Honda Manutenção Matérias NA Recalls SUVs

Honda HR-V – defeitos e problemas

Honda HR-V - defeitos e problemas

A expectativa de alguém que compra um carro zero km é não ter problemas tão cedo, esperando levar o carro de volta à concessionária apenas para fazer as revisões.


Isso é ainda mais importante quando o modelo está num segmento disputado como o dos SUVs, como é o caso do Honda HR-V. Vendido atualmente em quatro versões, com preços que variam entre R$ 81.900 e R$ 108.900, o modelo tem tido um bom desempenho nas vendas desde que foi lançado, em março de 2015.

Após terminar 2017 com 47.775 unidades vendidas, o HR-V ficou na segunda posição entre os SUVs (atrás apenas do Jeep Compass) e no 10º lugar geral. Em 2018 a história vem se repetindo, e de forma bem acirrada. O modelo da Honda já emplacou 12.832 unidades entre janeiro e março, contra 12.978 do Compass (uma diferença de apenas 146 unidades).

Mas, para continuar com o bom desempenho, é essencial que o HR-V tenha o mínimo de reclamações entre seus proprietários. E o que eles tem achado de sua experiência com o SUV japonês? Veja abaixo os relatos dos principais problemas vistos até aqui, conforme expressos no site Reclame Aqui.


Ruídos internos

Honda HR-V - defeitos e problemas

Ouvir alguns barulhos no carro pode ser normal para alguns, mas não é algo que o proprietário de um carro zero km espera acontecer. E é com esse motivo que os muitos relatos de ruídos internos começam, o que aumenta a insatisfação.

No caso de um relato de Porto Alegre (RS), sobre um HR-V EX 2017, o problema começou logo no primeiro uso, no trajeto entre a concessionária e a residência da proprietária. Ela relata um barulho na parte traseira, que parece vir do porta-malas, e que (estranhamente) vem acompanhado de um cheiro forte de queimado. O carro foi levado à concessionária, mas os técnicos não constataram nada (nem o barulho, nem o cheiro de queimado). A dona do veículo resolveu falar com o chefe da oficina, que sugeriu que o problema poderia ser a placa do veículo. Depois de alguns dias na concessionária (por causa desse e de outros problemas), o carro voltou com um barulho ainda pior, dessa vez constante, e também vindo do painel do carro.

Num outro caso, também de um HR-V 2017, o carro também apresentou ruídos vindos da traseira, após 10 dias de uso. O veículo foi levado para a concessionária, mas o barulho voltou depois de 3 dias, apresentando também um novo ruído, vindo da roda dianteira esquerda. Dessa vez, os técnicos pediram mais tempo para avaliar a causa, inclusive cedendo um carro reserva para a proprietária. Passados mais dois dias, foi informado que o carro poderia ser retirado, que todos os testes haviam sido feitos e que o problema estava solucionado. Ao chegar na concessionária, a proprietária pediu para andar no carro (junto com um técnico da oficina), pra ver se o problema realmente havia sumido. Em 10 minutos, segundo ela, o mesmo barulho voltou a aparecer, e o carro precisou voltar para uma nova avaliação.

Além desses relatos mais extensos, outros também citam ruídos parecidos, vindos da traseira, do painel e da suspensão e quando o ar-condicionado era utilizado, além de problemas com a acústica.

Central multimídia e GPS

Honda HR-V - defeitos e problemas

Item opcional em alguns segmentos, mas muito requisitado entre os SUVs, a central multimídia tem sido alvo de muitas reclamações por parte dos donos do HR-V.

Um dos problemas citados é em relação à sua funcionalidade. No caso de um modelo 2016, por exemplo, o proprietário diz que a central exige a seleção de uma operadora toda vez que ele vai fazer uma ligação. Como isso o obriga a tirar as mãos do volante, ele reclama que essa função faz perder o sentido de ter um celular conectado ao veículo por Bluetooth. Ao reclamar com a concessionária, a resposta foi que o sistema funciona dessa forma e que não há nada errado.

Outra reclamação é em relação a erros do sistema, como no caso de um HR-V EXL de Limeira (SP), que fazem a central multimídia apresentar mensagens de erro e resetar. Várias visitas foram feitas à concessionária por causa desse problema, segundo o proprietário, mas ele não foi resolvido. Eles apenas ensinaram o dono a resetar o sistema, instruindo a fazer isso toda vez que um problema aparecer. Além disso, depois de uma atualização do GPS feita em uma revisão, o sistema passou a apresentar alguns problemas, como não identificar endereços (que aparecem em outros sistemas, como aplicativos de GPS no celular).

Aliás, quando falamos especificamente sobre problemas com o GPS do HR-V, vários relatos aparecem no Reclame Aqui. Muitos deles em relação à desatualização do sistema, como no caso de um modelo EXL 2016, que não atualizava para a versão 2017 do mapa.

Noutro caso, dum HR-V EXL 2017 com 5.000 km rodados, a atualização do sistema não foi feita e o GPS foi desinstalado, já que a concessionária ainda não tinha feito o download da atualização. Mesmo assim, o serviço foi prometido e o carro foi entregue como se ele tivesse sido feito. Algo parecido aconteceu com um proprietário de Pouso Alegre (MG), que acabou entrando na contra mão numa viagem a São Paulo. Ao reclamar com a concessionária, a resposta foi que “a Honda não está atualizando seu GPS pois eles estão com problemas no sistema e não tem previsão de mudança neste quadro.”

Barulhos na suspensão

Honda HR-V - defeitos e problemas

Outro problema citado em vários relatos é em relação a barulhos na suspensão do HR-V. Num deles, o problema ocorreu na suspensão dianteira. Após falar com a concessionária, os técnicos relataram não ter percebido nada de errado. O carro voltou a apresentar o problema e, dessa vez, teve que ficar 10 dias na concessionária. Para a surpresa do dono, o carro continuou com o problema. Um engenheiro da fábrica o contatou, dizendo que soldas foram feitas na carroceria. Depois de várias tentativas, os técnicos devolveram o carro com a peça trocada (usada, vinda de outro carro), mas o problema ainda persistia.

Outro relato, de São Paulo (SP), conta que foram necessárias cinco visitas à concessionária para tentar resolver o problema na suspensão, que fazia muito barulho. Com 5.000 km rodados, outro proprietário percebeu o mesmo barulho. De início os técnicos não reconheceram o problema, mas depois os amortecedores traseiros e os batentes foram substituídos. Tudo parecia resolvido, mas o problema voltou. Dessa vez, a concessionária sugeriu a colocação de “um kit para a suspensão dianteira”, chamado de “recall oculto” pelo proprietário.

Outros relatos sobre problemas parecidos podem ser vistos aqui, aqui e aqui.

Recall

O HR-V passou por um recall em 15/09/2015, para a confirmação do aperto dos parafusos dos cubos das rodas traseiras. O chamado envolveu modelos produzidos entre março e setembro de 2015, num total de 3.889 unidades.

Honda HR-V – defeitos e problemas
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email