do seu tempo. Coisas que ele tinha 8 anos atrás hoje ainda é novidade.

            Tem o espaço traseiro reduzido, sim. Porém ele tem uma das melhores dirigibilidades que já andei na categoria. Se quiser espaço interno compra um logan ou cobalt.

            • Alaor

              Comparo sem problemas, fanboy. Sedan no Brasil é carro familiar. Ou seja, sedan com fraco espaço interno e com porta-malas pequeno não é atraente. Tanto que essa – segundo você – 8a maravilha do mundo de New Fiesta Sedan nunca vendeu absolutamente nada. Se a pessoa queria espaço (quase todo mundo que procura um sedan) comprava qualquer concorrente, não é só Logan e Cobalt. Se a pessoa não queria espaço, comprava um Fiesta hatch, mais barato.

              • RodrigoABC

                Ui fãboy ui ui ui estou vendo seu nível de debate…
                Cara, quem teve um sabe o que fala. Em nenhum momento disse ser a 8a maravilha do mundo. E vendeu pouco, sei disso, acompanho as vendas mensais, até porque nem em publicidade a ford investia nele. E nem todo mundo que procura um sedan quer espaço, tem gente que gosta do desenho da carroceria.
                Faz assim, fica com os “players” de hoje da categoria com interior escola de samba, sem isolamento acústico decente, sem dirigibilidade boa, com nível de segurança “básico” e plástico barato. Depois não vem reclamar que no Brasil os carros são capados, com acabamento de chevette “escola de samba”, sem estabilidade e sem graça de dirigir.

                • Alaor

                  Se trata de outra coisa senão uma opinião de fã? Só o Fiesta que você teve presta, os concorrentes são carroças… Nos poupe dessas falácias, vai.

                  • RodrigoABC

                    Nossa que rapaz nervoso, fica assim não…. acalma o coração :)

                    • Alaor

                      Nervoso eu estaria se tivesse um Fiesta Powershift, tô tranquilo hahaha

                      Só acho meio patético você defendendo seu amável carro fora-de-linha.

    • Junoba

      Não é só a Ford, a maioria das montadoras aqui no Brasil não ”sabem divulgar” seus produtos, principalmente as marcas chinesas.

      • Enzoando

        A CAOA sabe muito bem como divulgar um produto…

  • Dod

    Apesar dos pesares (espaço interno pífio e acabamento de baixa qualidade) as últimas unidades em estoque estão com custo x benefício excelente, desovadas por valores abaixo dos 50k na versão SE, 52k na SE Style e 55k na SEL, todas com motor 1.6 e câmbio manual. Antes um Fiesta fora de linha do que um Ka pelo mesmo preço.

  • Robinho

    Triste, um excelente carro, ainda que pequeno, sou fã da versão Sedan, Titanium…:(

    • matheus

      Tive um sedan manual. Bom carro, super econômico. Lamentável era o atendimento na minha cidade.

      • Klaus Nickel

        muito bom mesmo, em termos de dirigibilidade é um focus um pouco menor

      • Robinho

        sim, concordo, o atendimento aqui tbm não era la essas coisas, se bem que das “tradicionais” a unica que nunca tive dor de cabeça referente a atendimento foi com a GM, porque Ford e VW são péssimos e Fiat mais ou menos…

    • Tive um Mexicano Hatch que apresentou todos os problemas crônicos dos fiestas! Até portas que se abriam sozinhas! Por mim a Ford Brasil tá indo tarde, se for.

  • Fanjos

    Espero que a vida lhe puna Ford

    • Robinho

      quando rancor no seu coração…kkkkkk

      • Fanjos

        Isso porque vc não viu a continuação dessa praga made in José©

    • Edson Fernandes

      Perdemos os bons produtos e vamos ter só aquilo que brasileiro adora.

      E o Ka que custa na versão de topo R$70000 e não tem nem ar digital…

      • Retrato do Papai

        esses dias eu descobri que ele não tem nem parabarro na traseira, fica aquele buraco com toda lataria e partes internas expostas

        • DINEIROO

          Até alguns Corolla não têm isso kkkk. Triste

        • Edson Fernandes

          Basta passar numa rua em reforma e todo o barulho vem para a cabine. Triste.

    • EGITO

      mais ainda?????

  • SDS SP

    Mais um bom carro que deixa o nosso mercado.
    Uma pena, mas é questão de business.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Acredito que venha a nova geração da Ecosport (maior e no lugar do Focus), uma outra Suv compacta acima do Ka (no lugar do Fiesta), a Territory (no lugar do Fusion) e a Pick-up Ranchero (anti Toro). Se assim for a curto prazo, ainda dá pra se recuperar, senão nem Jesus salva a Ford

    • Zé Mundico

      Rapaz, quem dera a vida fôsse assim tão simples…..rsrsrsrs

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        A ford tem um plano de lançamentos e parece ser esses mesmo que falei, porém quando virá aí não lembro, nos EUA já estão começando a se mexer com lançamentos de um monte de SUV

  • Zé Mundico

    Se a Ford acha que vai escapar vendendo apenas Ka e Ecosport, é melhor encomendar a mortalha, pois o fim está bem próximo.
    Mercado perdido não se recupera nunca mais.

  • Rafaelhsouza

    Quando saiu era um carro diferenciado. Tinha um preço muito competitivo e era muito mais equipado que a concorrência, até mesmo o Powershift era um baita avanço se comparado aos IMotions e Dualogics dos concorrentes…mas com o passar do tempo a Ford se esforçou para matar o carro, aumentos quase que mensais, problemas com o cambio Powershift e quase nenhuma atualização…era um morto vivo hoje em dia.

  • Guilherme

    Se não me engano o Fiesta 95, que vinha da Espanha, tinha um 1.3 Endura. Barulhinho de motor diesel

    • Marcelo Amorim

      Exatamente,meu pai na época comprou um 2p,aprendi a dirigir aos 12 anos nele,foi um carrinho guerreiro.

    • th!nk.t4nk

      Tava mais pra barulho de Fusca heim. Mas tinha bom acabamento.

    • Julio Andraski

      As válvulas, quando reguladas corretamente, não batiam.

  • Maycon26

    Uma pena,bom carro,excelente custo/benefício.

  • MauroRF

    Tive um GL 99/2000, um Street 2004/2004 e um Titanium 2014 Powershift. O último, infelizmente, deu problema no câmbio, mas o carro em si era ótimo. Vai deixar saudade sim!

  • Rafael Rabitz

    Já que citou os motores Kent e CVH, que não teve no brasil…. poderia ter citado o Fiesta ST150, equipado com duratec 2.0. assim como o ecoboost 1.6 e 1.5 nos new fiesta ST.

  • Bruno Gomes

    O Fiesta foi um bom produto no mercado nacional. Tivemos aqui em casa um GLX 1.6 2000, depois tivemos um Pulse tambem 1.6 2008, New Fiesta 1.6 SE 2012 e atualmente o New 1.5 SE 2014
    O carro deu um salto de qualidade em 2012 e caiu de uma forma drástica na nacionalização. Acredito ter sido uma medida bem insana da montadora colocar suas fichas no pequeno Ka. É natural que os clientes migrem para outras marcas e até mesmo outros segmentos. Eu até estava empolgado com a ideia da nova geração chegar ao Brasil e aquecer ainda mais o segmento que está bombando no país, e trocar o meu, mas desse jeito é ficar a pé e usufruir de carros alugados (quando necessário).

  • Victor Costa

    Quase troquei meu punto de outrora em um titanium PS… era um excelente carro !
    acabou que não efetuei a compra dele… mas com certeza vai deixar saudade no mercado. Acho um carro bonito

  • Mais uma decisão questionável da Ford, que põe fim a um belo carro.

    Tive um “New” Fiesta Powershift e o carro era muito querido pela família. Valente, guerreiro, nunca deixou na mão e se virava bem apesar do pouco espaço interno e do porta-malas acanhado.

    Num momento em que o segmento respira (vide Argo, Polo, 208), é uma pena que a marca tenha optado por não trazer a nova geração europeia…

  • Claudio Fiorini

    Esse carro só tinha um problema e gravíssimo, por sinal: chamava-se Ford do Brasil.

  • Ricardo

    Ford ficará só com Ka e Eco. Haha

    • MauroRF

      E se não se mexer logo, nem com isso mais. Tenho uma Eco Titanium 17/18, bem completa, um bom carro, mas é um produto que precisa ser renovado, pois está no mercado desde 2012. A minha já é a reestilizada, bom acabamento interno, mas só isso não é garantia de vendas.

      • Edson Fernandes

        Que triste né? Fico sentido pelo Focus ter saido e eles não terem dado condições boas.

        Como te disse, no preço do seu Titanium(sua Eco), eu teria tido um FOcus Titanium Plus. Mas a Ford mesmo com ele já fora de linha não baixou nenhum centavo(eu fui tentar negociar).

        Aí ficou nisso.

        • MauroRF

          Eu queria ter pego um Focus no final de 2017, época em que comprei a Eco. Porém, os descontos, tanto para a versão SE Plus manual quanto para a Titanium não eram tão agressivos para compensar o fato de o Focus sair de linha (sim, naquela época, já rolava esse papo, embora não oficial) e, apesar de o Focus ser um carro que aprecio muito, eu teria, ainda, que fazer escolha entre um com transmissão manual e outro com o Poweshift, que, embora estivesse dando menos problemas, não senti aquela confiança para apostar nessa transmissão de novo. Daí, começamos a “caça” por outros modelos, e eis que, pesquisa vai, pesquisa vem, acabei terminando na marca de novo, mas com a Eco Titanium. A minha completou 14 mil km e sem problemas.

          Não sei exatamente hoje como estão as ofertas do Focus, não vi mesmo. Quando comprei Fords, sempre foi na Mix de São Caetano, e lá eles costumam dar bons descontos (negociando, claro). Veja se eles ainda não têm nenhum Titanium Plus à venda. Agora que saiu oficialmente de linha, acho que vão ter sim que abaixar o valor ou vai ficar encalhado. Não sei se o Fiesta vai para o mesmo caminho, mas um morador daqui do prédio, funcionário da Ford do Taboão, disse que estavam ofertando, para amigos de funcionários, Fiesta SE a 44k. Tentador, não? Imagina um SEL a 50k? Vou ver com ele se um SEL sai a 50k, só para ter ideia. Eu acho que é um carro bom para se apostar (nesse preço) se for ficar com ele uns 4-5 anos pelo menos e não se importar com câmbio manual.

    • Junoba

      Ka, Ecosport, Fusion, Ranger, Edge e Mustang.

      • Ricardo

        Apenas Ka e Eco para os mortais.

  • ViniciusVSG

    Triste perder um nome tão conhecido. Infelizmente a Ford fez por merecer. Em meados de 2013/14 era a montadora com os carros mais modernos e estava na frente da concorrência ( Fusion, Edge, Ecosport, novo Ka, Focus, New Fiesta… ) O Fusion era o melhor e mais tecnológico da categoria, o Ecosport era o mais bonito e moderno dos SUV’s compactos, o Focus oferecia mais itens que a concorrência, o novo Ka oferecia tudo o que o público buscava e o Fiesta tinha seu charme.

    Mas a montadora ficou parada. O Fiesta se tornou obsoleto, o Ecosport não tem mais nenhum atrativo frente a concorrência que surgiu, o Fusion tem o melhor CxB, mas já não anima tanto quanto antes, o Edge perdeu a graça e se tornou mais caro que os concorrentes de grife, o Focus se mostrou problemático e ninguém lembra dele e o Ka ainda agrada a maioria, porém vai perder espaço se não se mexer.

    Triste, gosto muito da marca, mas está ficando p/ trás entre as 5 grandes, talvez só na frente da Fiat, que tem mais dinossauros em linha

  • Rodrigo Lopes

    Fim de fiesta… kkkkkk

  • Domenico Monteleone

    Não fará falta, tinha tudo pra fazer sucesso, mas a Ford se esforçou em fazer um carro com péssima qualidade, além de insistir num câmbio que não prestava.

    • Lucas

      Nada justifica a manutenção daquele câmbio por tanto tempo, nada!

  • marcosCAR

    Não Ford!

    Mudem essa decisão…

    Please!

    • Junoba

      A decisão foi da sede da Ford, reestruturação mundial.

  • Anderson Trajano

    Que tristeza. Aqui em casa foram vários.

    Um GL 2000, um GLX 2001, um 1.0 Supercharger em 2004, um 1.6 Pulse 2009 (ótimo) e por último, um 1.6 SE PS 2014. Na minha opnião, todos foram ótimos carros e referência de conforto e dirigibilidade em suas categorias. Lembro que o MK5 trouxe o motor 1.6 Zetec Rocam e tinha até bancos de veludo. O MK 6 inaugurou uma categoria superior de compactos (ao lado do Corsa), trouxe o Compressor e compartilhou a plataforma com o Ecosport. O MK 7, apesar de seu tamanho diminuto, trouxe itens interessantes, como ar digital, assistente de partida em rampas e controle de estabilidade e tração. Carrinho super divertido de andar.

    Mas de 2015 para cá, a Ford se perdeu. Infelizmente.

    • MauroRF

      Meu “sonho de consumo” não realizado, no comecinho dos anos 2000, foi não ter conseguido ter um GLX 1.6, eu gostava muito desse. Tinha ótimo acabamento e andava muito bem. Amigo meu teve um Street 2002 1.6, que maravilha de carro. Eu tive um GL 2000 azul (o motor Zetec 1.0 proporcionava bom desempenho ao carrinho), um Street 2004 com o mesmo motor e um 2014 1.6 Titanium PS (com exceção do câmbio, que me deu problemas, o carro, no conjunto, era ótimo). Assim como você, todos foram ótimos carros para mim. O GL 2000 vendi com 170 mil km e estava ótimo o carro. Rodei demais com esse, pois era uma época que eu ia do ABC para Sampa todo dia e ainda viajava bastante nos finais de semana naquela época, e o Fiestinha nunca deu uma dor de cabeça.

      Você ainda está com sua Ecosport?

      Falando da Ford, ela precisa se mexer pra ontem ou vai piorar ainda mais. Começando pelo Ka, precisa equipá-lo melhor na linha 2020 para concorrer no mercado, sem salgar muito no preço. A versão Titanium, por exemplo, sem ar digital, é algo inconcebível para mim. E precisa ter mais airbags e/ou ESP nas versões intermediárias, 1.0 ou 1.5. As versões 1.5, principalmente, precisam ser mais equipadas para atender ao público do Fiesta e concorrer com os “players” de mais peso no mercado. Se não fizerem isso já na linha 2020, vai ser ladeira abaixo para a Ford. A Ecosport então, só fazem besteira: sobem o preço e retiram equipamentos. O modelo 2018 tinha 7 airbags em todas as versões, e isso eles deveriam ter mantido, sem subir tanto o preço, pois o produto já é defasado. Cometem besteira de colocar Sync 2.5 na versão Freestyle, tela menor, retiram medidor de pressão dos pneus, restringindo essas coisas a uma versão Titanium que, embora bem equipada, custa caro e perdeu o motor 2.0. Eu tenho a Titanium 2.0 e não trocaria nessa 1.5. Na época da compra da minha, dezembro de 2017, a Titanium foi o melhor custo-benefício que encontrei na relação equipamentos/segurança x preço (83k usando CNPJ).

  • Pedro Henrique

    Ford deu uma de fiat nessa, tirou o carro de linha do nada

    • Pedrob

      Do nada??

  • Ricardo Blume

    Passei na frente de uma ccs Ford aqui de minha cidade semana passada. Que depressão! Meia dezena de Ka, mais meia dezena de Eco e um Mustang expostos na loja. Saudades da Ford dos anos 80 e 90!

  • Natán Barreto

    O brasileiro merece o que tem. Quando surgiu em 2010 revolucionando o mercado, bem acabado, vindo do México e com bom pacote, ninguém comprou. Trouxeram pro Brasil reestilizado, fabricado aqui e abaixo dos 40 mil reais a partir de 2013. Ninguém deu bola.

    Em vez disso compram Ka a rodo, mesmo sendo inferior em projeto, qualidade, acabamento e mais uma pá de coisas. Assim também foi com a GM que trouxe o Sonic em versão sedã e hatch com tudo superior aos concorrentes nacionais e simplesmente optaram pelo Onix.

    Depois reclamam das nossas carroças. O que vende bem é porcaria nível Kwid e Mobi.

    • Zé Mundico

      Só faltou lembrar que o preço dos carros é o item que mais influi na compra. Infelizmente nem todo mundo tem dinheiro sobrando…

  • Rodrigo

    Uma pena, mas é um caminho sem volta.
    Repare que os 3 carros mais vendidos são Ônix, Hb20 e Ka, e os 3 tem a mesma estratégia pra chegar a esses números. O mesmo Carro de 30 e muitos até 70 mil reais. E assim barateiam custo de produção. Fiat e Vw é que estão conseguindo vender bem Argo e Polo mesmo tendo concorrência em casa nessa enorme faixa de preço de 40 a 70.

  • Guh MDNS

    Ainda acho que se a Ford tivesse mudado sua politica de preços de seus carros e uma campanha maciça de vendas como a GM faz até hoje, acho q a conversa teria sido outra…..
    A GM vende Onix mais que padaria vende pão quente de manha. Bastava seguir essa estratégia com seus produtos.
    Realmente é uma pena. Fiesta era caro mas era excelente.

  • Rodrigo

    Eu tive um Fiesta 2015 0km titaniun powershift, o que me encomendava um pouco eram os plásticos de porta, faziam barulho e pareciam frágeis, vendi com quase 50 mil km e não tive problemas com o câmbio. Só achava a frente um pouco bicuda, tinha que tomar cuidado em valetas.

  • Rodrigo Lagoa

    poxa eu tive um new fiesta que foi um dos carros mais gostosos de dirigir. uma facilidade de apontar em curvas fechadas animal, traseirinha solta, do jeito que o diabo gosta. uma dinamica e um acerto de suspensao excepcional. mas puta que pariu que prejuizo que eu ia tomar se tivesse comprado o carro usado!! ainda bem que comprei zero bala, dai todos os problemas que tive a garantia cobriu.
    E nao foram poucos: So de cambio foram 3 trocas totalizando 25 mil reais em servicos e pecas (cobertos pela garantia), o motor teve os selos do cabecote violados por ferruge (sim isso mesmo, um motor de aluminio com parafuso de tampao de metal) e com isso ele ferveu (sem mostrar no painel) e claro precisou de retifica e um cabecote novo. mais 18 mil de prejuizo. peguei o carro fui direto na honda e comprei um FIT (minha mae quem usa o carro). ja rodamos 10 mil km sem nem um barulhinho estranho, nem um solavanco do cambio, ZERO problema. uma pena mas devido a todos os problemas e um carro que ja vai tarde!! quem sabe daki uns anos ele fica beeeem baratinho e dai comecam os upgrades, turbo, swap etc. pq a plataforma e sensacional. so a mecanica que nao presta!

  • Retrato do Papai

    um dos poucos problemas crônicos do modelo era o sistema de arrefecimento que apresentava vazamentos na carcaça da válvula termostática, alguns fabricantes tentavam resolver o problema criando peças de metal, mas pelo que vi o problema apenas mudava de rachar/quebrar para enferrujar… esse problema acontecia no motor rocam

  • A Ford está cometendo um erro, não em trabalhar com foco total nos SUV, mas sim de abandonar todos os carros restante em prol dos SUV que ainda não existe. Pode da muito certo no futuro quando tiver em seu portfólio SUV para todos os gostos, tamanhos e preços, mas e agora? vai engatinhar em vendas e se brincar o Top 10 vai ficar difícil de segurar.

  • Rafael Straus

    A Ford matou o carro errado.

    • Dilson Rosario

      com certeza!

  • Felipe S. Rangel

    Tive 03 Fiestas. E ainda tenho o meu querido Titanium Plus. Carro de dirigibilidade fenomenal! Triste ver o segmento de SUV engolir tudo e todos. Em breve será a vez de Golf, Cruze em um mercado de compactos e SUV inflados.

    • Klaus Nickel

      tenho esperanças da VW manter o Golf pra atender um nicho de mercado, pelo menos.

  • 4lex5andro

    Ford em contagem regressiva pra ficar só nos segmentos de utilitários no país.

  • G. de F.

    Caramba… O que já fizeram, o que fazem e o que ainda vão fazer com o que resta da Ford?????

  • William Kirinus

    Imagino as concessionárias tendo que sobreviver com somente Ka e Eco abaixo de R$100.000,00

  • mojave

    Ford arrumando as malas…..

  • Rafael Neves

    R.I.P FORD!!

  • Marcio Souza

    O próximo passo é fechar as portas.

  • Hodney Fortuna

    Uma pena! Era um bom carro, design avançado, belo e imponente. No atual momento o que levou a sua morte foi por conta do famigerado powershift. Se a Ford tivesse se encarregado de colocar o mesmo AISIN de seis velocidades do Ka nele, talvez teria tido uma sobrevida maior. E caso tivesse transferido a linha de montagem para Camaçari, ainda estaria em linha como opção de linha acima. Mas são as decisões internas da empresa que está acabando com o segmento de carros de passeio em detrimento as SUVs. Hoje, como cliente não investiria mais em carros da Ford, assim como da GM por eu achar que ambas as marcas se fundirão, ou compradas por um outro conglomerado ou até mesmo extintas. Não vejo com bons olhos o futuro de ambas montadoras.

  • Pra mim o Fiesta teve dois momentos, o antes do Rocan e o pós Rocan. O segundo momento foi o começo do fim.

  • GED

    Tenho um New Fiesta Titanium, que comprei no lançamento em 2013 e posso dizer que já andei e até dirigi HB20, Polo, pegeout 208 e o Fiesta é superior, quer seja em design, equipamentos ou dirigibilidade.
    Esses dirigentes da Ford são loucos!
    Poderiam só trocar o câmbio powershift do Fiesta por um automático tradicional ou CVT, que dominaria o mercado facilmente.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email