*Destaque Crossovers Kia Lançamentos Linha 2020 Test Drive

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Por mais que tenha uma linha completa de crossovers e SUVs lá fora, a Kia Motors é um tanto quanto escassa nesses dois segmentos aqui no Brasil. Há somente dois modelos: Sportage e Sorento. O Kia Sportage 2020 é o que mais se destaca, inclusive por se posicionar como a opção mais em conta da marca coreana na categoria.


O Kia Sportage 2020 está em sua quarta geração e recebeu um facelift recentemente por aqui. Sua missão é fazer frente a modelos como Jeep Compass, Peugeot 3008, Hyundai New Tucson e companhia.

Ele aposta fortemente no visual bastante moderno e ousado, além da boa dose de equipamentos em sua configuração mais cara. Ele parte de R$ 117.990 e chega a R$ 159.990.

Confira tudo sobre o carro:

Kia Sportage – história

O Kia Sportage surgiu em 1993 como o menor utilitário esportivo da marca sul-coreana, que foi desenvolvido com base no Mazda Bongo, uma van japonesa. Essa primeira geração do SUV foi interessante porque permitiu que a marca explorasse mais mercados com um veículo compacto, robusto e, acima de tudo, 4×4. Uma versão jipe com duas portas e parte do teto

Além da produção sul-coreana, o modelo foi produzido também pela Karmann em Ösnabruck, Alemanha. Por três anos, o famoso fabricante germânico atendeu a demanda do Sportage. Ele também foi produzido na Rússia.

Originalmente com 4,12 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,65 m de altura e 2,65 m de entre-eixos, o SUV da Kia era equipado com equipado com motor diesel 2.2 de 65 cv (aspirado) e 2.0 a gasolina de 128 cv, além de câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro marchas, bem como tração 4×2 ou 4×4.

No entanto, o Kia Sportage da primeira geração também foi fundamental para conquistar os consumidores brasileiros. O modelo chegou aqui em meados dos anos 90. O motor diesel 2.2 de 65 cv foi considerado fraco, mas era o veículo mais barato com esse combustível no mercado nacional.

Alguns anos depois, quando surgiu a versão Grand – que media 4,43 m de comprimento – o utilitário esportivo adotou um motor 2.0 turbo diesel com intercooler e 87 cv. O motor 2.0 de 128 cv continuou.

Dois anos antes de chegar a nova geração, o Kia Sportage foi retirado de linha e os estoques foram sendo diluídos no meio do caminho. Nessa época, por volta de 2002, a Kia Motors já estava sob o controle da Hyundai.

Uma sinergia estava a caminho e o produto não poderia continuar. Assim, em 2004, surge a segunda geração, agora feita em plataforma compartilhada com o conhecido Hyundai Tucson.

Esse novo carro era alguns centímetros menor que o Sportage Grand anterior e tinha entre-eixos igualmente menor, mas motor e câmbio passavam a ser transversais. O visual era parrudo, mas pouco simpático e não agradou tanto quanto o Tucson no Brasil.

Aqui, este Kia foi vendido com motores 2.0 Beta e V6 2.7 Delta. Lá fora teve motor diesel 2.0. Ele foi criticado pelos fãs do modelo em todo o mundo, pois havia perdido as capacidades off-road e era excessivamente maior. Ele também teve problemas de segurança, em especial o teto fraco em caso de capotamento.

Ainda assim, essa geração do Kia Sportage projetou o modelo em nível global, passando a ser feito na China, Malásia, Equador, Eslováquia, Rússia e Ucrânia, bem como a Coreia do Sul.

Em 2010, a Kia Motors lançou a terceira geração, que fez o modelo ficar mais atraente aos olhos do consumidor, especialmente no Brasil. Aqui, foi o primeiro a ganhar motor 2.0 Flex de até 167 cv. Com visual bem esportivo, ele era um pouco maior e mais espaçoso.

A gama de motores era bem generosa, ganhando (lá fora) motores 1.6 GDI e 2.0 T-GDI, além de 2.0 e 2.4, todos a gasolina. Com diesel, o Kia Sportage assumiu os motores 1.7 CRDi e 2.0 CRDi.

Desenhado por Peter Schreyer, ex-Audi, o SUV fez enorme sucesso até ser substituído pela quarta geração, com estilo “by Porsche”. Schreyer imprimiu um visual essencialmente alemão e com linhas que lembram muito os carros da marca esportiva.

Com faróis estilizados e elevados quase sobre o capô, o Kia Sportage 2020 emprega também faróis de neblina em LED com quatro projetores individuais, criando assim um aspecto bem mais esportivo ao modelo.

Lanternas traseiras com assinatura em LED 3D também reforçam a esportividade das linhas.

A gama internacional de motores é muito parecida com a da geração anterior, mas aqui no Brasil, a importadora oficial decidiu manter no Kia Sportage o 2.0 Flex ao invés de adotar o 1.6 T-GDi de 177 cv, que chegou posteriormente no New Tucson.

Esse é elogiado também por seu nível de segurança elevado e pacote de equipamentos generoso.

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Kia Sportage 2020 – detalhes

Impulsionado por um motor Nu 2.0 Flex de 156/167 cv a 6.200 rpm e 18,8/20,2 kgfm, o Kia Sportage 2020 vem com transmissão automática de seis velocidades e tração dianteira, mas agora com três modos de condução: Eco Drive, Normal e Sport.

No visual, chama atenção a frente musculosa e agressiva, que tem faróis em formato de bumerangue e projetores de LED na versão topo de linha EX. O capô com vincos pronunciados e o para-choque com quatro LEDs em função neblina de cada lado também chamam atenção.

A grade remodelada em estilo dente de tigre, também reforça o apelo visual do Kia Sportage 2020.

Na traseira, o conjunto é robusto. As lanternas de LED são muito interessantes e reforçam a intenção de Kia de apresentar um produto mais sofisticado, de melhor aparência, não que o anterior fosse ruim, muito pelo contrário.

As rodas de liga leve aro 19 polegadas e o teto solar panorâmico também contribuem na boa impressão que o Novo Sportage passa.

A versão EX traz ainda alguns itens prateados, tais como as barras no teto e as maçanetas, além de pequenos frisos no para-choque. O spoiler na tampa traseira dá um toque mais esportivo. Retrovisores com repetidores de direção e frisos cromados nas janelas são outros destaques.

Por dentro, o Novo Kia Sportage 2020 apresenta um acabamento melhor, destacando-se o novo painel com detalhes em preto brilhante e materiais emborrachados estendendo-se pelas portas.

Na EX todo o ambiente é revestido em couro, tendo ainda bancos dianteiros elétricos, mas o traseiro apresenta um defeito: cinto de segurança de dois pontos para o quinto passageiro.

Um pecado grave em um carro que tem Isofix e um pacote de segurança invejável para seu preço.

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Kia Sportage 2020 – novidades

Meses após ter sido apresentado lá fora, o Kia Sportage chegou ao Brasil com retoques no visual. O carro foi uma das atrações da marca no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro de 2018. Após isso, porém, o modelo não teve alterações para a sua linha 2020.

Entre as novidades apresentadas anteriormente, o carro estreou um novo conjunto de faróis dianteiros com desenho inspirado no sedã esportivo Stinger, luzes de seta em LED, luzes de neblina composta por quatro quadrados luminosos em LED e nova grade frontal mais ampla, além de para-choques redesenhados, novas lanternas traseiras e novas rodas de liga-leve de 18 ou 19 polegadas.

O interior, por usa vez, agora conta com um novo volante, painel de instrumentos renovado, novos bancos e novos comandos do sistema de ar-condicionado. Outro destaque é o sistema multimídia com tela de oito polegadas, agora incorporado ao conjunto.

O problema da marca no Brasil é a importação do Sportage, que sofreu bastante com a sobretaxa de 30% de IPI para carros importados e a imposição de cotas para venda de carros de fora, o que fez as vendas da Kia despencarem muito no Brasil nos últimos cinco anos.

Por conta disso, o Kia Sportage tem enfrentado dificuldades em emplacar mais por aqui. A saída seria a produção nacional e o grupo Gandini, representante oficial da marca no país, chegou a comprar um terreno da antiga empresa Marsicano na região de Itu-SP, onde fica a sede da empresa.

No entanto, há um detalhe jurídico que impede a produção de carros da Kia no país, pois durante os anos 90, a Asia Motors – então pertencente à Kia – se associou com empresários brasileiros para construção de uma fábrica e produção das vans Towner e Topic.

No processo, houve importação com benefícios fiscais de um grande lote de veículos, mas com a crise asiática, a marca entrou em dificuldades e os representantes locais não honraram o acordo com o governo, deixando de levantar a fábrica e não recolhendo os impostos devido.

Após muitos anos, o débito da Asia Motors com o governo federal alcançou R$ 1 bilhão e já pode estar em torno de R$ 2 bilhões. Como estava sob o controle da Kia, o governo entendeu que a marca é responsável pelo débito da empresa falida.

Com esse impedimento legal, Gandini não pode sequer montar em CKD carros da Kia no país, sob o risco de ter que arcar com a dívida bilionária.

Como alternativa, a empresa decidiu investir na montagem em CKD no vizinho Uruguai, mas para o caminhão leve Kia Bongo, igualmente prejudicado pela política fiscal do governo. No entanto, o Sportage não pôde ser fabricado naquele país por causa do acordo automotivo entre os dois países, que dificultaria o envio de um volume maior anualmente.

Agora, a alternativa para que o Kia Sportage chegue ao mercado brasileiro com condições melhores é o México, onde a Kia Motors construiu uma fábrica para abastecer o mercado americano e também alguns países latino-americanos, entre eles o Brasil.

Sem imposto de importação e sem incidência de IPI majorado, a estratégia agora é traze-lo de lá. Além dele, o Kia Rio também chegará por via latina.

Kia Sportage 2020 – versões

O Kia Sportage 2020 está disponível em versões que são identificadas por códigos. Confira abaixo a linha completa do crossover médio coreano:

  • Kia Sportage P.161 2.0 AT 2020
  • Kia Sportage P.262 2.0 AT 2020
  • Kia Sportage P.264 2.0 AT 2020
  • Kia Sportage P.265 2.0 AT 2020

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Kia Sportage 2020 – equipamentos

Kia Sportage P.161 2.0 AT 2020

Segurança: oferece airbags frontais, encosto de cabeça para os cinco ocupantes, cintos de segurança laterais traseiros de três pontos e central tipo subabdominal, desembaçador do vidro traseiro temporizado, encostos de cabeça dianteiros ativos, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, monitoramento da pressão dos pneus e sistema Isofix.

Conforto: acendimento automático dos faróis, ar-condicionado manual, banco traseiro bipartido e rebatível, chave tipo canivete com comando de abertura e travamento das portas e porta-malas, piloto automático com comandos no volante, revestimento em couro no volante, alavanca de câmbio, portas e apoio dos braços, saída de ar traseira, vidros elétricos com um toque para descer o vidro do motorista, volante ajustável em altura e profundidade, seletor de modo de condução (Sport, Economic e Normal), freio de estacionamento com acionamento por pedal, descansa-braço no banco traseiro com dois porta-copos, entre outros.

Visual e acabamento: antena estilo shark, retrovisores externos com regulagem elétrica, faróis de neblina, grade frontal com detalhes cromados, maçanetas na cor da carroceria, janelas laterais com moldura cromada, rodas de liga-leve de 18 polegadas, rack de teto, spoiler traseiro, vidros verdes, bancos dianteiros com porta-revistas no encosto, bancos em tecido,

Tecnologia: sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters, câmera de ré e sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de cinco polegadas, Bluetooth, entradas USB e auxiliar e comandos de áudio e chamada no volante.

Kia Sportage P.262 2.0 AT 2020

Segurança: recebe airbags laterais e de cortina, assistente de partida em rampas, câmera de ré com visor no sistema multimídia, controle de estabilidade, controle de tração, controle de frenagem em declives, retrovisor interno antiofuscante, luzes de condução diurna em LED, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e sistema de assistência à frenagem.

Conforto: adota paddle shifts no volante, ar-condicionado digital de duas zonas, banco do motorista com ajuste elétrico e 10 opções de variação, banco do passageiro com ajuste elétrico e oito opções de variação, destravamento das portas sem chave, partida do motor por botão, sensor de chuva, travamento elétrico das portas e porta-malas sensível a velocidade, vidro do motorista com função antiesmagamento, entre outros.

Visual e acabamento: ganha faróis de neblina em LED, rodas de liga-leve de 19 polegadas, retrovisores externos com rebatimento elétrico, aquecimento e setas integradas, iluminação de cortesia nas maçanetas externas, revestimento em couro nos bancos, soleira de porta em aço com o nome do carro, volante esportivo “D-Cut”, entre outros.

Tecnologia: incorpora central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, entre outros.

Kia Sportage P.264 2.0 AT 2020

Segurança: recebe cinto de segurança central traseiro de três pontos, desativação dos controles de estabilidade e tração através do computador de bordo, entre outros.

Conforto: oferece console no teto com porta-óculos e luzes de leitura em LED,

Visual e acabamento: ganha teto solar duplo panorâmico, detalhes Dark Chrome nas laterais, grade frontal e para-choque traseiro,

Tecnologia: ganha central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, Android Auto e Apple CaarPlay,

Kia Sportage P.265 2.0 AT 2020

Segurança: adota assistente de tráfego e detector de ponto cego.

Conforto: oferece freio de estacionamento com acionamento eletrônico.

Visual e acabamento: ganha faróis com design exclusivo em LED.

Tecnologia: conta com carregador wireless para smartphone.

Kia Sportage 2020 – preços

A atual linha do Sportage 2020 pode ser encontrada com preços que começam em R$ 117.990. Todavia, sua versão mais completa pode beirar os R$ 160 mil.

São esses os preços praticados pela Kia Motors:

  • Kia Sportage P.125 2.0 AT 2020: R$ 117.990
  • Kia Sportage P.253 2.0 AT 2020: R$ 141.990
  • Kia Sportage P.264 2.0 AT 2020: R$ 148.990
  • Kia Sportage P.265 2.0 AT 2020: R$ 159.990

*Preços com base no configurador online da Kia Motors em janeiro de 2020.

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Kia Sportage 2020 – motor

O Kia Sportage 2020 utiliza basicamente o motor 2.0 Nu com tecnologia flex. O propulsor é construído todo em alumínio, tendo ainda duplo comandos de válvulas variável e injeção eletrônica de combustível indireta e com múltiplos injetores, além de pré-aquecimento do combustível para partida a frio.

Este propulsor motor 2.0 Nu entrega 156 cv com gasolina e 167 cv com etanol, ambos a 6.200 rpm e 18,8 kgfm na gasolina e 20,2 kgfm no etanol, ambos a 4.700 rpm. Os números são mediados e suficiente para uma performance apenas adequada.

A transmissão é somente automática com seis marchas, mas com três modos de condução: Eco Drive, Normal e Sport. A tração é apenas na dianteira.

Kia Sportage 2020 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final 

  • Kia Sportage 2.0 2020 – 11 segundos e 175 km/h

Itu/SP – O evento de lançamento do Novo Sportage ocorreu na cidade-sede da Kia Motors do Brasil. Dirigimos a versão EX por trechos de ruas e estradas da região do Vale do Tietê.

O motor 2.0 Flex tem boa disposição, mas com 1.570 kg, o Sportage não é exatamente leve para favorecer uma performance melhor.

Por conta disso, o propulsor do Kia Sportage exige giros mais altos para uma tocada adequada, trocando as marchas acima de 3.000 rpm e, em caso de uma condução mais esportiva, trocas entre 4.000 e 5.000 rpm.

O câmbio tem mudanças suaves e tem relações de acordo com as pretensões do Nu 2.0.

São 156 cv com gasolina ou 167 cv com etanol. O torque é pouco no derivado de petróleo, enquanto no vegetal, é apenas mediano. Surgindo a 4.700 rpm, elevam não só giro e ruído, mas também o consumo. A verdade é que não dá para fazer milagres.

Essa é a proposta que ainda existe no segmento do Kia Sportage, onde boa parte dos rivais já partiu para turbo e injeção direta.

Apesar disso, o crossover sul-coreano se mostrou adequado no meio urbano, tendo suspensão bastante confortável, filtrando bem buracos, pedaços de asfalto e outras imperfeições.

Na estrada, o Nu 2.0 Flex do Kia Sportage sentiu um pouco mais em ultrapassagens e retomadas, mantendo giro acima de 4.000 rpm e alcançando picos acima de 5.000 rpm.

Mas, moderando-se o pé, o ponteiro marca 2.200 rpm a 110 km/h. Em cruzeiro, o Sportage se mostrou adequado, mas em condução esportiva, não tem como ir muito além. No modo Sport, o giro fica acima de 4.000 rpm, mas sem disposição maior do motor, não apresenta o resultado esperado.

No Eco Drive, a força do Kia Sportage se esvai rapidamente, sem mais indicado para cruzeiro em estradas mais planas.

O nível de ruído interno, por outro lado é bom, mesmo com o propulsor gritando lá no cofre. A suspensão oferece um bom equilíbrio, ainda mais com Multilink atrás. Mesmo sendo aro 19 polegadas, os pneus 245/45 se mostram bem adequados à proposta do carro e não passam a impressão de dureza.

Ainda assim, o conjunto do Kia Sportage como um todo tem recursos de segurança adicionais na EX. Os freios são suficientes e bem progressivos, assim como a direção elétrica, que reforça a boa impressão ao dirigir.

Kia Sportage 2020: preço, detalhes, fotos, versões, motor (detalhes)

Kia Sportage 2020 – consumo

Cidade

  • Kia Sportage 2.0 2020 – 6,0 km/litro no etanol e 8,7 km/litro na gasolina

Estrada

  • Kia Sportage 2.0 2020 – 7,5 km/litro no etanol e 11,0 km/litro na gasolina

Kia Sportage 2020 – manutenção e revisão

Junto com o lançamento do Novo Sportage, a Kia decidiu finalmente divulgar preços fixos de revisões, começando pelo utilitário esportivo.

Nesse caso, as revisões com mão de obra são feitas a cada 10.000 km, mas o site só apresenta os valores das três primeiras paradas.

A Kia Motors recomenda que a primeira revisão deve ser feita com 10.000 km e depois a cada 10.000 km. Em caso de uso severo do veículo ou menos de 5.000 km em 6 meses, a marca indica que seja feita troca de óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar e demais lubrificantes, além de alinhamento e balanceamento de rodas na rede autorizada.

A tolerância para as revisões do Kia Sportage é de 500 km a menos ou a mais do previsto para manutenção.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.0

10.000 km

R$ 613,17

20.000 km

R$ 888,61

30.000 km

R$ 613,17

40.000 km

(sob consulta)

50.000 km

(sob consulta)

60.000 km 

(sob consulta)

Kia Sportage 2020 – ficha técnica

Motor

2.0 Nu

Tipo

Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1999

Válvulas

16

Taxa de compressão

12:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 156 cv @ 6200 rpm / Etanol: 167 cv @ 6200 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 18,8 kgfm @ 4700 rpm / Etanol: 20,2 kgfm @ 4700 rpm

Transmissão

Tipo

Automática 6 marchas

Tração

Tipo

Dianteira

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora, pneumática

Traseira

Multilink, pneumática

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 19 polegadas

Pneus

245/45 R19

Dimensões

Comprimento total (mm)

4480

Largura sem retrovisores (mm)

1855

Altura (mm)

1655

Distância entre os eixos (mm)

2670

Capacidades

Porta-malas (litros)

503

Tanque (litros)

62

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

480

Peso em ordem de marcha (kg)

1570

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,33

Kia Sportage 2020 – fotos

Viagem a convite da Kia Motors do Brasil.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

    Quem somos

    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

    Notícias por email