Fiat Tempra – Reclamações, Problemas e Defeitos

tempra 001

O Tempra foi um sedan médio que cumpriu a missão de mudar a cara da Fiat no Brasil, até então a montadora só vendia carros compactos como o 147 e o Uno, o feito foi alcançado com louvor, o modelo levou até o Ayrton Senna para o pódio no GP do Brasil de 1993.

Não é difícil encontrar uma unidade  por um preço baixo, mas quais são seus principais problemas e reclamações? A seguir listamos os principais para você.

Os sedans na década de 90 tinham o prestígio que hoje os SUVs têm e o Tempra foi o primeiro da Fiat com status mais luxuoso, tinha vidros elétricos, ar-condicionado, direção hidráulica e rodas de liga.

Nasceu com o motor 2.0 8v que rendia 99cv, ainda carburado, posteriormente recebeu o motor 2.0 16v (primeiro motor nacional com 4 válvulas por cilindro) com injeção eletrônica e que rendia 127 cv, fazia de a 0 a 100km/h em 10,5 segundos e tinha velocidade máxima de mais de 190 km/h, a versão 16v ainda tinha ABS, CD player e bancos de couro como opcionais.

Tempra 003

O modelo ainda recebeu outro upgrade na sua história, o motor 2.0 turbo, com turbina Garret, rendia 165cv, velocidade máxima de mais de 210 km/h e a aceleração de 0 a 100km/h em pouco mais de 8s, números expressivos até os dias de hoje. Mas nem tudo são flores, abaixo estão os principais problemas:

Desempenho fraco da versão carburada

Os 99cv da versão 8v carburada não são empolgantes e o carro é menos eficiente que as versões injetadas, somado isso ao consumo elevado, faz com que essa seja uma versão complicada, baixo desempenho e alto consumo não combinam. Sem contar que carburadores requerem limpezas e regulagens frequentes, pode até ser legal num carro de coleção, mas não no dia-a-dia.

Sistema de arrefecimento problemático

O Tempra tem a (má) fama de ferver com facilidade, e essa fama é merecida, o cebolão é responsável por boa parte dos problemas de sobreaquecimento, existem até alguns kits vendidos na internet para melhorar o sistema, o radiador muitas vezes precisa ser trocado, normalmente por descuido de antigos donos que rodaram sem fluido adequado, de qualquer forma é um problema recorrente.

Trocador de calor vazando

O trocador de calor do óleo apresenta vazamentos com certa frequência, a peça custa mais de R$ 500,00 então é bom dar uma olhada antes de comprar o carro, fique atento a cheiro ou marcas de óleo no cofre.

Revenda ruim

O preço de revenda é baixo, e o carro não tem mais muito mercado então raramente será aceito na troca, por um lado é bom, caso esteja comprando, mas quando quiser vender saiba que provavelmente terá dificuldades e perderá dinheiro.

Carro negligenciado

Infelizmente está cada vez mais raro encontrar ele bem cuidado, por se tratar de um carro antigo mas que ainda não adquiriu status de clássico, seu preço de mercado baixo faz com que caia na mão de donos desleixados que não cuidam do carro, usam peças ruins e óleo fora da especificação. Principalmente as versões turbo e 16v precisam de cuidado, eram motores tecnológicos para a época e tem uma manutenção mais cara, principalmente se for corretiva, pegar um carro barato com o motor destruído pode sair bem caro.

Dificuldade em encontrar peças

Apesar de ter vendido relativamente bem, o Tempra tem algumas peças de reposição difíceis de encontrar, em especial as de acabamento e lataria, as peças usadas estão amplamente disponíveis, porém nem sempre em bom estado, a maior dificuldade são as peças novas e de qualidade.

Freios ineficientes

O carro é pesado e algumas versões tem um motor forte, mas o sistema de freios não é tão eficiente quanto o motor, passando insegurança para o condutor e fazendo com que precise iniciar a frenagem com antecedência.

Comandos elétricos apresentam defeitos

Em geral, boa parte dos acionamentos elétricos do carro apresentam problemas, regulagem dos retrovisores, acionamento das travas e vidros elétricos são os mais comuns de dar defeito, teste todos os botões do carro e veja se funcionam corretamente.

Conclusão

tempra 002

O Tempra tem lá seus problemas crônicos, tem algumas peças bem difíceis de encontrar e caras (levando em conta o preço do carro, é claro), quase todas as unidades já passaram na mão de donos negligentes e descuidados, achar um bem cuidado é raro, mas não impossível, se conseguir achar um em boas condições com certeza é uma boa compra, poucos carros trazem o que ele traz nessa faixa de preço.

As versões turbo são mais raras e tem a manutenção mais cara, porém trazem um ótimo desempenho e no futuro podem inclusive ter um valor de mercado elevado por sua raridade, quem sabe até virar um clássico, mesmo que isso não aconteça certamente é um carro divertido de se guiar.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



c12OrqyAeQ65CANuSaRgcOXX3cvWvBvO3VrU zKQNKMIjAIN28coKUHnlTgz76QZ90
Autor: Luca Magnani

Engenheiro mecânico na indústria automotiva, pós graduado pela Universidade da Indústria do Paraná em Engenharia de veículos elétricos e híbridos.